Redes sociais apertam Trump. Facebook elimina publicação, Twitter deixa ultimato

Yuri Gripas/ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

A rede social Facebook apagou esta quarta-feira, pela primeira vez, uma publicação do Presidente norte-americano, Donald Trump, alegando que em causa estava um conteúdo com afirmações falsas sobre a covid-19.

Em causa está um vídeo de uma entrevista que Donald Trump concedeu à emissora Fox News e durante a qual afirma que as as crianças são “quase imunes” ao novo coronavírus, defendendo por isso que devem regressar às escolas.

“O vídeo inclui afirmações falsas de que um grupo de pessoas é imune à doença, o que representa uma violação das nossas políticas sobre desinformação“, informou um porta-voz da rede social liderada por Mark Zuckerberg, em declarações à agência AFP.

Esta é a primeira vez que o Facebook, que tem sido criticado por “tolerar” publicações do Presidente dos Estados Unidos com informação falsa ou errada, elimina uma publicação de Donald Trump, frisa o jornal britânico The Guardian.

Também a rede social Twitter baniu a conta para a campanha de reeleição de Donald Trump por causa do mesmo vídeo, escreve o semanário Expresso. E deixa um ultimato: enquanto não apagar o tweet que promove o mesmo vídeo sobre a alegada imunidade das crianças contra a covid-19, está proibida de fazer novas justificações.

O Twitter apresentou os mesmos argumentos do Facebook para justificar a sua ação: as imagens violam “as regras sobre a covid-19 e desinformação”.

O jornal norte-americano The Washington Post revelou esta semana que o Facebook não apaga publicações falsas de políticos no Facebook, ao contrário do que acontece com os restantes utilizadores da mesma rede social.

De acordo com o mesmo jornal, que analisou a base de dados do Facebook no que respeita a anúncios, a campanha de Donald Trump divulgou versões falsas de várias notícias pelo menos 22,5 milhões de vezes em mais de 1.400 anúncios, que custaram entre 350 mil dólares (cerca de 300 mil euros) e 553 mil (aproximadamente 453 mil euros).

Quanto à alegação do Presidente norte-americano sobre a alegada resistência das crianças contra o novo coronavírus, não há qualquer prova científica que permita concluiu que as crianças são praticamente imunes, havendo inclusive registo de crianças em estado grave depois de contraírem a doença.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Interessante os mesmos meios não terem uma política ‘standard’ para todos; tal como existem provas factuais – claro que desde que prestaram declarações e foram pressionados agora vemos a retaliação.

    É muito simples: retira-los da secção 230 visto que se estão no papel de “censura” o mesmo artigo não faz qualquer sentido.

    Há muito que o mesmo já devia ter sido retirado – e isto para que assim exista uma neutralidade e uma verdadeira liberdade de expressão de acordo com a Constituição dos EUA, e não uma farsa perpetuada pela big tech que contra estas paltaformas de “social media.”

  2. Está na altura de mudar para outra rede social. Para quem não percebe a gravidade disto:
    “Maria João Brito explica que (..) Por outro lado, “as crianças têm uma imunidade mais forte, a chamada imunidade inata, que vai desaparecendo ao longo da vida e que é uma imunidade que também é mais capaz de combater os vírus”. Uma outra explicação poderá estar relacionada com o facto de “as crianças fazerem muitas infecções virais”: “elas não contactaram com outros vírus que circulam habitualmente e, portanto, talvez o facto de haver outros vírus a competir possa fazer com que as crianças se infectem menos”, conclui a especialista.” in Jornal Público a 07/05/2020.

    Maria João Brito é pediatra infecciologista do Hospital Dona Estefânia.

    Os média deviam estar ao rubro com este ataque à liberdade de informação. Em vez disso publicam a notícia como se fosse um procedimento natural e merecido.

  3. o que vale, a julgar pelo que aqui escrevem os seguidores do talibã TRAMPA é que se o pistoleiro é um imbecil cretino os seguidores nessa matéria levam-lhe uma enorme dianteira. Faz para o mês que vem 44 anos que foi lançado o filme “Brutti, sporchi e cattivi” Feios, Porcos e Maus do qual me lembro sempre que vejo os seguidores de Giacinto TRAMPA com uma pequena grande diferença é que agora o titulo é mais cheio “Brutti, sporchi, cattivi e grassi”. os actuais à semelhança dos de 1976 também me divertem muito.

  4. Que ele é pouco responsável ou competente nas afirmações que tem feito é uma verdade, mas fazer censura a tal ponto possivelmente não serão melhores que ele quando afinal no facebook e outros meios de comunicação passa tanta merd@ bem mais provocante sobretudo para menores.

  5. O Facebook, esse bastião da verdade, da ciência e da cultura, do alto da sua inquestionável superioridade ética e moral, e numa postura neutra, desinteressada e democrática, brandiu a sua espada libertária e humanista em nome do povo.

RESPONDER

Bayern Munique vence Sevilha e conquista a Supertaça Europeia

O Bayern Munique conquistou, esta quinta-feira, a Supertaça Europeia, ao derrotar o Sevilha por 2-1, em Budapeste, na Hungria. Os alemães do Bayern Munique conquistaram a Supertaça Europeia pela segunda vez ao derrotarem os espanhóis do …

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na Bíblia

Os textos da Bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …

Autoeuropa confirma que não irá renovar contrato a 120 trabalhadores

A administração da fábrica de automóveis Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, confirmou, esta quinta-feira, que não vai renovar os contratos a termo de 120 trabalhadores ligados à produção dos veículos MPV (Multi-Purpose Vehicle). "A Autoeuropa reafirmou a …

Glaciar na Islândia "escondia" bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas. De acordo …

40 anos depois, assassino de John Lennon pede desculpa pelo crime "desprezível"

Mark David Chapman, o homem que assassinou John Lennon, diz que matou o ex-Beatle por "raiva e ciúmes" e pediu desculpa a Yoko Ono, 40 anos depois. Em 1980, Chapman atingiu John Lennon com quatro tiros …

Reportado o primeiro caso de parkinsonismo após infeção de covid-19

Um homem de 45 anos de Israel revelou sintomas da doença de Parkinson (parkinsonismo) logo depois de ter sido infetado com a covid-19. Tal como frisa o portal IFL Science, os vírus foram já muitas …