Número de reformas é superior ao de novos médicos de família

O número de médicos de família que atingem a idade da reforma este ano é superior ao de recém-especialistas. Em causa está a potencial saída de 400 profissionais nos centros de saúde contra a entrada de apenas 351.

O número de médicos de família que atingem a idade da reforma este ano é superior ao número de recém-especialistas que estão a concorrer aos centros de saúde. Dados do Ministério da Saúde, divulgados esta quarta-feira, mostram que 351 candidatos responderam às 378 vagas, o que, segundo o Governo, permitirá atribuir médico de família a 500 mil utentes que estão ainda fora das listas.

No entanto, na edição desta quinta-feira, o Diário de Notícias avança que este é um cenário que pode piorar a curto prazo, dado que as projeções de aposentações para este ano apontam para 410 saídas dos cuidados de saúde primários. Em suma, está em causa a potencial saída de 400 profissionais contra a entrada de apenas 351.

Atualmente, há em Portugal 840 mil portugueses sem médico de família.

Mas para o ano a situação pode agravar-se ainda mais, já que 2019 promete trazer mais saídas de profissionais em idade de reforma. De acordo com o DN, está previsto um pico de 509 reformas de médicos de família com 66 ou mais anos, o que corresponde a 10% do total. Um fenómeno que, até 2026, o ano em que já só se devem aposentar cerca de 50 especialistas, pode originar a saída de mais de mil médicos do SNS.

O diário questionou o gabinete do ministro Adalberto Campos Fernandes sobre a diferença entre o volume de médicos que saem e os que entram no sistema e se mantém o mesmo objetivo de acabar a legislatura sem utentes foras das listas, mas não obteve resposta.

Mas Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, considera que essa meta pode ficar muito próxima, “se forem resolvidos os problemas em 10/15 unidades da região de Lisboa, essencialmente, e porque com o descongelamento das carreiras alguns dos médicos que até podiam sair podem esperar para subir de escalão”.

Só na região de Lisboa e Vale do Tejo existem 610 mil pessoas fora das listas dos médicos de famílias e mais de 20 centros de saúde têm mais utentes fora das listas do que com médico de família.

No entanto, é a região norte que deve perder mais especialistas para a reforma até ao final do próximo ano. E, de uma situação de cobertura quase total, podemos assistir a “dificuldades em zonas onde não existem agora, como no interior, onde é difícil colocar novos médicos”, refere o responsável.

Ao Diário de Notícias, o presidente da APMGF destaca ainda outro problema: o de Unidades de Saúde Familiar (USF) por construir. “A maior preocupação até é mesmo com as novas unidades que estão por criar. Devíamos chegar a mais de 800 e ainda não estamos nas 600, parámos a obra a meio. Mais do que médicos de família, os utentes deviam ter acesso a boas unidades de saúde e os médicos deviam ter condições para trabalhar.”

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …