RBS prevê que garrote da Esquerda vai sufocar Portugal

A economia portuguesa está demasiado exposta a riscos num ano de 2016 que pode ser de cataclismo para as finanças mundiais. O alerta é do Royal Bank of Scotland (RBS), que evidencia as fragilidades políticas do país e os “garrotes estruturais”.

“A incerteza política e a estagnação das reformas vão prejudicar a economia, evidenciando as suas debilidades estruturais”, eis a análise do Royal Bank of Scotland (RBS), conforme cita o Diário Económico com base no relatório “The Revolver”.

Este banco de investimento, um dos mais influentes do mundo, aconselha os investidores a venderem tudo, vaticinando que 2016 vai ser um ano de cataclismo para a economia mundial.

Portugal é um dos países que corre sérios riscos por causa da instabilidade política e de algumas medidas que já foram aprovadas pelo governo de António Costa, com o apoio da esquerda parlamentar.

“Com um Governo minoritário de esquerda que ameaça reverter muitas das necessárias reformas, a retoma de Portugal está em risco“, salienta-se no relatório do RBS referente aos desenvolvimentos macroeconómicos em 2016.

O banco refere, nomeadamente, o facto de o Bloco de Esquerda defender “a reversão de reformas consideradas estruturais pelo RBS”, citando-se “o aumento do salário mínimo, o fim do congelamento das pensões e o cancelamento dos cortes salariais para os funcionários públicos“.

O governo já decidiu o aumento do salário mínimo para os 530 euros, procedeu ao descongelamento das pensões mais baixas e reverteu os cortes salariais na Função Pública.

Estas circunstâncias poderão prejudicar a economia nacional, vaticina o RBS, frisando que “a dívida pública é demasiado elevada, em torno de 130% do PIB”.

“O baixo investimento e o peso da dívida implicam que à falta de estímulos orçamentais, a retoma portuguesa depende das reformas estruturais”, atira ainda o Banco de Investimento, concluindo que os “garrotes estruturais” estão a prejudicar “uma das maiores histórias de sucesso na periferia” da Europa.

“Uma reversão nas reformas que provoque a deterioração das condições económicas pode limitar o seu [do Governo] tempo no poder”, atesta o RBS, conforme transcreve o Económico.

O alerta do Banco relativamente à instabilidade política estende-se à globalidade da Zona Euro, particularmente em relação a Espanha, onde se prevêem contudo, menos riscos para a economia.

ZAP

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Estes alertas são *extremamente* suspeitos. Ontem li o artigo onde o RBS alertava para uma crise igual à de 2008 prevista para este ano, por causa da crise na China. Isto já era há muito esperado, que aconteça este ano não surpreende. Mas o alerta para o mundo inteiro. Agora, eis que de repente afinal o alerta já não é para todos – o problema é o governo de esquerda do n/ país e a conversa é igual à do troika!!! Como se costuma dizer: “Vão-se catar!!!” Isto vem é tudo do mesmo sítio! E mete nojo!

  2. Não se trata só do facto de ser estranho. Nesta notícia é preciso determinar o objectivo, e a origem, a forma como foi tratada a informação, qual a agência de notícias que a difunde e, já agora, vender a quem? Isto é um aviso para os grandes ou pequenos investidores? É para os pequenos venderem aos grandes, a preço da chuva? As coisas ditas desta forma, sem mais explicações e justificações, cheira-me a esturro.

  3. É evidente que com um desgoverno dito “de esquerda” as coisas podem complicar-se bastante. Basta ver os exemplos das bancarrotas que já houve, a última das quais em 2011. Não chegou a haver bancarrota porque os credores puseram travões e a troika pôs os trabalhadores e reformados a pagar o aventureirismo de um desgoverno também dito e esquerda. Agora com este desgovermo onde a sociedade jerónimo & martins, lda. é quem mais ordena, as coisas podem complicar-se. Um desgoverno que pensa que o dinheiro cai do Ceu e que só protege grevistas e vadios.

    • No seu entender, desiludido “Boa Governação” é tirar aos reformados e trabalhadores, para dar à Banca privada. Vá-se catar … São as migalhas que dão aos trabalhadores é que leva à banca rota? Ao menos esses não põem o dinheiro em 0ffshores, gastam-no cá!

  4. Ó Licas,.. abre os olhos… e deixa de ouvir a música que a esquerda te dá. Com olhos e ouvidos atentos perceberias que o RBS ontem e como bem referiu, fez uma previsão bastante catastrófica para 2016. Esta, que a presente notícia retrata apenas se refere a Portugal. Para além da conjuntura externa ser negativa, em Portugal, o designado garrote de esquerda ainda poderá provocar males maiores. Não é difícil perceber! Ó Licas, Licas…

  5. Estranho que os RBS’s tão actuais e comentadores de hoje NÃO tenham sido tão comentadores ALARMADOS quando um “senhorito”, que foi responsável pela RESERVA FEDERAL U. S, durante 20 anos, reconheceu o ERRO de ACREDITAR NA AUTO REGUALÇÃO DOS MERCADOS LIBERALISADOS, que ele promoveu e implementou, e cujos resultados foram DESASTROSOS : ainda hoje sofremos esse liberalismo desumano financeiro de casino! e vamos continuar a sofrer. Nesse tempo, o do reconhecimento da falência do liberalismo dos mercados!, as noticias foram METEÓRICAS e muito POUCO DIVULGADAS ou comentadas pelas notadoras de “ratings” e banqueiros ou bancários especuladores e/ou outros “generosos” BENFEITORES “caridosos” das sociedades actuais.

  6. Oh Consciência, tem lá paciência… Menos discurso de Direita ressabiada e mais bom senso na testa!..

    Então um banco é que vem dar bons conselhos sobre o que é melhor para a população??… A banca e os grandes interesses económicos privados querem saber é do seu umbigo… E não de diagnósticos sobre o que é melhor para os cidadãos. Bem fez a Islândia que lhes meteu a nú as falcatruas com que sugam a população e as sociedades, e espetou com as sanguessugas no xilindró!
    É preciso ser muito anjinho para se achar que a banca alguma vez dá algum conselho que não seja para perpétuar a escravização dos cidadãos, que desde o tempo dos Medici na Itália Renascentista, são vistos como fonte de receita para a banca.

    Se bem virmos, o RBS não vem dizer nada sobre as rendas pagas pelo Estado às deficitárias PPPs ou aos BANIFs, Novos Bancos, BPNs e SLNs… Isso é bem que o Estado injecte dinheiro! Agora aumentar 25 Euros os ordenados ou acabar com os cortes nas pensões, Isso é que é catastrófico. Isto em qualquer filme de Hollywood era a cara do Império do Mal!.. Mas nesta vida real de gente estúpida que ainda vê a política como clubes de futebol de esquerda e direita, os bons são os gajos que dizem que a dignidade dos mais desfavorecidos é um garrote para a continuidade da polarização da riqueza a favor da alta finança!

    Até o FMI já admitiu que a austeridade afinal foi contraproducente, mas os cromos do RBS só chegaram agora a meio do filme e ainda vêm com conversas de que Portugal estava no caminho da retoma. Estava no caminho de continuar a alimentar a clientela privada da Troika, isso talvez! E agora o garrote foi a essa merda. Ainda bem! Garrotem-lhes mas é as vias venéreas para que não se consigam reproduzir!

  7. A esquerda, sempre a esquerda, sempre minoritária e assusta tanto os DDT? Afinal isto analisado à lupa de um psicólogo, era capaz de se explicar. Se a esquerda mostra como se faz BEM ou MUITO MELHOR sem escravatura, seja ela qual for, então realmente mete medo, porque os que ainda não viram ou continuam a não querer ver, são mesmo obrigados a ver.
    Pobre direita reacionária de privilégios ilimitados, “financeiros, económicos, sociais e até sexuais”, à custa da desgraça humana que teimam em manter. Spartacus impulsionou a revolta dos escravos, porque eles tinham noção que eram escravos. Hoje os DDT sofisticaram as suas atitudes, e os escravos não se assumem como tal e mantêm-nos de boa saúde. Pobres cegos que a vaidade os impede ver!!!…

