Recibos Verdes podem pagar mais em 2017

Inácio Rosa / Lusa

João Leão, secretário de Estado do Orçamento

Os trabalhadores a Recibos Verdes podem vir a pagar mais, no próximo ano, com a revisão ao regime contributivo dos trabalhadores independentes que o Governo pretende fazer, admite o secretário de Estado do Orçamento, João Leão.

A proposta de Orçamento do Estado para 2017 (OE 2017), que o governo entregou na Assembleia da República na passada sexta-feira, dá aval à aprovação de mudanças no regime contributivo dos trabalhadores independentes.

“O que se pretende com essa medida é garantir que as contribuições dos trabalhadores reflectem melhor o seu rendimento mais recente, que haja uma melhor adequação entre uma coisa e outra”, afirma João Leão em entrevista à agência Lusa.

O secretário de Estado assume, assim, que este dado novo “pode implicar que o trabalhador paga menos ou paga mais“, conforme os seus últimos rendimentos.

O objectivo é garantir que “os acertos que depois têm de ser feitos sejam menores”, porque a contribuição já “reflectiu melhor o rendimento dos últimos meses do trabalhador”, constata João Leão.

Na proposta do OE 2017, o governo assinala a intenção de fazer a revisão das regras de enquadramento e produção de efeitos do regime dos trabalhadores independentes, de consagrar novas regras de isenção e de inexistência da obrigação de contribuir e alterar a forma de apuramento da base de incidência contributiva, rendimento relevante e cálculo das contribuições.

Para este efeito, o Executivo prevê “determinar que as contribuições a pagar têm como referência o rendimento relevante auferido nos meses mais recentes, de acordo com períodos de apuramento a definir”, e assegurar que o montante anual de contribuições a pagar é o resultado da aplicação de taxas contributivas ao rendimento relevante anual.

Actualmente, os trabalhadores a recibos verdes são colocados num dos 11 escalões contributivos e duas vezes por ano podem pedir para mudar de escalão, mas o processo tem gerado vários problemas burocráticos.

Precários Inflexíveis desconfiados… mas expectantes

A plataforma Precários Inflexíveis já reagiu às declarações do secretário de Estado, considerando que as suas explicações são “demasiado gerais e ficam dúvidas em relação a questões muito importantes“.

Entre os aspectos considerados pouco claros, a plataforma nota que é preciso “esclarecer qual será o valor mínimo” mensal de contribuições que os detentores de Recibos Verdes terão que pagar, “em que situações [essa regra] se aplica e como pode ser feita essa compensação”.

Apesar de notar que a actual “indefinição não contribui para a confiança necessária”, lembrando os sucessivos “enganos” dos governos anteriores, a plataforma manifesta agrado com a intenção do Executivo de “finalmente” aprovar “um novo regime de contribuições para quem trabalha a recibos verdes”, tanto mais “depois de anos de regras absurdas e muito injustas”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Professora que revelou o que ia sair no exame de Português vai ser demitida

A professora, que foi presidente da Associação de Professores de Português, que em 2017 divulgou o conteúdo do exame de Português foi demitida pelo Ministério da Educação. Edviges Ferreira foi considerada culpada por ter partilhado o …

Asteróide passa esta sexta-feira entre a Terra e a Lua

Um asteróide de grandes dimensões, recentemente descoberto, voará esta semana a uma distância relativamente próxima da Terra, avança o o Centro de Estudos de Objetos Próximo da Terra da agência espacial norte-americana. O asteróide, designado como …

A Física diz que nunca tocamos realmente num objeto

Se está, neste momento, com o telemóvel na mão ou a tocar no seu computador para conseguir ler esta notícia, desengane-se: segundo a Física, não está a tocar em nada. Tudo o que conseguimos ver, tocar …

Se os buracos negros o confundem, prepare-se para os buracos brancos

Os buracos negros podem ser o mistério mais atraente do Universo, mas não são o único tipo de "buraco" no Espaço. Os buracos negros atraem a atenção de muitos amantes de astronomia por serem tão misteriosos. …

MySpace perdeu 12 anos de músicas, fotografias e vídeos

A rede social MySpace anunciou que perdeu todas as músicas, fotografias e vídeos com mais de três anos. A perda de conteúdo deveu-se a uma falha na migração de servidor. O MySpace, outrora uma das maiores …

Pela primeira vez uma mulher vence o prémio Abel, o "Nobel" da matemática

A matemática pioneira Karen Uhlenbeck, antiga professora da Universidade do Texas, em Austin (Estados Unidos), recebeu o Prémio Abel de 2019, tornando-se a primeira mulher a receber a distinção, uma das mais ilustres na área. A …

Após 65 anos, diário revela romance entre rei belga e a madrasta

O rei Balduíno da Bélgica terá mantido uma relação secreta com a madrasta, a princesa Lilian, segunda esposa do seu pai, Leopoldo III. A revelação foi feita 65 anos depois, através dos diários do ex-primeiro-ministro …

Estudo revela que consumo diário de canábis aumenta risco de psicose

O consumo diário de canábis, sobretudo de elevada potência, está fortemente ligado ao risco de desenvolver uma psicose, conclui um estudo, que analisou pessoas em 11 locais da Europa e um no Brasil. Vários estudos observacionais …

Uma bebé nasceu "grávida" do seu irmão gémeo

Mónica Vega realizou uma ecografia durante o sétimo mês da sua gravidez daquela que seria a sua terceira filha. Mas, nas imagens, descobriu que dentro da sua bebé estava outro feto mais pequeno. O caso, que …

Só há um país na União Europeia com melhores estradas que Portugal

Portugal é o segundo estado-membro da União Europeia com estradas com mais qualidade e tem registado desde 2010 uma diminuição do número de mortes em acidentes de viação, revela um relatório divulgado esta terça-feira pela …