MP abre inquérito ao caso do recém-nascido encontrado em caixote do lixo em Lisboa

Um recém-nascido foi na terça-feira encontrado no interior de um caixote do lixo em Lisboa, tendo sido transportado com vida para o Hospital D. Estefânia, disse à Lusa fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP).

“Um recém-nascido foi encontrado ao final da tarde por um sem-abrigo no interior de um caixote do lixo, ainda com vestígios do cordão umbilical”, afirmou fonte da PSP.

Segundo a mesma fonte, o recém-nascido foi encontrado num contentor perto de um estabelecimento de diversão noturna, na Avenida Infante D. Henrique, em Lisboa. “Foi transportado para o Hospital D. Estefânia num estado de fragilidade, mas com vida”.

Segundo as autoridades, o bebé terá sido abandonado de manhã, mas o alerta às autoridades foi dado ao fim da tarde, às 17h32, segundo a TVI, que avançou a notícia. Foi nessa altura que foram acionados para o local os meios urgentes de socorro.

Como ainda possuía parte do cordão umbilical, as autoridades acreditam que o parto tinha ocorrido recentemente. De acordo com o Observador, o bebé do sexo masculino está “clinicamente bem e estável”. A criança está em observação e continuará nos cuidados intensivos do Hospital Dona Estefânia.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária. Entretanto, o Ministério Público anunciou a instauração de um inquérito para averiguar o caso.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto o nosso estado português não der mais suporte financeiro às mães, irão continuar a haver bebés indesejados e tragédias deste tipo irão continuar a acontecer. Os nossos políticos continuam a queixar-se de não haver natalidade no nosso país, mas as condições são miseráveis quando comparadas com outros países da União Europeia. Portugal, um país envelhecido vai continuar a envelhecer enquanto não houver mudanças fundamentais de suporte à natalidade.

      • A culpa, caro Eu! não morre sozinha! A culpa é obviamente da mãe mas também há que se criar condições/soluções para o aumento de natalidade em Portugal. Se se preocupassem primeiro com as nossas condições e depois com as condições dos outros, como os migrantes por exemplo, estávamos bem! Cuidem primeiro dos nossos, digo eu! E depois tratem dos outros, agora quando temos uma casa desorganizada e estamos a tentar organizar a casa dos outros – isso meu caro, não faz sentido nenhum. A culpa é sim do nosso Estado e da hipocrisia de uma grande parte da nossa população que andam a olhar para o mal alheio antes de verem o mal que existe cá em primeiro lugar.

    • Para si,…… SR. ESCLARECIDO, o facto do Estado não subvencionar suficientemente as “Mães” que neste caso de Mãe nada tem esta progenitora ; justifica a tentativa de infanticídio de forma mais cruel que há ????????….de certeza que não pensou primeiro no que escreveu !…ESCLAREÇA as ideias primeiro antes de caucionar tais actos !

  2. Não se pode usar o Estado o qualquer outro alibi para se descartar a vida humana como um objeto ou animal fosse, e que neste caso foi tratado como lixo pela “mãe”.

    Mas pelo menos não se lembrou de lhe tirar a vida à nascença.

  3. Nada justifica tais atos, e quanto a isso estamos de acordo, e eu também me sinto revoltado com o que aconteceu e defendo que esta mãe tem que ser encontrada e condenada! Mas desengane-se quando diz que eu não penso antes de dizer o que digo! O nosso estado também tem a responsabilidade e o dever de proteger as crianças e promover a natalidade.

  4. Quanto a mim é imperdoável tal acto por parte da mãe, até porque nove meses de gestação creio serem suficientemente suficientes para a mesma meditar sobre a atitude a tomar, seja qual for o grau de dificuldade financeira ou outro haveria tempo para recorrer a alguém ou qualquer instituição para pedir ajuda. Trata-se aqui de um caso de malvadez e irresponsabilidade e muito sobretudo de falta de amor materno. Pelos vistos perante a lei que temos e segundo já ouvi na TV a pena a acontecer será leve, mais uma vez o crime compensa o que é lamentável num país dito civilizado.

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …

Douro. Poluição regressa a valores anteriores ao estado de emergência

Os valores de contaminação do estuário do rio Douro, que durante o estado de emergência baixaram a níveis só vistos há mais de 30 anos, já regressaram aos valores pré-pandemia. As boas notícias "rapidamente se esfumaram". …

Reino Unido deixa cair pontes aéreas e prepara levantamento da quarentena para dezenas de países

O Reino Unido vai deixar cair o plano para a criação de pontes aéreas e prepara-se para substituir a medida pela isenção de quarentena para dezenas de países. Dezenas de países vão ficar isentos de restrições …

Medina clarifica críticas em público: eram para chefias regionais (e não para Temido)

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Media, veio esta quarta-feira a público esclarecer as duras críticas que vez relativamente à atuação das autoridades de saúde no combate à pandemia de covid-19. No seu habitual espaço …