Centros de saúde da Grande Lisboa criam rede contra mutilação genital feminina

Esta quarta-feira, o Governo lança o projeto “Práticas Saudáveis – Fim à mutilação genital feminina”, cujo objetivo é sensibilizar a população e formar os profissionais.

“Práticas Saudáveis – Fim à mutilação genital feminina” vai ser apresentado esta quarta-feira de manhã pela secretária de Estado da Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, e a sua congénere da Saúde, Raquel Duarte.

De acordo com o jornal Público, estima-se que, em Portugal, 6576 mulheres com 15 ou mais anos tenham sido vítimas de mutilação genital, e que 1830 meninas com menos de 15 anos já tenham sido submetidas à prática ou estejam em risco de o ser.

Apesar de vários projetos, apoios a associações de base comunitária e formação especializada a profissionais, os contactos entre diferentes instituições ainda não estão devidamente formalizados.

É neste contexto que surge este projeto-piloto na região de Lisboa e Vale do Tejo, cujo objetivo é criar uma rede de prevenção e acompanhamento de casos de mutilação genital feminina “com epicentro nas questões da saúde”, descreve Rosa Monteiro.

Segundo o matutino, em foco estão cinco agrupamentos de saúde que englobam os concelhos com estimativas mais elevadas de mutilação genital feminina entre a população. Entre eles estão Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Loures, Moita, Montijo, Odivelas, Seixal e Sintra.

Desta forma, estas unidades são chamadas a integrar a temática da MGF nos planos locais de saúde, na intervenção a nível de saúde escolar e a nível do contacto com outras entidades nos municípios.

Além disso, o protocolo prevê também a “capacitação de profissionais de diversos setores-chave”, como a saúde, educação, justiça, forças de segurança e segurança social.

Rosa Monteiro frisa que este não é apenas um problema de saúde, mas sim “uma questão de direitos humanos, de violência contra as mulheres“.

É por este motivo que estão previstas iniciativas de modo a serem criadas pontes com a comunidade – tanto através de organizações não-governamentais lideranças religiosas como através de atividades que envolvam os projetos do programa Escolhas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …