//

“Reaparecimento” de Jack Ma faz disparar o valor da Alibaba

Jolanda Flubacher / World Economic Forum

O fundador do Alibaba, Jack Ma

Jack Ma, fundador da Alibaba, participou numa conferência online nesta quarta-feira, depois de mais de dois meses sem aparecer em público, fazendo disparar o valor de mercado da sua empresa, avança a Bloomberg.

De acordo com a agência, o “reaparecimento” de Jack Ma fez com que o valor de mercado da Alibaba subisse, no mesmo dia, até aos 58 mil milhões de dólares.

A ausência do empresário da esfera pública gerou alguma incerteza entre os investidores, mas acabou por culminar num “suspiro de alívio”.

Apesar de existir ainda algum receio sobre as medidas tomadas pelos reguladores chineses, a participação de Jack Ma nesta conferência mostra que o seu estatuto é “muito melhor do que alguns especulam”, disse Fang Kecheng, professor da Universidade de Hong Kong, na China, em declarações à Bloomberg.

A Alibaba ainda não saiu da ‘casa do cão’, mas pelo menos ficou claro que a campanha anti-monopólio que vigora atualmente não visa punir Jack Ma“, acrescentou Zhang Fushen, analista sénior da Shanghai PD Fortune Asset Management.

O fundador da gigante do comércio eletrónico chinês reapareceu, esta quarta-feira, numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro.

No vídeo, publicado no site do jornal chinês Tianmu News, da sua província natal (Zhejiang), Jack Ma cumprimenta uma centena de professores rurais do país selecionados para um prémio. “Quando a epidemia acabar, voltaremos a encontrar-nos”, afirmou.

Embora o seu discurso não faça qualquer menção à sua situação, o bilionário afirmou que durante “os últimos seis meses”, ou seja, um período que inclui o tempo em que esteve longe dos holofotes, tem participado ativamente no processo de seleção de professores para o prémio que apresentou.

Ma não aparecia em público desde finais de outubro de 2020 e a imprensa internacional tinha especulado sobre o seu paradeiro, chegando mesmo a utilizar o termo “desapareceu” após o atrito que teve com o Governo chinês, que forçou a suspensão, em novembro, da Oferta Pública Inicial da sua empresa Ant Group.

O grupo seria objeto da maior oferta pública de aquisição da história.

Na sua última aparição pública, dias antes de se ter gorado a Oferta Pública Inicial, Ma tinha feito um discurso altamente crítico da estratégia de Pequim de minimizar os riscos no sistema financeiro e dos bancos tradicionais, que, segundo o bilionário, ainda são geridos como “lojas de penhores”.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.