Reserva de tigres está a salvar uma aldeia indígena do trabalho sexual

A aldeia de Tikarpada, no estado indiano de Odisha, subsistia maioritariamente devido ao trabalho sexual, introduzido naquela região remota em 1950. Essa realidade, perpetuada por décadas, finalmente mudou. A aldeia, nas margens do rio Mahanadi, recebe agora visitantes que procuram outra atração: a Reserva de Tigres de Satkosia.

Tikarpada fica a cerca de 24 quilómetros da reserva, um projeto de conservação que atrai multidões de turistas que esperam encontrar animais selvagens raros, enquanto passeiam de barco, relata um artigo do Ozy. Criado em 2007, este projeto reúne duas iniciativas anteriores de conservação – o Satkosia Gorge Sanctuary e o Baisipalli Wildlife Sanctuary.

A reserva oferece igualmente algo não pode ser encontrado noutras iniciativas de conservação: a oportunidade de ver como o turismo de vida selvagem pode transformar uma comunidade dependente do trabalho sexual, dando-lhe uma alternativa económica.

Com 599 quilómetros quadrados, distribuídos por quatro distritos de Odisha – Angul, Cuttack, Nayagarh e Boudh -, a reserva está localizada na interseção de dois dos mais importantes pontos de referência geológica da Índia: o vulcão Deccan Plateau e a cordilheira Gates Ocidentais.

Com o crescimento do turismo potenciado pela reserva, atualmente os aldeões de Tikarpada trabalham como cozinheiros, zeladores e guias nos hotéis e nos campos de vida selvagem. Alguns abriram lojas e restaurantes. Os cruzeiros fluviais, organizados por 20 famílias da aldeia, são também particularmente populares.

Os passeios de barco de uma hora, que custam entre oito e dez dólares (entre sete e nove euros), permitem avistar a vida selvagem e as aves migratórias, como o pato ruivo. Os visitantes que percorrem as trilhas da aldeia podem ver cervos, elefantes, crocodilos e, se tiverem sorte, tigres.

O facto de não apenas estar a salvar a vida selvagem, mas também a ajudar a criar empregos para mais de 200 moradores, que tem poucas opções de trabalho, é exatamente o que diferencia esse projeto dos restantes, lê-se no artigo.

“Fomos obrigados a fazer sexo para pagar as contas”, indicou ao Ozy Sangeeta (nome alterado para proteger a identidade), que agora trabalha na construção da reserva, onde recebe três dólares (cerca de 2,66 euros) por dia.

Há dois anos, numa reunião do conselho da aldeia, os moradores decidiram pôr fim ao trabalho sexual como o motor económico da sua comunidade.

Contudo, ter tigres no quintal pode ser problemático. E mortal. Uma tigresa chamada Sundari (Beleza, em hindi), que havia sido transferida de Madhya Pradesh para Satkosia, matou duas pessoas em aldeias perto de Tikarpada, em 2018.

Os aldeões responderam com protestos contra a transferência de animais, o que levou o departamento florestal a planear viagens para a reserva, com o intuito de explicar às comunidades locais como podem coexistir com sucesso com os animais.

Enquanto isso, os moradores adaptam-se de outras formas, aprimorando a hospitalidade e ajustando os alimentos locais ao gosto dos turistas. “Nós servimos frango, caril, arroz, leguminosas e peixe fresco do rio, à vontade dos hóspedes”, disse Laxman, um zelador do Tikarpada Nature Camp.

E a reserva continua a evoluir: os visitantes já podem fazer reservas ‘online’. De acordo com o Departamento de Turismo de Odisha, a região em torno de Tikarpada – a mais popular entre os turistas que visitam a Reserva de Tigres de Satkosia – recebeu 67 mil visitantes em 2017.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Plutão pode esconder um oceano líquido debaixo de uma camada de gás

Uma das características mais marcantes de Plutão é o seu coração, também conhecido como Tombaugh Regio, uma grande região de cor clara de aproximadamente 1.590 quilómetros de diâmetro. O seu lobo esquerdo, o Sputnik Planitia, é …

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …

Jasper Cillessen muito perto da baliza do Benfica

O guarda-redes do Barcelona Jasper Cillessen está muito perto de reforçar a baliza do Benfica, escreve o jornal Record esta quarta-feira. De acordo com o desportivo, o negócio ronda os 20 milhões de euros. O Benfica …