Putin alerta: 3ª Guerra Mundial pode ser o fim da civilização

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou sobre uma possível Terceira Guerra Mundial que pode levar ao fim da civilização, acusando os EUA de interromper o equilíbrio nuclear global.

Putin pediu que os EUA e a Rússia voltassem à paridade estratégica, que impediu que a Guerra Fria aquecesse, segundo noticia o The Week.

Num longo programa de televisão, com a duração de quatro horas e meia, o presidente russo abordou uma série de assuntos, desde o aumento dos preços da gasolina e a Copa do Mundo até à sua sucessão, acusando os EUA de romper o equilíbrio do poderio nuclear mundial.

Respondendo a um telespectador preocupado, Putin criticou a decisão dos EUA de se retirarem do tratado de mísseis anti-balísticos da era Soviética em 2002.

“O medo da destruição mutuamente assegurada sempre restringiu e forçou os poderes militares a respeitarem-se uns aos outros”, disse, acrescentado que “a saída dos Estados Unidos do tratado foi uma tentativa de arruinar esse equilíbrio, mas os nossos esforços no desenvolvimento de novas armas preservarão essa paridade”.

A ameaça levemente levantada tem como alvo o Ocidente e continua com a enorme demonstração de força militar iniciada no Dia da Vitória que ocorreu no início deste ano em Red Square, durante o qual o mais recente equipamento militar russo foi apresentado com grande alarido – nomeadamente, “a arma que garante o apocalipse“.

Relativamente às sanções impostas pelo Ocidente que se seguiram à anexação da Crimeia em 2014, Putin mostrou-se otimista, explicando que “está claro para nós que temos que defender os nossos interesses e temos de fazê-lo de forma consistente, e não grosseira ou rudemente, em ambos os casos da esfera da economia e da defesa”.

Questionado se as sanções “sem precedentes” poderiam levar à 3.ª Guerra Mundial, Putin citou Einstein: “Eu não sei com que armas a 3.ª Guerra será travada, mas a 4.ª Guerra Mundial será travada com paus e pedras“.

O presidente russo acrescentou ainda que os interesses de qualquer país não devem ser protegidos “através de confrontos”.

Apesar das advertências sobre um grande conflito à escala global, o Business Insider diz que “talvez mais do que qualquer outro país, a Rússia tenha a capacidade nuclear de acabar com o mundo”.

Com as cerca de 7.000 armas nucleares que constituem o arsenal nuclear mais diversificado e destrutivo do mundo, “Putin pode decidir de forma unilateral embarcar numa guerra que extermine a civilização”, avança o site de notícias.

Durante seu discurso anual sobre o estado do união que fez no início do ano, Putin vangloriou-se da capacidade nuclear do seu país e parecia confirmar a existência de um dispositivo apocalíptico russo, que poderia tornar grandes partes do mundo inabitáveis ​​por décadas.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A União Soviética já não existe. Há algo de estranho no texto. Penso que deveria ser “Putin pediu que os EUA e a Rússia voltassem à paridade estratégica, , que impediu que a Guerra Fria aquecesse (nos tempos da União Soviética)…”

    • Caro Jose,
      Até nem usamos, mas sabemos que o serviço se chama Google Translate – e que “translater” não existe.
      Tem alguma sugestão concreta a fazer em relação a alguma imprecisão que tenhamos cometido?

      • A sugestão é simples… comecem a ler e a reler aquilo que publicam ou mudem de tradutor, investiguem melhor. Já começam a ser muitos erros e não são erros basicos como adicionar ou subtrair letras de palavras. Falo de erros de más traduções de frases e textos.
        Dou como exemplo esta noticia ou falsa noticia:”https://zap.aeiou.pt/maior-icebergue-antartica-morrer-205447″

RESPONDER

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Num novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os investigadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O estudo, …

Brexit. May diz que acordo “ainda é possível”, mas divergência que resta é “frustrante”

A primeira-ministra britânica, Theresa May, admitiu esta segunda-feira que "ainda é possível" um acordo que permita uma saída ordeira do Reino Unido da União Europeia, mas a divergência que resta com Bruxelas é "frustrante. Numa declaração …

Abrandamento económico pode dificultar consolidação orçamental em Portugal

A agência de notação financeira Fitch reconhece a "trajetória firme de descida" da dívida pública portuguesa, mas adverte que o abrandamento da economia e as pressões sobre o investimento poderão dificultar a consolidação orçamental nos …

Cinco detidos na Turquia após morte de 22 migrantes em acidente de viação

Cinco pessoas foram esta segunda-feira detidas na província de Izmir, no sudoeste da Turquia, após um acidente de viação que matou no domingo 22 imigrantes, incluindo crianças, informou a agência turca estatal Anadolu. Entre os detidos …

Celebridade chinesa da internet detida por "desrespeitar" hino da China

A lei do Hino, aprovada no ano passado, prevê detenções até 15 dias ou prisão até três anos para quem cantar a Marcha dos Voluntários de forma "distorcida ou desrespeitosa", em público. Uma celebridade da internet …

Ex-presidente do BPP condenado a cinco anos de prisão

O antigo presidente Banco Privado Português (BPP) João Rendeiro foi esta segunda-feira condenado a cinco anos de prisão por falsidade informática e falsificação de documentos. O fundador do banco poderá ver a pena ser suspensa …

Seis aviões comerciais avistam OVNIs no Chile

Pelo menos seis aviões comerciais — cinco deles da Latam Chile e um da Copa Airlines — comunicaram ao Comité de Estudos de Fenómenos Aéreos Anómalos (CEFAA) o avistamento de objetos voadores não identificados no …

Príncipe Harry e Meghan Markle vão ser pais

O príncipe Harry e a duquesa de Sussex, Megan Markle, estão à espera do primeiro filho. O bebé deverá nascer na primavera, anunciou esta sgeunda-feira o Palácio de Kensington, em comunicado. Megan Markle, a duquesa de …

Carros autónomos chegam hoje às estradas portuguesas

Esta segunda-feira vão começar os primeiros testes a carros autónomos nas estradas portuguesas. A A9/CREL - Circular Regional Externa de Lisboa -, em Lisboa, servirá de teste para as fabricantes. Em parceria com a Brisa e …

Portugueses querem a mesma hora durante o ano inteiro

O resultado de uma sondagem recente revela que a maioria dos portugueses prefere ter a mesma hora durante o ano inteiro, um resultado que vai ao encontro dos resultados do inquérito da Comissão Europeia. O resultado …