  8. Os portugueses têm de aprender e emprenhar menos pelos ouvidos e a fazerem tudo para que qualquer borra botas estrangeiro não ande constantemente a dar palpites sobre a nossa economia. Chega! Há cá dentro quem saiba o quer e como fazer para lá chegar, sem precisar de esmolas e de tutelas. A receita e do mais elementar tirocínio: aumentar o consumo interno e as exportações na proporção de 1 para 3. Ou seja, se eu consumir uma garrafa de bom tinto devo, antes, exportar três. Como é que isto se consegue? – Bom eu nunca fui ministro, nunca ninguém me viu, nunca ninguém reparou, ninguém quis saber de mim. Mas a verdade é que quando ponho 100 mil euros de parte exportei 300 mil e paguei todos os impostos. É um mix de disciplina, de estudo, de trabalho e de arrojo. Dia 15 vou para Auckland, não em viagem de turismo bacoco, à funcionário público, mas porque preciso de colocar no mercado mundial 15 milhões de euros de produtos portugueses…

  9. Por cá continuam os esquerdolas sempre confiantes de que são eles a impor as leis e que são eles que mudam a situação para melhor, de facto de cada vez que teimaram em aventuras tivemos a visita do FMI e agora da Troika, já lá vão três sempre à conta do mesmo partido, portanto não estou a ver motivos para regozijo e perguntamos então porque falharam, certamente irão dizer que a culpa são dos outros sobretudo das instâncias internacionais, mas então porque cedem? Recordo Hollande que ameaçava bater o pé à senhora Merkel, anda mansinho e obediente como um cachorro, o senhor Stripas ia pôr toda a Europa a seus pés, terminou em lambe-botas de todos, afinal onde estão as glórias dessa esquerda radical que põe um povo no paraíso de um momento para o outro?.

  10. Com tudo o que anda para aqui a ser dito sou posso concluir que este país está perdido… Parece que as intelectualidades de esquerda ainda não perceberam que só se pode distribuir aquilo que se tem! Sim, esse é o problema. Já dizia a outra que o socialismo termina quando acaba o dinheiro dos outros. Aqui como no Brasil, Venezuela, Argentina e em muitos outros locais onde a esquerda assume (ou assumiu) um papel preponderante, o resultado está à vista. Défice orçamental é a regra. Sim, mas isso implica que no futuro temos uma conta a pagar. E não vale a pena pensar que essa conta nunca nos será apresentada. Sim, temos de pagá-la. Não podemos pagar os salários que pagamos; não podemos pagar as pensões que pagamos. Caso contrário os nossos filhos estão f******. Alguém vai ter de pagar a festa. Abram os olhos e quanto a si, Miguel Queiroz, reina tanta confusão na sua mente que tem de apagar tudo e procurar começar de novo.

  11. “A dívida pública é demasiado elevada, em torno de 130% do PIB”. E quem foi o desgoverno, a idealogia e o cretino pm (primeiro manhoso ou mentiroso) que levou a tal??? Foi o zeca pinosokratino e seu desgoverno xuxalista de 2005-junho 2011, que duplicaram dívida de 60%PIB para 115%PIB (ie. de 90000 milhoes euro para 175000 milhoes euro), deixaram 750000 desempregados, aumentou salarios em 2009 (ano de eleicoes autarquicas) para cortar 10% e mais os salarios e reformas desde 1 janeiro 2010 (sim 2010, nao foi 2011!!!). Não ha qualquer duvida que o bandalho canalha retorico mentiroso burlao ladrão e pavao zeca sokratino, levou Portugal á 3ª bancarrota xuxalista dos xuxas-nas-listas, realizou inumeras ppp e swaps, alimentou institutos e fundaçoes de boyadas, chamou a TROIKA (que obrigou PSD e CDS a assinarem acordo, como presente envenenado que receberam) e … fugiu para Paris para continuar a burlar Portugal. Para mim, xuxalismo NUNCA mesmo NUNCA MAIS.

    • Olha, olha! Este deve ser mais um leitor assiduo do pasquim Correio da Manhã.
      Psd foi “obrigado” a assinar com a troyka… Deves ser é maluco pá! Foi exactamente ao contrário! O psd e o cds do irrevogável fizeram tudo, mas tudo mesmo, pra meterem cá a troyka. Ainda me lembro do prof pintelho ( Catroga) todo contente a saltitar dum lado pró outro, pudera, com o esquema criminoso de privatizações que a direitalha estava a montar, o “prof. pintelho” começou logo a esfregar as mãos de contente pois já se estava a fazer ao tacho na EDP onde saca 50000 por mês.
      É interessante ver quem é que ganhou com a trampa da troyka por cá. Foi tudo boys do psd e do cds, que, a troco de privatizações arranjaram altos tachos nessas empresas entretanto privatizadas por eles. Querem lá estes trapaceiros saber do país pra alguma coisa!

  12. Anda aqui gente que, das duas uma, ou é distraído ou só diz o que convém.
    Como é que é possivel dizer-se que Socrates foi o causador da crise. Será que esta gentinha ainda não percebeu que a crise, que foi global, foi propositada.
    Já nem vale a pena falar dos “numeros estatisticos” que aqui foram apresentados pelos cromos anteriores a este meu comentário. É dum chocante e gritante desconhecimento da realidade, por isso, faço um convite a estes dois cromos que é o de irem ao site do INE e façam pesquisa sobre os dados económicos REAIS dos anos de 2005 para cá. Talvez fiquem um bocadinho surpresos com o que lá consta, e talvez aprendam alguma coisa antes de vomitarem disparates e historias que alguns jornalecos lhes enfiam pelos olhos adentro…
    Que gentinha sem neurónios, irra!

  13. ´Só leio palhaçadas um fala mal dos bancos e vai la pedir empréstimos e depois a banca e o que ele diz na cabeça dele e os inconscientes( caloteiros)
    outros e direita e esquerda são os piores acreditam nos políticos ,
    pediste tens que pagar ,senão não pedisses vive com o que tens
    assim não tínhamos estes problemas para os nossos filhos e netos e bisnetos
    a minha opinião tem todos muita dor de cotovelo e somos um pais de analfabetos porque não temos cabeça para nos governamos

RESPONDER

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …

PCP mantém festa do Avante! e pede calma às "almas mais inquietas"

O secretário-geral do PCP admitiu hoje que “não seria um drama”, devido à pandemia de covid-19, cancelar a festa do Avante, e garantiu que não é por dinheiro que os comunistas estão empenhados em realizá-la …

Futebol inglês aponta regresso para dia 17 de junho

A Liga inglesa de futebol, suspensa desde 13 de março devido à pandemia da covid-19, vai regressar em 17 de junho, com a realização de dois encontros em atraso, de acordo com BBC e Sky …

Estado investe 2.000 milhões na ferrovia, mas comboios vão circular à mesma velocidade

O investimento da Infraestruturas de Portugal deverá rondar os 2.000 milhões de euros, mas este montante servirá quase exclusivamente para eletrificação de linhas e substituição de sinalização. De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal …

SBSR confirma Foals, Local Natives e Boy Pablo para a edição de 2021

Os Foals, os Local Natives e o músico Boy Pablo são os primeiros nomes reagendados para a 26.ª edição do Festival Super Bock Super Rock, remarcada para julho de 2021, foi hoje anunciado. O SBSR deveria …

Artistas com espetáculos cancelados recebem pelo menos 50%

O primeiro-ministro referendou, esta quarta-feira, a lei que regula a possibilidade de festivais e espetáculos no verão e que assegura apoio financeiro a artistas alvo de cancelamento ou reagendamento dos espetáculos por causa da pandemia. Este …

EUA anunciam fim da isenção de sanções no programa nuclear civil iraniano

Os Estados Unidos (EUA) anunciaram na quarta-feira o fim das derrogações que autorizaram até agora projetos relacionados com o programa nuclear civil iraniano, acordo internacional de 2015 do qual Washington se retirou. "Hoje, anuncio o fim …

Violência doméstica, droga, bairros problemáticos. Agentes da PSP obrigados a usar coletes anti-bala

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) decidiu tornar obrigatório o uso de coletes balísticos em oito tipos de situações. De acordo com o Jornal de Notícias, os agentes da PSP vão passar a …

Benfica e FC Porto estão entre os clubes europeus com maior valor comercial

O Benfica e o FC Porto estão em 24.º e 30.º, respetivamente, na lista dos 32 clubes de futebol europeus com maior valor comercial, que é liderada pelos espanhóis do Real Madrid. O Benfica (24.º) e …