Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Marcelo Sayao / EPA

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro.

Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, ou simplesmente membros de uma minoria ameaçada no Brasil de Jair Bolsonaro, o recém-empossado Presidente brasileiro que, entre outras medidas, já pediu ao Ministério da Educação que condicione as bolsas a “critérios ideológicos”

Esta sexta-feira, o Instituto de Estudos Superiores da América Latina lançou em Paris uma rede internacional de ajuda a estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados nas suas profissões ou que já tenham sido alvo de algum tipo de violência ou descriminação no Brasil de Bolsonaro.

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa que foi lançada com a presença do filósofo e colunista do jornal Folha de S. Paulo Vladimir Safatle, do cientista político Luiz Felipe Alencastro e de duas historiadoras francesas, Maud Chirio e Anaïs Fléchet, entre outros, escreve o Expresso.

De acordo com a rádio RFI, os lugares depressa esgotaram e a assistir ao evento havia muitas pessoas sentadas no chão do anfiteatro do Instituto. Entre o público estiveram investigadores, professores, ativistas dos direitos dos negros, representantes de movimentos feministas e também membros da comunidade LGBT.

Segundos os planos que estão a ser discutidos pelo Ministério da Educação brasileiro, quase todos podem teoricamente vir a ser alvo de remoção das bolsas de estudo por “critérios ideológicos”.

Durante o lançamento, Paulo Vladimir Safatle lembrou o revisionismo do governo Bolsonaro, que “neste momento mesmo em que falamos, tira dos livros de História a expressão ‘ditadura’ e substitui por ‘movimento’ militar”.

“Acabou, foi uma rutura e é hora de viver o luto desta Nova República. Somos o único grande país da América Latina que elegeu através do voto direto um governo militarista de extrema direita. Isso é inédito no continente. Tudo o que vier a partir de agora não terá conexão com o que quer que seja que tenhamos vivido no passado. Mas não podemos deixar que acabem com a imaginação política do Brasil”, disse Safatle.

Por sua vez, Juliette Dumont, uma das organizadoras, afirmou que esta rede vai ligar-se a outras que já existam com o mesmo propósito, nomeadamente com uma iniciativa norte-americana universitária “que possui o mesmo objetivo e reúne hoje 230 universidades”.

Segundo o semanário, num primeiro momento, este movimento vai lutar contra a recente decisão do governo francês em aumentar em quase 1.500% a taxa de inscrição de cursos de pós-graduação em universidades da França para estudantes não europeus.

“Fomos contactados na Associação pela Pesquisa sobre o Brasil na Europa (Arbre) por diversos estudantes brasileiros que nos relatam que trabalham no Brasil sobre assuntos como a ditadura militar ou temas que são difíceis de serem tratados sob o atual governo e que gostariam muito de vir estudar na França. Já temos colegas brasileiros que foram obrigados a deixar o Brasil por causa de ameaças relacionadas a seu trabalho de pesquisa”, afirmou Dumont.

A iniciativa deverá também criar um canal YouTube que terá como objetivo comentar notícias brasileiras, “um tipo de media acessível ao grande público” para “continuar a “mobilizar a opinião na França e outros países da Europa, e para manter nossa presença na imprensa francesa”, continuou Dumont.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Excelente notícia! É bom lembrar que o PCC também está sendo fortemente perseguido no governo Bolsonaro. Convém levá-los para esse “exílio voluntário” na França.

RESPONDER

Vários enjoos “anormais” a bordo dos novos aviões da TAP

Vários episódios "anormais" de má disposição, enjoos e vómitos foram registados bordo dos novos aviões da TAP Airbus A330neo nos últimos meses, escreve a TSF. De acordo com a rádio, que avança com a notícia …

GNR detém suspeitos que se fariam passar por enfermeiros para roubar idosos

Numa megaoperação levada a cabo pela GNR, foram detidos 13 suspeitos que se fariam passar por enfermeiros para roubar idosos. As rusgas estão a ser feitas em Lisboa e na Margem Sul. A Guarda Nacional Republicana …

Atrasos no Cartão de Cidadão. Governo culpa quem vai para a porta antes de abrir

A secretária de Estado da Justiça fala no "fenómeno" dos cidadãos que vão aos "mesmos serviços, à mesma hora" para pedir ou renovar o Cartão de Cidadão. Os problemas de atendimento nos registos para tratar do …

EUA impõem duras sanções ao Irão. Zarif diz que estão "sedentos por uma guerra"

O Presidente dos EUA assinou esta segunda-feira um decreto que, referiu, impõe sanções "duras" dirigidas ao Guia Supremo do Irão, ayatollah Ali Khamenei, e círculo próximo, além de um reforço generalizado das medidas punitivas à …

Maternidade Alfredo da Costa só tem anestesistas para cinco dias de urgências em agosto

A Maternidade Alfredo da Costa (MAC) só tem anestesistas para cinco dias de urgências no mês de agosto, escreve o Público esta terça-feira.   De acordo com o matutino, que ouviu várias fontes, a Administração Regional …

Funcionários judiciais querem paralisar tribunais. Inspetores da PJ fazem ultimato

A paralisação de cinco dias alternados começa esta terça-feira e vai até 12 de julho. Os inspetoras da PJ dizem que também fazem greve se não obterem resposta da ministra até ao fim de semana. Esta …

Eduardo regressa ao Sporting de Braga

O guarda-redes é o novo reforço do Sporting de Braga, tendo assinado por duas temporadas, informou esta segunda-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Eduardo, que completa 37 anos em setembro, regressa assim ao …

Austronautas aterram no Cazaquistão após missão na Estação Orbital Internacional

Três astronautas regressaram à Terra, esta terça-feira, depois de uma missão de seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). A astronauta norte-americana Anne McClain, o russo Oleg Kononenko e o canadiano David Saint-Jacques pousaram …

IEFP paga até 6500 euros a emigrantes que regressem a Portugal

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tem reservados 10 milhões de euros para os emigrantes ou luso-descendentes que queiram regressar a Portugal, podendo o apoio chegar a 6536,4 euros por família. Estão em …

Dois caças chocaram na Alemanha. Um dos pilotos morreu

Dois caças Eurofighters da Força Aérea Alemã chocaram na região do Meclenburgo-Pomerânia, no norte da Alemanha, esta segunda-feira. Um dos pilotos morreu. Os dois aparelhos, pertencentes às Forças Armadas alemãs, embateram junto ao lago Mueritz, perto …