Rosa Grilo acusa PJ de “agarrar em dois idiotas” para acusar de homicídio

António Pedro Santos / Lusa

A arguida acusou a Polícia Judiciária (PJ), esta terça-feira, de “agarrar em dois idiotas que estavam a jeito”, em alusão a si e a António Joaquim, para os incriminar da morte do marido, reiterando que é inocente.

Na 11.ª sessão de julgamento, que decorre no Tribunal de Loures, na qual se concluiu a produção de prova, a arguida, que está a ser julgada pelo homicídio do marido, Luís Grilo, em coautoria com o arguido António Joaquim, pediu ao coletivo de juízes, presidido por Ana Clara Baptista, para prestar novamente declarações, o que aconteceu durante mais de três horas, na tarde de hoje.

Rosa Grilo criticou os inspetores da PJ, acusando-os de a “perseguir” e de “agarrar em dois idiotas que estavam a jeito” e de não seguirem outras linhas de investigação, perguntando, por exemplo, porque é que a PJ não questionou “a pessoa com quem” o marido “mantinha uma relação íntima”, facto que, segundo a própria, era do conhecimento da PJ, através de mensagens no telemóvel do marido.

A juíza presidente alertou, contudo, que estas acusações da arguida não eram justas, pois, como consta do processo, a PJ investigou outros cenários, os quais foram sendo descartados.

Uma das linhas de investigação descartada pela PJ foi a versão apresentada e mantida hoje pela arguida de que o marido foi morto por “três indivíduos” devido aos negócios de diamantes.

Rosa Grilo frisou que “é inocente da morte do marido”, admitindo ser “culpada e ter vergonha” por não ter tido a “coragem” para denunciar às autoridades que Luís Grilo foi morto por “três indivíduos”, que acha serem angolanos, e de tudo ter feito para esconder o crime, com medo de represálias dos alegados autores do homicídio do marido, contra si e o filho menor.

“Fiz tudo mal, desde o princípio ao fim. Devia ter ido falar com as autoridades e pedir ajuda”, assumiu a arguida perante o tribunal de júri (além dos três juízes, há mais quatro cidadãos).

A 15 de outubro, o agente que celebrou os seguros com Luís e Rosa Grilo disse em tribunal que a arguida conhecia as seis apólices contratualizadas, incluindo os valores, as condições e as coberturas, desmentindo a versão apresentada por Rosa Grilo em julgamento.

Confrontada hoje pelo tribunal com estas declarações, Rosa Grilo acusou a testemunha de “mentir” e manteve o que disse na primeira sessão de julgamento, durante a qual afirmou que apenas tinha conhecimento da existência de dois dos seis seguros feitos pelo marido, acrescentando que “nada tinha a beneficiar e que nada paga a morte do marido”.

António Joaquim não quis hoje prestar mais nenhum esclarecimento, dizendo que mantinha tudo o que disse quando foi interrogado pelo coletivo de juízes.

De manhã foram inquiridos dois inspetores da PJ e um perito do Laboratório da Polícia Científica foi chamado a esclarecer a forma como foi realizada a recolha de vestígios da arma do arguido António Joaquim que, segundo a acusação do MP, foi o autor do disparo que matou Luís Grilo.

Aos autos foi junto o manual de procedimentos da PJ, a pedido de Ricardo Serrano Vieira, advogado de António Joaquim, que, ao longo do julgamento, colocou em causa e levantou suspeitas sobre a investigação e a forma como foram realizadas algumas perícias e recolhidas determinadas provas.

Os arguidos encontram-se em prisão preventiva desde 29 de setembro do ano passado. O início das alegações finais ficou marcado para terça-feira, 26 de novembro, pelas 09h30.

O corpo do triatleta Luís Grilo, morto a 15 de julho de 2018, foi encontrado com sinais de violência e em adiantado estado de decomposição, mais de um mês após o desaparecimento, a cerca de 160 quilómetros da sua casa, na zona de Benavila, concelho de Avis, distrito de Portalegre.

O Ministério Público atribui a António Joaquim a autoria do disparo sobre Luís Grilo, na presença de Rosa Grilo, no momento em que o triatleta dormia no quarto de hóspedes na casa do casal, na localidade de Cachoeiras, Vila Franca de Xira (distrito de Lisboa).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governador das Filipinas diz que cantores de karaoke prejudicam combate à pandemia

Um governador de uma província das Filipinas voltou a sua atenção para um grupo de pessoas que, segundo ele, estão a prejudicar a luta contra a pandemia: cantores de karaoke. Numa publicação no Facebook na madrugada …

Histórico: Filipe Albuquerque vence 24 Horas de Le Mans e sagra-se campeão mundial de LMP2

O português Filipe Albuquerque, da United Autosports, venceu este domingo as 24 Horas de Le Mans em automobilismo, na categoria LMP2, a segunda mais importante, e sagrou-se campeão mundial de resistência a uma corrida do …

Convenção do Chega chumba lista de André Ventura para a direção nacional

A proposta do presidente do Chega, André Ventura, para a direção nacional do partido foi hoje chumbada na convenção que decorre em Évora, ao não conseguir reunir os dois terços dos votos dos cerca de …

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TikTok anuncia acordo com Oracle e Walmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …