Redes sociais apertam Trump. Facebook elimina publicação, Twitter deixa ultimato

Yuri Gripas /ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

A rede social Facebook apagou esta quarta-feira, pela primeira vez, uma publicação do Presidente norte-americano, Donald Trump, alegando que em causa estava um conteúdo com afirmações falsas sobre a covid-19.

Em causa está um vídeo de uma entrevista que Donald Trump concedeu à emissora Fox News e durante a qual afirma que as as crianças são “quase imunes” ao novo coronavírus, defendendo por isso que devem regressar às escolas.

“O vídeo inclui afirmações falsas de que um grupo de pessoas é imune à doença, o que representa uma violação das nossas políticas sobre desinformação“, informou um porta-voz da rede social liderada por Mark Zuckerberg, em declarações à agência AFP.

Esta é a primeira vez que o Facebook, que tem sido criticado por “tolerar” publicações do Presidente dos Estados Unidos com informação falsa ou errada, elimina uma publicação de Donald Trump, frisa o jornal britânico The Guardian.

Também a rede social Twitter baniu a conta para a campanha de reeleição de Donald Trump por causa do mesmo vídeo, escreve o semanário Expresso. E deixa um ultimato: enquanto não apagar o tweet que promove o mesmo vídeo sobre a alegada imunidade das crianças contra a covid-19, está proibida de fazer novas justificações.

O Twitter apresentou os mesmos argumentos do Facebook para justificar a sua ação: as imagens violam “as regras sobre a covid-19 e desinformação”.

O jornal norte-americano The Washington Post revelou esta semana que o Facebook não apaga publicações falsas de políticos no Facebook, ao contrário do que acontece com os restantes utilizadores da mesma rede social.

De acordo com o mesmo jornal, que analisou a base de dados do Facebook no que respeita a anúncios, a campanha de Donald Trump divulgou versões falsas de várias notícias pelo menos 22,5 milhões de vezes em mais de 1.400 anúncios, que custaram entre 350 mil dólares (cerca de 300 mil euros) e 553 mil (aproximadamente 453 mil euros).

Quanto à alegação do Presidente norte-americano sobre a alegada resistência das crianças contra o novo coronavírus, não há qualquer prova científica que permita concluiu que as crianças são praticamente imunes, havendo inclusive registo de crianças em estado grave depois de contraírem a doença.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Interessante os mesmos meios não terem uma política ‘standard’ para todos; tal como existem provas factuais – claro que desde que prestaram declarações e foram pressionados agora vemos a retaliação.

    É muito simples: retira-los da secção 230 visto que se estão no papel de “censura” o mesmo artigo não faz qualquer sentido.

    Há muito que o mesmo já devia ter sido retirado – e isto para que assim exista uma neutralidade e uma verdadeira liberdade de expressão de acordo com a Constituição dos EUA, e não uma farsa perpetuada pela big tech que contra estas paltaformas de “social media.”

  2. Está na altura de mudar para outra rede social. Para quem não percebe a gravidade disto:
    “Maria João Brito explica que (..) Por outro lado, “as crianças têm uma imunidade mais forte, a chamada imunidade inata, que vai desaparecendo ao longo da vida e que é uma imunidade que também é mais capaz de combater os vírus”. Uma outra explicação poderá estar relacionada com o facto de “as crianças fazerem muitas infecções virais”: “elas não contactaram com outros vírus que circulam habitualmente e, portanto, talvez o facto de haver outros vírus a competir possa fazer com que as crianças se infectem menos”, conclui a especialista.” in Jornal Público a 07/05/2020.

    Maria João Brito é pediatra infecciologista do Hospital Dona Estefânia.

    Os média deviam estar ao rubro com este ataque à liberdade de informação. Em vez disso publicam a notícia como se fosse um procedimento natural e merecido.

  3. o que vale, a julgar pelo que aqui escrevem os seguidores do talibã TRAMPA é que se o pistoleiro é um imbecil cretino os seguidores nessa matéria levam-lhe uma enorme dianteira. Faz para o mês que vem 44 anos que foi lançado o filme “Brutti, sporchi e cattivi” Feios, Porcos e Maus do qual me lembro sempre que vejo os seguidores de Giacinto TRAMPA com uma pequena grande diferença é que agora o titulo é mais cheio “Brutti, sporchi, cattivi e grassi”. os actuais à semelhança dos de 1976 também me divertem muito.

  4. Que ele é pouco responsável ou competente nas afirmações que tem feito é uma verdade, mas fazer censura a tal ponto possivelmente não serão melhores que ele quando afinal no facebook e outros meios de comunicação passa tanta [email protected] bem mais provocante sobretudo para menores.

  5. O Facebook, esse bastião da verdade, da ciência e da cultura, do alto da sua inquestionável superioridade ética e moral, e numa postura neutra, desinteressada e democrática, brandiu a sua espada libertária e humanista em nome do povo.

RESPONDER

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …

"Integral confiança". Chega segura militantes acusados de agredir homossexual

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que mantém "integral confiança" nos candidatos e estruturas local e distrital de Viseu, referindo que só se pronunciará sobre alegadas agressões de motivação homofóbica naquela cidade depois de apurados os …

Há dezenas de autarcas envolvidos em processos sem fim à vista

Dezenas de autarcas foram neste mandato acusados por corrupção, negócios imobiliários duvidosos e abuso de poder, entre outros, em processos judiciais que se arrastam, na maioria, sem desfecho à vista a dois meses de novas …

Milhares de pessoas manifestam-se na Austrália contra o confinamento

Milhares de australianos manifestaram-se, este sábado, em várias cidades do país contra as restrições impostas pelo Governo para controlar o aumento de casos de covid-19. Em Sidney, cerca de mil manifestantes protestaram contra o confinamento decretado …

Há 406 farmácias com testes comparticipados pelo Estado

Há 406 farmácias de 104 laboratórios em Portugal continental com testes comparticipados pelo Estado. Saiba quais. O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) atualizou recentemente a lista das farmácias e laboratórios que disponibilizam testes …

Há 33 cursos com emprego garantido. Abandono no Ensino Superior aumentou

Este ano, há 30 licenciaturas e três mestrados integrados sem recém-diplomados inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional. Segundo o Observador, o número total (33) é inferior ao de 2020 e de 2019, quando foram …

Chegada de emigrantes obriga autarcas do Interior a apertar as regras

Os autarcas do Interior do país, sobretudo de regiões onde a variante Delta ainda não se impôs e o número de novos casos de covid-19 não limita o quotidiano das populações, estão preocupados com o …

Jovens com menos de 20 anos vacinados numa "happy hour" em Lisboa

Alguns jovens com menos de 20 anos foram vacinados no centro de vacinação do Altice Arena, em Lisboa, depois de terem sido informados que havia "sobras". Task force já negou essa explicação. A situação foi denunciada, …

John Textor diz que reação da SAD do Benfica é "cómica"

O empresário norte-americano que chegou a acordo com o "rei dos frangos" para comprar 25% da Benfica SAD considera que a reação à sua aproximação é "cómica". Este mês, a Benfica SAD comunicou à Comissão de …

Rio acusa Cabrita de "mentir aos portugueses e no Parlamento" sobre festejos do Sporting

Rui Rio acusou o ministro da Administração Interna de "mentir aos portugueses e mentir no Parlamento" e justificou o motivo que levou o PSD a recorrer à figura da audição potestativa, a que os partidos …