Reitor (acusado de desviar milhões) julgado à porta fechada para preservar o prestígio

Universidade Fernando Pessoa / Facebook

Salvato Trigo, reitor da Universidade Fernando Pessoa

O reitor da Universidade Fernando Pessoa, Salvato Trigo, está a ser julgado à porta fechada, pelo alegado desvio de 3 milhões de euros da instituição de ensino privada, para não colocar em causa o seu bom nome, nem provocar “danos irreparáveis” à entidade e aos seus alunos.

Esta argumentação foi apresentada pela defesa do reitor da Universidade Fernando Pessoa, para que o julgamento fosse realizado sem publicidade dos factos reportados em tribunal, conforme salienta o jornal Público.

E o juiz Guilhermino Freitas acatou o pedido, determinando que é “proibida a assistência do público, apenas podendo assistir as pessoas que tiverem que intervir no julgamento”, segundo cita o diário.

O Ministério Público não se opôs, nem tão pouco o fez o assistente do caso, a Fundação Ensino e Cultura Fernando Pessoa, que é a proprietária da Universidade e que se mantém sob controlo de Salvato Trigo e da sua família.

A defesa do reitor alegou que este é uma “personalidade de reconhecido mérito e prestígio no meio universitário nacional e internacional” e que, portanto, a acusação que lhe é imputada é “atentatória da sua honorabilidade profissional e pessoal, bem como do seu bom nome”.

Nas alegações apresentadas, a defesa acrescenta que “os factos submetidos a julgamentos poderão ter evidente repercussão mediática, o que necessariamente terá efeito nefasto no normal funcionamento da Universidade Fernando Pessoa e do hospital-escola”.

O advogado do reitor alega que este caso deve merecer um tratamento excepcional, realizando-se à porta fechada, “atendendo à gravidade e especialidade dos danos que a publicidade da audiência poderá acarretar”, nomeadamente aos alunos da Universidade Fernando Pessoa.

O juiz deu razão a estas alegações e “tomou oralmente a decisão de excluir a publicidade”, conforme reporta o Público, notando que não há “um documento escrito” a constatar a medida.

As gravações da audiência revelam os argumentos da defesa, a não oposição do Ministério Público e o apoio do assistente do caso que é “praticamente inaudível”.

O Público tentou também consultar o processo, mas sem êxito, dada a oposição da defesa. “O juiz autorizou a consulta, mas só permitiu que a mesma se concretizasse depois de passar o prazo de um mês que as partes têm para recorrer de qualquer decisão”, conta o jornal, frisando que a defesa do reitor interpôs recurso, para evitar o acesso ao processo.

As alegações finais do caso devem acontecer no final deste mês de Março. Salvato Trigo é suspeito de fraude fiscal, juntamente com a mulher e a filha, num outro caso onde o fisco exige mais de 1,4 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. Ridículo e inacreditável. Um indivíduo que desvia milhões, ainda tem bom nome e prestígio? Só mesmo neste bananal à beira mar plantado.

  2. Bom nome?? essa nem ao diabo lembra. Então está a ser julgado por fraude fiscal e tem bom nome?? Haja bem senso no que se diz deste tipo de pessoas… mais estas pessoas não devem ser salvaguardas. Quando cometeram fraude deve ser publico e não escondido, senão vamos todos roubar e todos devemos ser salvaguardados…

  3. Para preservar o prestígio! É mesmo só para rir. Que prestigio tem um estafermo destes, que procede desta forma? Prefiro lidar com ciganos. Depois queixam-se ao ministério da educação, que há falta de dinheiro.

  4. É para evitar comentários como os abaixo que se baseiam em títulos bombásticos que nada têm a ver com a realidade ou com a decisão do tribunal. Sei do que falo por outro tema onde fui afectado…

  5. Por favor, sou um ignorante em estado avançado de inteligência, alguém que ajude-me nesta minha pergunta: “Domus Iustitiae” significa o quê? ainda hoje li uma noticia que todos os julgamentos ou seja a leitura final do Ex.mº Sr Meritíssimo é de porta aberta e este cidadão GATUNO, é julgado à porta fechada? Obrigado mãezinha por manteres a minha santa ignorância. Muito obrigado. !!!

  6. Meus senhores, a constituiçao – mas nao só, o bom senso também – garantem que se é inocente até prova contrária.
    por isso é que o tipo está em julgamento.
    Até pode vir a concluir-se que ele não é culp[ado, por isso, os comentários acima são superficiais.

    Queria ver se fosse algum de vós, se gostaria de ser apontado como culpado antes de tal ser provado e ter a própria vida devassada e reputação destruída.

    Ninguém garante que as notícias da imprensa sejam exactas e verdadeiras.

    • Caro ah, até concordo consigo mas então não deveriam todos os cidadãos suspeitos de algo serem julgados à porta fechada até serem declarados culpados?

