Com falta de álcool, PSP desinfeta com água e lixívia

José Sena Goulão / Lusa

O novo diretor Nacional da PSP, Magina da Silva

O diretor nacional da PSP admitiu, esta segunda-feira, que os polícias estão a usar uma mistura de água e lixívia para fazer a desinfeção das mãos e dos materiais de trabalho, uma vez que não têm álcool.

O diretor nacional da PSP, Magina da Silva, foi um dos convidados do último programa “Prós e Contras“, da RTP, na passada segunda-feira, no qual afirmou que, por falta de álcool, os polícias estão a usar uma mistura de água e lixívia para desinfetarem as mãos, os carros e as superfícies de trabalho.

“Na guerra e nos tempos de crise, temos de nos desenrascar”, afirmou o diretor, acrescentando que esta foi uma solução aconselhada pela própria Direção-Geral de Saúde (DGS).

“O gel desinfetante não existe. Está esgotado. Então estamos a fazê-lo com lixívia, numa proporção de uma de lixívia e nove de água, e temos milhares de vaporizadores espalhados por todas as viaturas e por todos os locais de trabalho”, explicou Magina da Silva, citado pelo jornal online Observador.

Relativamente à falta de equipamento de proteção individual, o diretor nacional diz que teve de ser encontrada uma “solução criativa”. “Quando fomos ao mercado, as máscaras e as luvas já estavam esgotadas. A 13 de março, distribuímos 15 mil equipamentos de proteção individual, constituídos por um kit fechado. Fizemo-lo nós porque descobrimos que as máscaras vinham a monte numa caixa. Então, comprámos 25 mil sacos de plástico para congelar, perante supervisão do médico, e embalámos os 15 mil kits individualmente”.

A 12 de março, o Sindicato da Carreira dos Chefes alertou para o facto de várias esquadras do Comando Metropolitano do Porto terem recebido gel desinfetante com um prazo de validade expirado em 2011.

O superintendente falou ainda na necessidade de os testes para detetar a Covid-19 deverem ser prioritários para os polícias. Neste momento, há 11 polícias infetados e 290 de quarentena, por isso, o responsável alerta para o facto de os agentes poderem começar a faltar nas ruas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …