Reformados esperavam aumentos, mas o IRS está a tirar-lhes dinheiro

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José António Vieira da Silva

Há reformados que ficaram surpreendidos com os valores das pensões pagas neste mês de Janeiro. Esperavam um aumento, tal como anunciado pelo Governo, mas acabaram por receber ainda menos do que em 2018. O problema estará na subida dos escalões do IRS.

A denúncia para esta situação é feita pela APRe – Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados que destaca que há contribuintes a receberem reformas inferiores ao que esperavam, depois dos aumentos anunciados pelo Governo para 2019.

A situação dever-se-á às subidas dos escalões de IRS, numa altura em que as taxas de retenção na fonte ainda não foram actualizadas pelo Ministério das Finanças, como atestam fontes do Ministério da Segurança Social à Rádio Renascença e ao Jornal de Negócios.

“Estamos a ver que as pensões foram processadas tendo como base para a retenção na fonte uma tabela de 2018“, salienta o presidente da APRe, Fernando Martins, na Renascença.

“Um pensionista que tivesse uma reforma de 670 euros em 2018, em 2019, deveria ter 680. Simplesmente, como passou na tabela de retenção de 1,7% para 3,5%, recebeu menos três euros. Em vez de ser aumentado, recebeu menos”, constata Fernando Martins.

O dirigente da APRe atesta que “se isso acontecer, de facto há pensionistas e aposentados que ficarão a receber menos durante todo o ano de 2019 e eventualmente serão reembolsados depois, quando fizerem o IRS no próximo ano, respeitante a este ano fiscal”.

Uma fonte do Ministério das Finanças garante à Renascença que o problema será “resolvido em breve” e que, “a partir de Fevereiro, a situação ficará regularizada”.

O problema não está a afectar todas as pensões sujeitas a descontos, não afectando nomeadamente as reformas inferiores a 636 euros.

ZAP //

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. …esta “falha” tem um nome… Incompetencia !!! lol…lol… pelos vistos no Ministerio das Finanças, não são lá muito bons com “numarus”…

    • Eles até são bons de mais nos “numarus”…!!! Um cidadão contribuinte que fique viúvo(a), portanto, sem a pensão ou salário da esposa ou vice-versa, paga o DOBRO de IRS como castigo por ter ficado(a) viúvo(a). Então esses gajos não são bons nos “numarus”? Menos receita, mais impo$to$? Então como é que se pagam os faraónicos salários e mordomias de políticos (governantes, deputados, autarcas, assessores, etc.)?

  2. Lembram-se daquele deputado do PSD que chamou aos reformados “peste grisalha” ? Pois bem, para além de ser um bom FDP disse aquilo que pensava e julgo que deve ter sido corrido.
    Em contrapartida, estes senhores muito amiguinhos dos reformados fazem isto .. e muito mais.

  3. Mas do que é que os papalvos esperavam? O que esperavam desta geringonça? Do costa e do Centeno? Lá mais para o fim do ano votem neles para terem uma maioria absoluta!

  4. Parece que as reformas abaixo de 636€ não foram afectadas, é esta a política da geringonça, não atingir a minoria dos trabalhadores para dizer que são muito amigos dos pobrezinhos e a maioria que se lixe.
    Basta ver um exemplo: um vencimento de 900€ em 2010 tinha uma taxa de retenção de 6% (casado 2 titulares), hoje passados 9 anos se o trabalhador tiver sido “aumentado” 40€ nestes anos todos os 940,00€ de hoje, que têm menos poder de compra que os 900 de 2010, apanham com uma taxa de retenção de 6,9%. Esta é a política de esquerda, dar umas migalhas a minorias para fuscar as maiorias…

  5. É uma vergonha! Como é possível suportar o custo de vida com o aumento que nos foi atribuído. O IRS, mais conhecido pelo “glutão” dos detergentes limpa tudo,não deixa nada.

  6. São as mentiras destes desavergonhados que nos governam e que são mestres ou artistas em vender a “banha da cobra” dando uma e tirando duas. Já no ano passado o pequeno aumento verificado nas pensões foi comido com a não alteração correcta dos escalões do IRS. Sabem “vender bem” o pouco que dão, enchendo a comunicação social da parte boa da notícia e omitem os efeitos negativos daquilo que deveriam fazer e não fazem, enganando o povo.
    E este ministro Vieira da Silva há mais de um ano que anda a dizer que vai resolver o atraso significativo na atribuição das reformas e o que se vê é o aumento do mesmo atraso, havendo quem espere já oito meses. Nem no tempo do Salazar, em que tudo era feito à mão, se demorava tanto tempo.
    Não respeitam as necessidades das pessoas (o deles chega-lhes a tempo e até antes do final do mês) e actuam como autênticos “xicos espertos”. É tempo de dizer basta.

  7. Tanta má língua.
    Também sou aposentado e também recebi menos seis euros do que em Dezembro.
    Mas há explicação… Como as tabelas de retenção serão publicadas até final do mês de Janeiro, não houve tempo útil para as aplicar às pensões deste mês.
    Assim, no mês de Fevereiro a situação será normalizada, com efeitos retroactivos a Janeiro.
    PàFiosos deixem de tentar enganar o pagode.
    Não bastou o que roubaram durante a vossa desgovernação de má memória

    • Já estragaste tudo!…
      Achas que os factos interessam alguma coisa aos “indignados profissionais”?!
      O que interessa é disparatar…

    • … para te pronunciar dessa forma também deves estar a receber a reforma vitalícia que é a única coisa que interessa ao tal de Vieira da Silva.
      O voto é uma boa forma de parasitar os cidadãos.

    • É má lingua? Ou a constatação de factos? Falo por mim, tinha uma taxa de retenção de 6% que passou para 13%! Além de mim tenho a meu cargo a minha esposa que sofre 88% de invalidez e um filho menor! Ainda por cima há mais de 10 anos que não tenho algum aumento na reforma. Zero! Apesar de ganhar o mesmo, recebo hoje, com o custo de vida de hoje, muito menos que há 15 anos!!! Parece impossível mas é verdade, por que fui comprovar os meus recibos de ordenado pois ainda os mantenho todos! Neste país de miseráveis quem ganhar pouco mais de 1000 €, a maioria da população, é um alvo a abater. Nem falo da inveja. Só após os 3.000€ ou mais de ordenado mensal é que se volta a ser considerado gente. O resto que sobreviva.

  8. Seja o PS ou o PPD ou PPD/CDS no governo todos tem roubado os mais fracos e reformados, quando era o PAF dividiu me a reforma que eu estava num escalão subi passei a descontar mais enão fui aumentado, o PS no Governo repôs a reforma mas não desci de escalão ou seja continuo a descontar muito mais que descontava antes da PAF ser governo, como eu há milhares de reformados na mesma situação, se os partidos do arco da Governação ou do Governam-se fossem tão bons a governar como são a roubar nos mais fracos Portugal era um Paraíso, assim é um Paraíso para os mafiosos políticos.

Responder a Silva Cancelar resposta

Nova Zelândia decreta em junho erradicação de contágios. Está há 13 dias consecutivos sem novos casos

A Nova Zelândia, país que tem sido apontado internacionalmente como exemplar no combate à pandemia de covid-19, prevê decretar a “erradicação da doença” no país no próximo dia 15 de junho. A informação foi avançada esta …

Secretário da Defesa discorda de Trump no envio de tropas para conter distúrbios. Aliados europeus afastam-se

O Secretário norte-americano da Defesa, Mark Esper, rompeu na quarta-feira com o Presidente, Donald Trump, no apoio ao envio das forças armadas para as cidades e os estados que se recusarem "a tomar as medidas …

Vai "nascer" em Arouca a maior ponte suspensa do mundo. É a esperança para fazer renascer o turismo

O Turismo de Arouca está a enfrentar dificuldades devido à quebra gerada pela pandemia, mas os empresários aguardam com expectativa a abertura daquela que será a maior ponte suspensa do mundo, já descrita como "extraordinária". Ainda …

"Será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na região de Lisboa

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que "será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos …

Atraso na partilha de informação. Responsáveis da OMS recusam responder a perguntas sobre China

Os mais altos responsáveis da Organização Mundial de Saúde (OMS) recusaram-se esta quarta-feira a responder diretamente a perguntas sobre um atraso da China na partilha do mapa genético do novo coronavírus com a agência. Três perguntas …

Espanha reabre fronteiras a 22 de junho. Portugal diz que ainda não há uma decisão tomada

Espanha vai reabrir as fronteiras com Portugal e França a 22 de junho. O país tinha planeado abrir as fronteiras ao turismo estrangeiro a 1 de julho, mas decidiu adiantar a data. Porém, Portugal diz …

Conceição critica arbitragem, mas em Espanha fala-se de penálti de Pepe "que roça o escândalo"

Os 'dragões' perderam no primeiro jogo após a retoma do campeonato. Sérgio Conceição deixou críticas à arbitragem, mas em Espanha fala-se de um penálti escandaloso... de Pepe. O FC Porto ficou com a liderança da I …

Redução do IVA, abono para crianças e incentivos para comprar elétricos. O plano de 130 mil milhões de Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou esta quinta-feira um pacote de estímulo de 130 mil milhões de euros para este ano e 2021, para impulsionar a economia do país, duramente atingida pela pandemia de covid-19. Entre …

De Jorge Jesus a Bruno de Carvalho. Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades

O português Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades, acusa o Tribunal da Relação de Lisboa. A defesa do denunciante criticou a manutenção da prisão preventiva. De acordo com o acórdão do Tribunal da Relação …

Empresas podem manter lay-off até ao fim de setembro. Apoio pode chegar a 85% do salário

Os traços gerais do plano do Governo para a retoma da economia e para tentar travar a escalada do desemprego foram apresentados aos parceiros sociais, esta terça-feira, por Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade …