Referendo na Escócia alimenta aspirações da Catalunha

Lohen11 / wikimedia

Manifestação pela independência da Catalunha

Manifestação pela independência da Catalunha

O referendo de quinta-feira sobre a independência da Escócia está a “alimentar” os argumentos dos que defendem a possibilidade de colocar a mesma pergunta, numa consulta pública, aos habitantes da região espanhola da Catalunha.

A posição dos que se opõem a uma qualquer consulta independentista aos catalães é destacarem as diferenças entre as duas realidades, nomeadamente pelo facto de a consulta escocesa ter sido acordada.

As diferenças de perspetiva ficaram patentes na semana passada em declarações de Artur Mas, presidente do Governo regional da Catalunha, e de Alex Salmond,
ministro principal da Escócia.

Para Mas “um Sim no referendo escocês abriria caminho para a independência da Catalunha“, diluindo ao mesmo tempo as oposições que permanecem na Europa
sobre a “reintegração” na UE de quem avance para a independência.

“O primeiro fator será a reação dos líderes europeus (…) que aceitarão o resultado do referendo escocês”, disse Mas, considerando que começariam de imediato as conversações entre Edimburgo, Londres e Bruxelas “para manter a Escócia dentro da UE”.

Alex Salmond, por seu lado, preferiu destacar o “fator chave”, nomeadamente o facto de o referendo escocês ter sido acordado com o Governo britânico, algo que as forças soberanistas da Catalunha não conseguiram com o Governo espanhol.

Numa conferência de imprensa na semana passada – em que foi questionado sobre este tema – Salmond disse não pretender “dar conselhos a ninguém”, mas insistiu que “o processo da Escócia é a melhor forma de levar a cabo um referendo de independência”.

“O fator chave deste processo é que foi acordado entre o Governo do Reino Unido e o da Escócia. Ambos os Governos estão a atuar em defesa do interesse da Escócia e do resto do Reino Unido. Essa é uma diferença crucial”, destacou, recordando que este ponto foi já apontado por diversas vezes pelo Governo espanhol.

Com ou sem diferenças, as comparações entre os dois momentos políticos tem vindo a aumentar, evidenciando-se, por exemplo, na cobertura que grande parte da imprensa internacional deu às manifestações que na passada quinta-feira marcaram a Diada, o dia regional catalão.

Dezenas de jornais relacionaram, tanto nas suas edições online como na sua cobertura em papel, as aspirações na Catalunha com o referendo de quinta-feira na Escócia.

E o mesmo deverá voltar a acontecer, especialmente porque esta semana será marcada, na Catalunha, pelo tema da consulta prevista para 9 de novembro, que deverá dominar tanto o Debate de Política Geral, no parlamento regional, como a sessão extraordinária de sexta-feira.

Assim, depois de três dias de debate político, que começa hoje à tarde, haverá uma interrupção de um dia – na quinta-feira, dia do referendo na Escócia – antes das forças políticas catalães aprovarem a nova lei de consultas.

O diploma é essencial na estratégia catalã para contornar a oposição à consulta do parlamento nacional espanhol e pode ser um elemento central de resposta a uma eventual decisão negativa do Tribunal Constitucional sobre essa mesma consulta.

Mesmo reconhecendo as diferenças, tantos os defensores como os opositores à consulta reconhecem que o que acontecer na Escócia pode acabar por ter impacto na Catalunha.

Daí que se antecipe no debate de sexta-feira – e independentemente de qual for o resultado na Escócia – amplas referências ao histórico referendo de quinta-feira.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …