Radiação do desastre de Fukushima detetada no Canadá

Ministério da Administração Interna e Transportes do Japão / Wikimedia

Vista aérea da central nuclear de Fukushima

Vista aérea da central nuclear de Fukushima

Pela primeira vez, foi detetada radiação do desastre nuclear de Fukushima na costa da América do Norte, mais precisamente ao largo da costa canadiana. Vestígios de Césio-134 e Césio-137 foram detectados em amostras, mas o nível é baixo e não representa ameaça significativa.

Os investigadores do Instituto Oceanográfico de Woods Hole (WHOI), no Canadá, recolheram amostras ao largo de Ucluelet, uma pequena localidade na ilha de Vancouver, em fevereiro, e afirmam que os níveis de radiação do desastre nuclear japonês – foram detetados vestígios de Césio -134 e -137, dois elementos radioativos – são demasiado baixos para constituírem uma ameaça significativa à vida humana e marinha.

Por exemplo, com os níveis de radioatividade detectados no local, mesmo que uma pessoa nadasse diariamente nas águas à volta da Ilha de Vancouver ao longo de um ano, a exposição à radiação seria mais de mil vezes menor do que a sofrida durante um raio-X, de acordo com o instituto.

Ken Buesseler / WHOI

Ken Buesseler, investigador do WHOI, tem medido os níveis de radioatividade em amostras das águas do Pacífico desde 2011

Ken Buesseler, investigador do WHOI, tem medido os níveis de radioatividade em amostras das águas do Pacífico desde 2011

No entanto, os investigadores alertam para o risco de propagação ao longo da costa da América do Norte: “A radioatividade pode ser perigosa, e devemos monitorizar cuidadosamente os oceanos, depois daquela que é, certamente, a maior libertação acidental de contaminantes radioativos nos oceanos em toda a História”, afirma Ken Buesseler, do WHOI, no comunicado. “Contudo, os níveis que detetámos em Ucluete são extremamente baixos”, garantiu.

Em março de 2011, um terremoto seguido de tsunami atingiu a central nuclear de Fukushima, 209km a nordeste de Tóquio, forçando a evacuação de mais de 160 mil habitantes naquele que configura como o pior desastre nuclear do mundo desde Chernobyl, em 1986.

Os testes realizados no Japão logo depois do desastre mostravam que em cada metro cúbico havia 50 milhões de becquerel (unidade de medida de radioatividade). A amostra da água em Ucluelet continha apenas 1,4 becquerel de césio-134 por metro cúbico e 5,8 becquerel de césio-137.

De acordo com Buesseler, níveis semelhantes de Césio deverão chegar gradualmente às costas norte-americanas, podendo chegar à costa oeste dos EUA. De acordo com o jornal The Globe and Mail, em novembro do ano passado, foi detetada radiação a 150km da costa do norte da Califórnia. “Prever a propagação da radiação torna-se cada vez mais difícil à medida que se aproxima da costa“, alerta o investigador.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aqui a notícia seria: “Radiação do Desastre de Fukushima AINDA NÃO detectada no Canadá”. Agora, isto não é notícia.

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …