“Ronaldo das Finanças já marcou alguns golos”. Moscovici diz que Portugal devia orgulhar-se de ter Centeno no Eurogrupo

European Parliament / Flickr

Pierre Moscovici, comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros

O comissário europeu dos Assuntos Económicos defendeu esta quarta-feira que Portugal “deveria estar orgulhoso” por ter Mário Centeno à frente do Eurogrupo, mas apontou que o responsável português tem como desafio criar um “orçamento ideal” para a zona euro.

“Penso que Portugal deveria estar orgulhoso de ter a presidência do Eurogrupo com ele [Mário Centeno]”, afirmou em entrevista à agência Lusa, em Bruxelas, o comissário europeu dos Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici.

Prestes a terminar o mandato, o socialista francês apontou ter trabalhado, nestes cinco anos, “em condições bastante favoráveis” com Mário Centeno, tanto enquanto ministro português das Finanças, como na liderança do Eurogrupo, que assumiu em dezembro de 2017.

Questionado sobre se considera Centeno como o “Ronaldo das Finanças”, como já foi apelidado, Pierre Moscovici afirmou não ser “comentador desportivo”. Mas, acrescentou, “é claro que ele já marcou alguns golos”.

“Quando um país tem sucesso, isso deve-se, em primeiro lugar, às pessoas, aos portugueses, que são formidáveis e sabem receber muito bem”, mas também “à liderança de António Costa [primeiro-ministro] e também à boa conduta de Mário Centeno”, observou.

O comissário francês acrescentou que, “sem políticas fiscais e de incentivo ao investimento, Portugal não estaria como está”, análise que disse ser imparcial, apesar de ambos os responsáveis – Costa e Centeno – serem seus “amigos pessoais”.

Antigo ministro francês das Finanças, Pierre Moscovici está prestes a terminar o mandato de comissário europeu dos Assuntos Económicos e Financeiros, cargo que assumiu em 2014, dado não fazer parte do novo executivo comunitário liderado pela alemã Ursula von der Leyen e que entra em funções no início de novembro.

Fazendo um balanço deste período, o responsável admitiu que não conseguiu fazer tudo o que queria. “Uma questão que penso estar inacabada é que ainda não temos um orçamento para a zona euro e eu lutei sempre por isso”, realçou.

Esta quarta-feira, reunido no Luxemburgo, o Eurogrupo discute a criação de um Instrumento Orçamental para a Convergência e a Competitividade (BICC, sigla em inglês), medida que Pierre Moscovici classificou como um “passo na direção certa”.

Contudo, “ainda não é o orçamento ideal”, disse o comissário europeu à Lusa, defendendo que os ministros das Finanças da zona euro devem ser “mais ambiciosos” para criar um instrumento “que tenha uma função de estabilização, maior governança democrática e uma maior dimensão”.

Para Pierre Moscovici, neste mandato falhou também a criação de impostos digitais para empresas que, embora não tenham presença física em certos países da UE, operem na região através da internet. “É inaceitável que as grandes multinacionais não paguem este tipo de taxas”, defendeu.

Em sentido inverso, Moscovici mostrou-se “satisfeito” com três feitos do seu mandato. “Nós conseguimos evitar um ‘Grexit’ e mantivemos a Grécia na zona euro e, com isso, conseguimos que a economia grega recuperasse”, destacou. Ao mesmo tempo, “a segunda questão com a qual estou satisfeito é com a supervisão orçamental”, porque “sempre defendi que se deviam evitar sanções a Portugal, Espanha, Itália e outros países e sempre fui contra a austeridade”, acrescentou.

E precisou: “O que António Costa fez foi o que eu sugeri para a UE – reduzir o défice sem austeridade e com reformas –, e isso é possível. Hoje, temos uma situação em que o crescimento é uma realidade há seis anos e os défices foram reduzidos sem recurso a sanções”.

Moscovici congratulou-se ainda com “as mudanças fiscais” por si criadas. “Fizemos mais a nível fiscal do que alguma Comissão nos últimos anos”, salientou.

Questionado pela Lusa sobre quais os próximos projetos profissionais, dada a saída de Bruxelas, Moscovici afirmou que voltará a Paris e será um “homem livre, a tentar aproveitar as oportunidades”. “Nos últimos 25 anos estive ligado ao meu país, comprometido com a Europa e também envolvido na política de centro-esquerda e no futuro acontecerá o mesmo, mas ainda não sei como”, adiantou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Operação Rota do Cabo leva à detenção de 22 pessoas

A Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL) anunciou hoje a detenção de 22 pessoas no âmbito a operação Rota do Cabo, efetuada para desmantelar uma alegada rede criminosa de auxílio à imigração ilegal. Em comunicado, a PGDL …

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …