Quatro argelinos detidos por invadir pista do aeroporto de Lisboa

Nelson Lourenço / Flickr

Aeronave da EasyJet no Aeroporto da Portela, em Lisboa

O aeroporto de Lisboa esteve hoje encerrado, cerca das 20:00 e por 34 minutos, tendo alguns voos sido desviados para Faro e Porto, disse à Lusa o porta-voz da ANA-Aeroportos de Portugal, Rui Oliveira.

“As operações estiveram encerradas durante 34 minutos e alguns voos foram desviados para Faro e para o Porto”, afirmou.

Depois de abastecer e já no regresso a Lisboa, o comandante voltou a transmitir a mesma informação aos passageiros.

De acordo com um passageiro de um dos voos desviados para o Porto, o comandante comunicou aos passageiros que não ia aterrar em Lisboa “por se encontrarem na pista pessoas não-identificadas que obrigaram a suspender o movimento dos aviões”.

De acordo com fonte policial citada pela SIC Notícias, quatro homens, de nacionalidade argelina, foram detidas depois de terem saído de uma sala de desembarque, por uma saída de emergência, para uma das pistas do aeroporto.

Os quatro indivíduos terão chegado a território nacional num voo proveniente da Argélia.

Segundo a mesma fonte, os quatro indivíduos detidos estarão a ser interrogados no Comando Metropolitano de Lisboa da PSP e serão presentes a tribunal na próxima segunda-feira.

Um dos indivíduos encontra-se ferido, sem gravidade, encontrando-se hospitalizado no Hospital de Santa Maria.

Não há até agora qualquer indicação acerca da razão pela qual os quatro indivíduos abandonaram a zona de embarque e invadir a pista.

Segundo o Público, ter-se-á tratado de uma tentativa de imigração ilegal, e já a semana passada ocorreu um episódio idêntico com cidadãos marroquinos.

Durante o período em que o aeroporto se encontrou encerrado, foram desviados pelo menos 9 voos: cinco voos da TAP, que chegavam de Genebra, Paris, Manchester, Varsóvia e Bruxelas,  dois voos da Easyjet (provenientes de Paris e Londres) e um da Ryanair (vindo de Londres).

ZAP / Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. se são argelinos, logo muçulmanos e estavam a invadir a pista, há uma grande probabilidade de serem terroristas. Mas porque é que deixaram entrar essa gente em Portugal? Fora com eles!

  2. A pouco e pouco vão-se vendo cada vez mais árabes por terras lusas. Em pequenas cidades e sobretudo em Lisboa. Vamos no muito mau caminho e se não se põe cobro a este aumento substancial de muçulmanos estaremos “fritos” muito em breve .

  3. Para fazerem o que fizeram, por bem é que não vieram. Devolvê-los à procedência é pouco e uma chamada de atenção aos dirigentes do país deles é aconselhável para evitar mais fugas para Portugal ou outros países. Ninguém merece gente desta.

RESPONDER

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …

Costa defende na Hungria que Estado de direito não deve ser associado à recuperação

O primeiro-ministro defendeu, esta terça-feira, à saída de uma reunião com o seu homólogo húngaro que a questão do Estado de direito, embora "central" para Portugal, não deve ser relacionada com as negociações sobre o …