Roubou 50 dólares e foi condenado a perpétua. Agora, 36 anos depois, foi libertado

Beth Shelburne / Twitter

Alvin Kennard no tribunal do Alabama onde foi a sua audiência

Alvin Kennard foi condenado a uma pena de prisão perpétua quando tinha 22 anos, por ter roubado de cerca de 50 dólares (45 euros) de uma padaria, num assalto que não fez vítimas. Agora, aos 58, a sua pena foi revista por um tribunal do Alabama, nos Estados Unidos (EUA), e irá sair em liberdade.

Perante o juiz, o norte-americano pediu desculpa pelos seus crimes: “Aceito a responsabilidade pelo que fiz no passado. Quero uma oportunidade para corrigir as coisas”, noticiou o Observador esta sexta-feira. Antes disso, Alvin Kennard tinha sido condenado por outro roubo a uma estação de serviço, que estava totalmente vazia.

Em causa está uma antiga lei do estado do Alabama (EUA), entretanto revista, conhecida por three strikes law em que, após três condenações, uma quarta condenação resultaria em prisão perpétua, sem possibilidade de saída antecipada, explicou o Guardian.

No caso de Alvin Kennard, o norte-americano declarou-se culpado de três crimes relacionados com o assalto à estação de serviço vazia, quando tinha 18 anos, e foi condenado a três anos de pena suspensa. Durante esse período foi condenado por um quarto crime – o do assalto à padaria, levado a cabo com uma faca, mas sem causar feridos -, que resultou na condenação a prisão perpétua.

Na quarta-feira, Alvin Kennard teve uma audiência para revisão de pena, onde teve de comparecer algemado. A defesa reforçou que, ao longo destas mais de três décadas, este teve um “comportamento exemplar” na prisão, que não recebe nenhuma ação disciplinar há mais de 14 anos e que é bem visto pelos guardas, segundo contou o site local AL.

A advogada Carla Crowder afirmou que o condenado foi “verdadeiramente reabilitado”, reforçou que tem apoio familiar e pediu a sua libertação imediata. Ainda segundo o mesmo site, o procurador afirmou não se opor à alteração de pena. “Mas deixem-me ser claro: isto não é por causa de 50 dólares”, acrescentou o procurador Lane Tolbert.

O juiz David Carpenter decidiu, assim, aceder ao pedido da defesa e alterou a condenação de Alvin Kennard de prisão perpétua para os 36 anos de prisão que já cumpriu. O condenado, que tem trabalhado como carpinteiro na prisão, declarou ao juiz que tenciona seguir essa profissão em liberdade.

A decisão foi recebida em tribunal com aplausos e gritos de alegria de familiares e amigos de Alvin Kennard, contou o Washington Post. “Lancei as minhas mãos ao alto e disse ‘Deus, obrigada, obrigada'”, contou a sua sobrinha Patricia Jones à rádio WBRC.

Carla Crowder referiu que o seu cliente ficou “assoberbado” com a decisão. “Aquilo que é extraordinário sobre o senhor Kennard é que, mesmo quando pensava que ia ficar na prisão para o resto da vida, mudou a sua vida”, disse. “Está assoberbado com esta oportunidade, mas mantém-se próximo da sua família, portanto tem um apoio incrível”.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O quêêê?… Prisão perpétua por roubar uma estação de serviço e 50 dólares de uma padaria, sem causar um ferido?!.. E ainda há dúvidas de que dentro do mundo moderno ocidental, os EUA são o império do mal?…

  2. Pois… está certo. Foi lhe dado 3 oportunidades para acertar o passo. Como desperdiçou-as todas, a lei foi comprida. À 3ª perpétua.

RESPONDER

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …

O Budismo é a religião da paz. E não foi por acaso que conseguiu esta reputação

No ocidente, muitas pessoas associam o budismo à paz. No entanto, os budistas têm vindo a envolver-se em conflitos violentos desde o surgimento da religião. Num artigo assinado no The Conversation, Nick Swann, professor de Estudos …

Nikolai Glushkov. Exilado crítico de Putin morto em 2018 em Londres foi estrangulado

O exilado russo e crítico de Putin, Nikolai Glushkov, que foi encontrado morto e, 2018 na sua própria casa em Londres, no Reino Unido, foi estrangulado. O empresário Nikolai Glushkov, que criticava o presidente russo Vladimir …