PSD quer cortar metade do IRS dos senhorios nos contratos com mais de 10 anos

O PSD leva esta quinta-feira à Assembleia da República dez projetos-lei sobre habitação e arredamento. Um dos projetos que vai a votos propõe que se reduza a taxa de IRS para senhorios em metade nos contratos com mais de dez anos. Há ainda benefícios fiscais para o arredamento a estudantes. 

O PS admitiu que poderá viabilizar alguns dos dez projetos-lei, mas remeteu uma decisão final para depois da discussão parlamentar.

Questionado pelos jornalistas, o vice-presidente da bancada do PS João Paulo Correia adiantou que a sua bancada deverá abster-se em alguns dos diplomas do PSD – sem precisar quais -, votar contra outros, acrescentando que “muito dificilmente” votará a favor de alguma iniciativa dos sociais-democratas.

No entanto, a abstenção do PS é suficiente para a viabilização de diplomas do PSD na generalidade, que depois se juntarão às outras iniciativas que estão em análise há meses no grupo de trabalho sobre Habitação, Reabilitação Urbana e Políticas de Cidades.

“A decisão final só será tomada depois do debate”, ressalvou, contudo, o deputado. O PSD tinha desafiado esta quinta-feira o PS a “vir a jogo” e contribuir para a aprovação do pacote de dez projetos-lei sobre arrendamento.

Na conferência de imprensa de apresentação dos projetos, o vice-presidente da bancada do PSD Adão Silva confirmou que a intenção dos sociais-democratas é que todas as iniciativas sejam votadas na generalidade na quinta-feira, no final de um agendamento potestativo (direito de um partido fixar a ordem do dia) sobre “Habitação – Arrendamento Urbano”, afastando a possibilidade de baixarem à comissão sem votação.

Benefícios fiscais consoante a duração dos contratos

O PSD pretende atribuir benefícios fiscais consoante a duração dos contratos de arrendamento, permitindo que a atual taxa de IRS (Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares) sobre rendimentos prediais, que se situa nos 28%, possa ser reduzida a partir de contratos de dois anos, passando automaticamente para os 14% nos contratos de dez anos – ou seja, passariam para a metade.

Os sociais-democratas querem ainda tornar o regime de arrendamento a estudantes mais atrativo, reduzindo a tributação para os senhorios que coloquem casas no mercado para este grupo específico.

O aumento do limite à dedução de encargos com imóveis para jovens, a criação do regime jurídico do seguro de renda (facultativo) ou um programa de cooperação entre Estado e autarquias locais para aproveitamento do património imobiliário público são outras das propostas do PSD.

Os sociais-democratas querem ainda aperfeiçoar o Balcão do Arrendamento, excluir da tributação em sede de IRS as indemnizações obtidas por despejo e criar um subsídio para o arrendamento para famílias numerosas e monoparentais.

Com projetos de todos os grupos parlamentares e propostas do Governo, a votação do pacote legislativo sobre arrendamento foi sucessivamente adiada, mas a mais recente calendarização remete para 21 de dezembro a conclusão dos trabalhos em plenário (com votações indiciárias em comissão na próxima terça-feira).

O processo de votação começou em 17 de outubro, após dois pedidos de adiamento – do PS e do PSD -, mas foi interrompido no dia 23 com um novo pedido de adiamento dos socialistas, o que motivou a demissão da deputada independente eleita pelo PS Helena Roseta, que ocupava o cargo de coordenadora do grupo de trabalho da Habitação.

Do pacote legislativo sobre arrendamento constam três propostas de lei do Governo, nomeadamente as alterações ao regime do arrendamento urbano, os benefícios fiscais para contratos de longa duração e a criação do Programa de Arrendamento Acessível.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Deviam era de apresentar uma redução para metade nas rendas exageradas para as casas que alugam, sem que possuam esse valor (+ de € 500,00) e em prédios antigos. Mas isso não lhes interessa porque é igual a perda de votos…

    • Se alguem paga isso é porque valem. Agradeça esses preços às Câmaras municipais que impedem nova construção e como tal não há oferta

RESPONDER

Só uma dúzia de pessoas conhecem as perguntas dos exames nacionais

O primeiro exame nacional é de Filosofia do 11º ano. Quando chegar às mãos dos estudantes, o enunciado da prova já passou por várias fases, desde a elaboração, a impressão e a distribuição, em que …

Marcelo promulga compra do SIRESP. "Tudo o que acontecer será responsabilidade do Estado”

O Presidente da República promulgou o decreto-lei do Governo com vista à compra, pelo Estado, de 100% do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP). Marcelo Rebelo de Sousa alertou para as …

Maior manifestação de sempre em Hong Kong leva Governo a pedir desculpa

Seis horas depois do início da marcha de protesto contra a lei da extradição, “uma multidão nunca vista” continuava a inundar as ruas de Hong Kong este domingo, na “maior manifestação de sempre”, disseram vários …

Mais de 200 ex-políticos acumulam subvenções vitalícias e reformas

Quase quinze anos depois de o Parlamento ter decidido acabar com as subvenções vitalícias, existem ainda 322 beneficiários de subvenções mensais vitalícias para antigos políticos. Destes, 216 têm uma acumulação de pensão e subvenção superior …

Mulher de Netanyahu considerada culpada de usar dinheiros públicos em refeições de luxo

A mulher do primeiro-ministro israelita foi, no domingo, considerada culpada do uso indevido de dinheiros públicos e condenada a pagar uma multa, segundo uma decisão do tribunal de Jerusalém. Acusada em junho de 2018 por fraude, …

Incêndio catastrófico destruiu a "Pompeia britânica" um ano depois de ser construída

O assentamento incrivelmente preservado na Idade do Bronze, denominado "Pompeia britânica", foi destruído por um incêndio um ano depois de ser construído. Um novo estudo, publicado na revista Antiquity, revela novos detalhes sobre Must Farm, uma …

Marcelo responde à Fenprof: uma “história mal amanhada”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou este domingo incompreensíveis as críticas da federação dos professores, que o acusou de não ser Presidente de todos os portugueses. O Presidente da República advertiu que, “por …

"Onde está o Boris?". Channel 4 marca ausência de favorito à liderança do Partido Conservador com cadeira vazia

A ausência de Boris Johnson, o favorito para ganhar a eleição interna no partido Conservador para suceder à primeira-ministra britânica, Theresa May, foi este domingo simbolizada por um lugar vazio num debate televisivo com os …

Os humanos podem ter sido destinados a reinar sobre a Terra (e já sabemos porquê)

Se voltássemos atrás no tempo, a aleatoriedade dos eventos mudaria completamente o nosso caminho evolucionário. No entanto, os cientistas descobriram que os inúmeros trilhos possíveis poderiam não evitar que fossem os humanos a espécie dominadora. O …

Mau tempo nos Açores faz nove desalojados

Nove pessoas tiveram de ser realojadas na ilha Terceira, no domingo, devido ao mau tempo que está a afetar os grupos central e oriental dos Açores, informou o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros …