/

Restos mortais encontrados por caçadores são de Lindsey Baum

Os restos mortais de Lindsey Baum foram encontrados em setembro do ano passado por caçadores. A menina de 10 anos estava desaparecida desde 2009.

“Trouxemos a Lindsey para casa, recuperamo-la. Infelizmente, não a recuperamos da forma que esperávamos e pela qual nós e a família rezamos nos últimos nove anos”, disse Rick Scott, xerife do condado norte-americano de Grays Harbor, em conferência de imprensa.

Os restos mortais da menina, desaparecida desde 2009, foram encontrados por um grupo de caçadores em setembro do ano passado, numa área remota do estado de Washington, a mais de 100 quilómetros de casa. Mas a descoberta só foi confirmada agora por análises forenses. Os resultados foram tornados públicos esta semana.

O misterioso desaparecimento de Lindsey Baum, que encheu as capas da imprensa norte-americana durante vários meses, chega agora ao fim, sendo substituído por uma investigação por rapto e homicídio.

Lindsey tinha 10 anos quando foi vista pela última vez à saída da casa de uma amiga, a alguns quarteirões da casa onde vivia com os pais, numa pequena cidade com cerca de dois mil habitantes.

Segundo o Diário de Notícias, a menina desapareceu na noite de 6 de junho de 2009, poucos dias antes do seu 11º aniversário.

Publicado por Find Lindsey Baum em Domingo, 13 de Maio de 2018

Embora tivesse sido oferecida uma recompensa de 35 mil dólares a quem tivesse alguma informação que levasse à detenção do responsável pelo desaparecimento de Lindsey Baum, os anos passaram sem que nenhuma novidade mantivesse viva a esperança de encontrar a menina com vida.

O caso manteve-se sem suspeitos identificados e, mesmo nove anos depois, ainda havia cartazes com a cara de Lindsey nas ruas da localidade. O FBI e as autoridades locais pedem agora ajuda para identificar e localizar os autores do homicídio.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.