Se PSD for Governo quem mandará na Saúde não vai ser o ministro das Finanças, promete Rio

Manuel Fernando Araújo / Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, prometeu na segunda-feira que, se formar Governo, quem mandará na Saúde será o ministro do setor e não o das Finanças, como diz acontecer no atual Governo socialista com Mário Centeno.

“E fica aqui uma promessa, esta é que é mesmo uma promessa: face à situação em que está o Serviço Nacional da Saúde eu vos garanto que, se nós ganharmos as eleições e fizermos Governo, quem vai mandar na saúde vai ser o ministro da Saúde e não o ministro das Finanças”, assegurou, no primeiro grande momento de mobilização da campanha social-democrata, num jantar que juntou cerca de 2.500 pessoas num arraial minhoto.

Segundo noticiou a agência Lusa, Rui Rio voltou a acusar o PS de se comportar “como dono disto tudo” em relação ao Estado quando está no Governo, e deixou um ataque particular ao presidente do PS, Carlos César.

“Esse fenómeno familiar começa, aliás, no presidente do PS: o deputado Carlos César é o campeão a conseguir meter os seus familiares nos cargos públicos”, acusou.

O líder do PSD disse que “pulverizar o Estado de ‘boys’ e ‘girls'” é uma característica de o PS a governar, lamentando que este assunto tenha “passado um pouco ao lado da campanha” devido ao caso de Tancos. “O PS a governar toma o Estado como se fosse seu e como se fosse a sua família”, criticou.

Rui Rio defendeu que “as características do PSD a governar são outras”, destacando a promessa de redução fiscal do partido e acusando o primeiro-ministro de “não dominar os números das finanças públicas”.

“Ouvi o Dr. António Costa dizer ontem na RTP que tínhamos aqui uma fantasia, porque baixamos em 3,7 mil milhões de euros os impostos e conseguimos a magia de a receita fiscal crescer dois mil milhões de euros. Meus amigos, nós prevemos que a receita vá crescer não dois mil milhões, mas 5,4 mil milhões”, frisou.

O líder do PSD reiterou o desafio ao ministro das Finanças para que aceite debater as contas dos dois partidos, depois de Mário Centeno ter recusado fazê-lo com o porta-voz do partido para as Finanças Públicas, Joaquim Sarmento, por este não ser candidato a deputado, e deixou outra alternativa.

“O professor Álvaro Almeida, candidato pelo Porto, já está disponível para debater com Mário Centeno. Vamos ver, este começa por A, se ainda não servir passaremos a alguém cujo nome comece por B a ver se ela aceita”, afirmou.

Acusando o atual Governo de ter imposto a maior carga fiscal aos portugueses “desde o D. Afonso Henriques”, Rui Rio desafiou ainda António Costa a desmentir se planeia repor o imposto sucessório, como diz pretenderem PCP e BE.

“Se o dr. António Costa não desmentir podem ter a certeza que se o PS ganhar as eleições vamos ter outra vez o imposto sucessório e os filhos que vão herdar os bens dos pais vão ter de pagar mais impostos”, avisou.

Antes, discursaram o cabeça de lista por Braga, André Coelho Lima, que acusou o Governo socialista de “mistificação, cativação e falta de noção”, bem como o número um por Viana do Castelo, o autarca de Valença Jorge Mendes.

Em 2015, a coligação PSD/CDS-PP elegeu quatro dos seis deputados escolhidos pelo círculo de Viana do Castelo, três dos quais sociais-democratas. Por Braga, a coligação Portugal à Frente elegeu 10 dos 19 deputados, oito dos quais do PSD.

ZAP // //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Diz o senhor Rui Rio que se for governo quem vai mandar na saúde não vai ser o ministro das finanças, e pelo que o senhor há tempos disse que a saúde é um negocio como outro qualquer deve ser privatizado ou seja quem vai mandar na saúde vai ser o privado, sobre o que diz vai descer os impostos essa conversa já a ouço há dezenas de anos, só para o lembrar, em 2002 o Barroso para ir parra o poleiro prometeu descer os impostos, chegou ao poleiro não só não desceu como aumentou, em 2005 o Sócrates prometeu que não ia subiir os impostos, chegou ao poleiro e aumentou os impostos, em 2011 o Passos Coelho, prometeu que quem ia pagar a crise eram os que mais podiam chegou ao poleiro não só aumentou os impostos e roubou os mais fracos os reformados.

  2. A este ritmo, a abstenção risca de ser estrondosa, todos mais fantasistas e aldrabões uns que outros. Portanto para o mal do nós os contribuintes, qualquer um serve !!!!….mas sem o meu consentimento !..

  3. “… quem mandará na Saúde será o ministro do setor e não o das Finanças …”
    será que é para rir?

    todos sabemos que quem manda nos dinheiros é as finanças
    o que fará ele se as finanças disserem que nao ha dinheiro? a saude onde o vai buscar?

    nao deve estar a ver os problemas do pais

  4. Anda aqui muita gente com comichão. Será que as novas sondagens prometem encurtar por aí alguns tachos?

Lisboa pode receber a final deste ano da Liga dos Campeões

Istambul não está agradada com a ideia de receber a final da Liga dos Campeões sem adeptos no estádio. Por isso, outras hipóteses estão a ser consideradas, nomeadamente Lisboa. A final da Liga dos Campeões está …

Há mesmo algo de reconfortante quando dizemos palavrões

Um novo estudo sugere que, nas circunstâncias certas, dizer palavrões em voz alta parece fazer as pessoas sentirem menos dor. Exatamente como e porque é que o ato de dizer asneiras consegue fazer com que as …

"Paraministro" de Costa. Gestor independente chamado para negociar plano económico de retoma

O primeiro-ministro, António Costa, convidou o diretor executivo da petrolífera Partex, António Costa Silva, para estudar o plano de recuperação económica. De acordo com o semanário Expresso, que avança a notícia na sua edição deste …

Termina o dever cívico de confinamento

O Conselho de Ministros aprovou esta sexta-feira o fim do “dever cívico de recolhimento”, que entrará em vigor na próxima segunda-feira, prevê a resolução que prolongou a situação de calamidade até 14 de junho. A situação …

"Ratos" de musgo espalham-se pelos glaciares do Ártico (e intrigam cientistas)

A presença de estranhas bolas de musgos nos ecossistemas de glaciares tem atraído a atenção da comunidade científica. Estas estranhas criatura proliferam no Ártico, mas também em regiões da Islândia e América do Sul. Especialistas de …

Há 29 países que podem visitar a Grécia a partir de 15 de junho. Portugal ficou de fora

A partir de 15 de junho, cidadãos oriundos de 29 países poderão visitar a Grécia, revelou esta sexta-feira o Governo helénico, dando conta que a lista elaborada teve em conta a situação epidemiológica de cada …

Portugal Continental não vai ter quarentena para turistas

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu esta sexta-feira que Portugal continental não vai aplicar normas de quarentena para quem vier de fora do país. No final de um Conselho de Ministros de quase oito horas, que se …

Jovem de 19 anos morre atingido por disparos durante protesto pela morte de George Floyd

Um jovem de 19 anos morreu depois de alguém que seguia num carro ter disparado sobre uma multidão de pessoas que protestavam contra o homicídio do afro-americano George Floyd, indicou uma porta-voz da polícia de …

O campo magnético da Terra está a enfraquecer misteriosamente

Novos dados de satélite da Agência Espacial Europeia (ESA) mostram que o campo magnético da Terra está a enfraquecer entre África e a América do Sul. O enfraquecimento do campo magnético da Terra está relacionado com …

Morreram os primeiros dois capacetes azuis vítimas da covid-19

Dois militares da força de manutenção da paz das Nações Unidas no Mali morreram devido à covid-19, os primeiros entre cerca de 100.000 soldados e polícias destacados em 15 missões no mundo. "Infelizmente, ontem [quinta-feira] e …