Rio está confiante em “grande vitória e diz que Costa está a “baixar os braços”

3

ppdpsd / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, acusou hoje o PS de não ter uma estratégia para o país e de ser um partido que “à mínima dificuldade recusa e ajeita a coisa mais ou menos e segue em frente”.

Em Guimarães, durante uma arruada com centenas de apoiantes, Rui Rio acrescentou que o programa do PS para as legislativas é dizer mal dos outros.

“Ninguém consegue governar um país a dizer mal dos outros (…). Dizer mal dos outros não é programa para nada. À mínima dificuldade recua e ajeita a casa mais ou menos e segue em frente. Nós não podemos ter um país que ajeita a coisa mais ou menos”, referiu.

Na sua intervenção, Rio sublinhou que o líder do PS, António Costa, “já entendeu” os “sinais evidentes” do apoio “crescente” ao PSD e que, por isso, optou por uma campanha “não propriamente a dar ideias”, mas sim a falar das propostas sociais-democratas, “deturpando-as”.

“Isto significa que o doutor António Costa já não consegue ir lá pela positiva, já de certa forma está a baixar os braços e segue uma estratégia ‘vote em nós porque eles ainda são piores que nós’”, acrescentou.

Contrapôs com a campanha “pela positiva” do PSD, com “propostas concretas”.

Rui Rio manifestou-se convencido de que, no dia 30 de janeiro, o PSD vai ter uma “grande vitória”.

“Cada vez parece mais claro”, rematou.

  ZAP // Lusa

3 Comments

  1. Rui Rio Ganhar é apenas uma satisfação pessoal, ninguém mais, em nada fica a ganhar, e toda a gente vai perder, porque na industria no comercio no Turismo, na Agricultura, tudo ira ter de mudar, os procedimentos, os processos, e o mais tardar 2 aninhos voltaremos a novas eleições, mas há quem não perca nada, a comunicação social, os partidos políticos, o Povo pagará sempre a enorme fatura, alias como vemos, cada vez há mais concorrentes as eleições, parece já se aproximar da meia centena, é sinal que é um grande e bom negocio concorrer a eleições, tudo que seja o povo a pagar e bom negocio.

    • Olha este desesperado que vai ter de ir procurar trabalho para os próximos 4, 6 ou mesmo 8 anos…
      Tem calma, pá… ou melhor fa. Ainda tens mais dois ou três meses de salário pela frente.

  2. Ganhe as eleições quem ganhar, de uma coisa podemos ter a certeza, não vai ganhar quem serve o Portugal, não vai ser uma avaliação dos Portugueses, irá ser o escolhido pelos canais de televisão, que por incrível que pareça, nos faz a cabeça.
    Independentemente da cor politica de cada um, e do prazer ou repulsa que tenhamos de ouvir este homem, há uma Grande conclusão que todos teremos de tirar, quer para quem goste quer para quem não goste, porque se hoje serve a uns, amanha serve a outros, e a conclusão é clara, porque em vésperas de eleições a TVI se lembrou da entrevista ao Sócrates, e a que pretexto, que se passou de novo, assim como outros atos políticos da TVI e OUTRAS TELEVISOES, porque razão o Sócrates aceitou, com que motivação, e agora pergunto, será que os Portugueses aceitam que sejam as redes de comunicação social, as televisões a orientar o sentido de voto, seremos um joguete nas rédeas dos canais de televisão? aceitamos que sejam as redes de televisão a fazer as nossas cabeças ? vesse tanta gente preocupada em a vacina do covid as poder controlar e motorizar, e as televisões fazem do povo o que quer, e ninguém se importa de ser um joguete nas mãos da comunicação social.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE