Reino Unido rejeita pagar conta do Brexit de 100 mil milhões

lewishamdreamer / Flickr

David Davis, o novo ministro britânico encarregado da saída da União Europeia

David Davis, o novo ministro britânico encarregado da saída da União Europeia

O divórcio da União Europeia poderá levar o Reino Unido a ter de pagar uma conta que pode ascender aos 100 mil milhões de euros. O ministro encarregue pelo processo da saída já afirmou que isso não vai acontecer.

A fatura que o Reino Unido deveria pagar para sair da União Europeia pode ascender a 100 mil milhões de euros, mais do que o valor inicialmente estimado, indica esta quarta-feira o Financial Times.

O aumento da fatura resulta de exigências mais estritas da França e da Alemanha e tem como objetivo fazer provisões para o setor agrícola depois do Brexit, bem como pagamentos para cobrir gastos administrativos comunitários em 2019 e 2020, adianta o jornal económico britânico.

A conta britânica, que faz parte da negociação sobre os termos da retirada do Reino Unido da UE, é um dos assuntos mais conflituosos das negociações, que deverão começar depois das eleições britânicas de 8 de junho.

Até agora, falava-se de que a fatura do divórcio britânico se cifraria em cerca de 60 mil milhões de euros, mas, segundo o FT, vários países europeus endureceram a sua posição.

Paris e Varsóvia, indica o jornal, estão a favor de incluir um pagamento anual agrícola para depois do Brexit, enquanto Berlim está contra a concessão ao Reino Unido de uma participação dos ativos (como propriedades) comunitários.

Comentando este artigo do FT, o ministro britânico encarregado da saída da União Europeia, David Davis, já declarou à cadeia ITV que o seu país não pagará 100 mil milhões de euros e que tudo será negociado nas reuniões.

Numa entrevista no programa televisivo “Good Morning Britain”, citado pela BBC, o governante declarou que o Reino Unido vai pagar o valor que está estipulado e “não o que a UE quer”.

“Não somos pedintes. Isto é uma negociação. A UE define o que quer e nós definimos o que queremos”, prosseguiu.

Esta terça-feira, a primeira-ministra Theresa May falou publicamente sobre o recente encontro com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmando que este vai descobrir durante as negociações que é um “osso duro de roer”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mais de 100 mil trabalhadores independentes já pediram apoio do Governo

Mais de 100 mil trabalhadores independentes já se candidataram ao apoio extraordinário criado pelo Governo para fazer face à paragem total de atividade devido à pandemia de covid-19. Segundo o comunicado do Ministério do Trabalho, Solidariedade …

“Voltaremos a encontrar-nos”. Isabel II relembra a 2.ª Guerra Mundial e fala de um desafio "diferente"

A rainha Isabel II salientou este domingo, numa mensagem televisiva, que a pandemia Covid-19 é um desafio "diferente" de outros enfrentados pelo Reino Unido e exortou os britânicos a respeitar o confinamento. "Embora já tenhamos enfrentado …

CTT recuam. Não vão propor a distribuição de dividendos de 2019

O Conselho de Administração dos CTT - Correios de Portugal, SA informaram esta segunda-feira que já não vão propor à Assembleia Geral de Acionistas a distribuição de dividendos relativos ao exercício de 2019, como previsto, …

Há enfermeiros sem treino a trabalhar nos cuidados intensivos

A presidente do Sindicato de Todos os Enfermeiros Unidos (SITEU), Gorete Pimentel, denuncia que há enfermeiros sem treino a trabalhar em unidades de cuidados intensivos. "São necessários três a quatro meses para que um enfermeiro seja …

Ronaldo vai tornar-se o primeiro bilionário no mundo do futebol

Cristiano Ronaldo vai faturar cerca de 90 milhões de euros este ano. Isto faz com que o futebolista português atinja os mil milhões de euros em receitas durante a sua carreira. Embora Cristiano Ronaldo tenha sido …

Tribunais adiaram mais 50 mil diligências num mês

A pandemia de covid-19 obrigou os tribunais portugueses a adiar 2.445 diligências e a anular outras 28.957, escreve o jornal Público. Ao todo, foram desmarcadas 51.402 diligências, frisa o matutino na sua edição desta segunda-feira, …

311 mortes e uma subida de 4% nos casos confirmados em Portugal. Recuperados quase duplicaram

O número de mortes em Portugal relacionadas com a Covid-19 ultrapassou a barreira das 300, situando-se nas 311 vítimas, mais 16 do que no domingo. O número de recuperados também cresceu para 140. Os casos …

"Uma vergonha para o país". Morte de ucraniano leva a "mudanças profundas" no funcionamento do SEF

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da …

City abre processo a Kyle Walker por festa com prostitutas durante quarentena

Kyle Walker, futebolista do Manchester City, viu o clube instaurar-lhe um processo disciplinar, depois de este ter, alegadamente, quebrado a obrigação de confinamento devido à COVID-19 numa festa com prostituas. “Os futebolistas são modelos a seguir …

"Digam aos accionistas que não há nada para ninguém". Marcelo apela à Banca (ou deixa que o Governo suspenda os lucros)

O Presidente da República reúne-se, nesta segunda-feira, com os cinco maiores bancos a actuar em Portugal para apelar à sua "sensatez" para agilizarem os empréstimos às empresas e às famílias depois de terem recebido milhões …