      • Presos à mente, estou de acordo com o JM. Uns são protegidos, outros têm a vida devassada na praça pública, assim como o julgamento dos média. Se nada for provado, quanto não é vamos ter que indemnizar a vítima, só porque houve vários interesses instalados que acharam por bem assassinar alguém incómodo. Não! Ou isto muda ou temos algum desgosto colectivo.

    • Mas amigo: quantas e tantas vidas – do cidadão comum – não são arruinadas e o seu bom nome e reputação destruídos? Aliás, a pessoa ainda sendo suspeita, entra para ser ouvida e antes que se sente e comece a relatar o sucedido, como foi e não foi, já lhe é dito, antes de mais nada, que é arguida; a sua inocência posteriormente se verificará! Por que não, este tratamento ser extendido a todo o cidadão? Esta decisão poderia ser válida se aplicada constantemente e na generalidade a todas as pessoas e não somente a algumas pessoas (que não são mais que personalidades engenhosas deste país); e acho lamentável, que o ministério público, uma entidade que tem como principal objectivo na sua função o “enterrar” e prejudicar o mais que possa a parte que acusa, não se apor a tal decisão.

  7. Ah! Ah! Ah!
    O indivíduo pôs o trigo a salvo e agora não que que se saiba como nem porquê?!
    O juiz aceitou o tratamento excepcional e não há um documento escrito dessa decisão…?
    E o MP não se opôs a tamanha enormidade??? Fico em estado de espanto…
    Porque a Universidade, obviamente que não se oporia!
    Viva a transparência de justiça neste jardim à beira mar plantado…

  8. O advogado esta no direito de alegar seja la o que for na defesa do seu cliente, para mim o mais grave de tudo, para alem do desvio de dinheiro e do crime fiscal será o juiz concordar com as alegacões apresentadas pelo advogado…

Responder a i-li Cancelar resposta

Sacavenense 1-7 Sporting | Sporting goleia Sacavenense e segue em frente na Taça

O Sporting goleou o Sacavenense por 7-1, na terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ‘castigando’ em demasia a equipa do Campeonato de Portugal, incapaz de contrariar a supremacia ‘leonina’ em toda a linha. Nuno …

The Crown baseia-se em "muita conjetura e muita invenção", diz irmão da princesa Diana

Desde a estreia da quarta temporada, The Crown tem dado muito que falar na família real britânica. Além das acusações feitas por amigos do príncipe Carlos, que consideram que a Netflix está a explorar a …

Nativos ancestrais do Novo México derretiam gelo para sobreviver às secas

Os habitantes ancestrais do árido Novo México sobreviveram a períodos de seca extrema, durante o primeiro milénio, ao derreter o gelo acumulado em tubos de lava profundos. De acordo com a agência Europa Press, a equipa …

Cristiano Ronaldo candidato a melhor da época e do século nos Globe Soccer Awards

O internacional português está entre os nomeados para melhor jogador do ano da Globe Soccer Awards e integra ainda, com Luís Figo, a lista dos candidatos a futebolista do século XXI. Cristiano Ronaldo integra a lista …

Os desenhos de da Vinci escondem um mundo de bactérias e fungos

Leonardo da Vinci é famoso pelas suas obras de arte elaboradas e cheias de nuances. Mas um novo estudo revelou um outro nível de complexidade nos seus desenhos: um mundo oculto de minúsculas formas de …

Bandeira anticorrupção de Bolsonaro caiu. Agora, terá que encontrar outro slogan

A Lava Jato levou à condenação de políticos, enquanto a eleição de Jair Bolsonaro colocou no poder um político que prometeu erradicar a corrupção e que para seu ministro da Justiça nomeou o juiz anticorrupção …

O Prodigium é um iate-tubarão luxuoso (e um dos maiores navios do mundo)

O Lazzarini Design Studio revelou o seu mais recente conceito de um mega iate, o Prodigium. O King of the Seas, como também é conhecido, tem a forma de um tubarão gigante e mede 153 …

Autoridades mexicanas encontram pelo menos 113 corpos em vala clandestina

Pelo menos 113 corpos foram descobertos numa vala clandestina no município de El Salto, no estado mexicano de Jalisco, indicaram no domingo as autoridades. O procurador Gerardo Octavio Solis anunciou, em conferência de imprensa, que 113 …

A cidade capaz de "superar o Dubai" que o Paquistão quer construir vai deixar pescadores em risco

A proposta de uma megacidade insular ao largo de Karachi poderá colocar em risco vários pântanos e, ao mesmo tempo, os milhões de empregos que dependem deles. A Ilha Bundal localiza-se no Mar da Arábia, ao largo …

Árbitros afastados após os penáltis mais insólitos de sempre

Nani aparece no meio da história mais louca do futebol, no que diz respeito a grandes penalidades. Tudo começou com uns centímetros. Equipa de Nani celebrou o apuramento três vezes - só na última é …