Siza Vieira sobre apoios à restauração: “não vamos repor a faturação que o setor não teve”

websummit / Flickr

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira

Apesar de admitir um esforço do Governo por criar apoios, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, garantiu que não vai ser possível “repor a faturação que o setor não teve”.

Em declarações na página do PS no Twitter, citadas pelo Económico, Pedro Siza Vieira referiu que o Governo sabe “qual é a faturação do setor no fim de semana e podemos majorar o apoios em função destas medidas”. No entanto, admitiu: “não vou enganar ninguém, não vamos repor a faturação que o setor não teve”.

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital falava sobre os apoios para a restauração que remetem para os dois fins de semana com recolher obrigatório. “É tentar compensar os custos fixos e encontrar uma mecânica que seja rápida, que possa ser rapidamente tida no terreno e que reconheça aqui uma situação especifica”, acrescentou.

Siza Vieira disse que, na restauração, “a quebra foi de 70%”, o que significa que “há setores da nossa economia que estão a ser especialmente penalizados”. “Estes apoios que nós estamos a fazer [para a restauração], quando temos uma quebra de faturação nestes nove meses, de cerca de mil e tal milhões de euros, para a restauração estamos a fazer uma coisa que é cerca de 20% desta quebra“, disse.

O governante admitiu que este não será o único apoio e que o Governo irá continuar a avaliar a situação. Ainda assim, sublinhou, “não tenho duvidas de que não vamos chegar a todos e que vão haver situações muito difíceis num conjunto vasto de setores”.

Quanto ao número de empresas a fechar, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) estima que o número seja de 41%. Siza Vieira disse que “esse mesmo inquérito em julho dizia que 43% das empresas dizia que na ausência de apoios suplementares iria ter de fechar ou ter de apresentar insolvência”, concluindo que “a percentagem está mais ou menos estável”.

Para o ministro, isto “significa resiliência das empresas deste setor e significa também alguma eficácia dos apoios”.

Não quero ignorar, a situação é dramática“, assumiu Pedro Siza Vieira, revelando ter conhecimento de empresários do setor da restauração que “já estão a usar as suas economias pessoais para aguentar a sua empresa”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ou seja, deu o dito por não dito, o habitual nas falaciosas declarações dos políticos… Quem se lixa é o mexilhão e o resto é conversa da treta… É o habitual… mais do mesmo…

RESPONDER

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …

Baterias de lítio-enxofre melhores e mais baratas? O segredo é uma pitada de açúcar

Uma colher cheia de açúcar pode ser o suficiente para permitir que um veículo elétrico faça uma viagem de Melbourne a Sidney (878 km) com uma única carga. Atualmente, os automóveis elétricos e os telemóveis utilizam …