PSD disse “não” ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme “impacto nacional”

ppdpsd / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio.

Na quarta-feira, quando questionado sobre possíveis acordos autárquicos com o Chega nos Açores, o secretário-geral do PSD, José Silvano, disse não ter qualquer conhecimento de que se estejam a preparar esse tipo de coligações.

Contudo, depois, segundo o Diário de Notícias, o presidente do PSD Rui Rio falou com José Manuel Bolieiro, líder do PSD/Açores e presidente do Governo Regional, que não terá confirmado estar já alguma coligação fechada.

O jornal relata, porém, que as relações entre o PSD e o Chega são íntimas: o Chega assinou o acordo que permite a Bolieiro governar o arquipélago mesmo não tendo vencido as eleições regionais.

Rui Rio reconhece a autonomia do PSD/Açores na escolha dos seus candidatos, mas fez saber que a autonomia tem um limite: escolhas que “tenham impacto nacional”, segundo disse um membro do partido ao DN.

Eventuais acordos locais entre os dois partidos no arquipélago entram em choque frontal com o que Rui Rio disse, no final de janeiro, na cerimónia com o líder nacional do CDS-PP onde ambos celebraram um acordo-quadro visando coligações autárquicas.

“Este acordo não vai dizer que só há coligações com o CDS e com mais ninguém (…) A única questão que estamos de acordo é que não haverá com o Chega, mas tirando o Chega logo se verá”, afirmou. “O Chega para ter conversas com o PSD tem de se moderar, o Chega não se tem moderado, não há conversa nenhuma.”

Suzana Garcia: “Um erro que se vai voltar contra o PSD”

O PSD tem andado envolto em polémico devido à candidatura da advogada independente Suzana Garcia – antiga comentadora de casos de política na TVI – à câmara da Amadora.

Numa entrevista ao Expresso, um dia depois de ter sido anunciada como candidata do PSD à Câmara da Amadora, Suzana Garcia revelou que recebeu convites de “todos os partidos da direita” para projetos políticos e que não rejeitaria coligar-se com ninguém, desde que lhe fosse permitido protagonizar um projeto de rutura.

Assim, a candidata social-democrata não colocou entraves a um diálogo com o Chega.

 

No programa Circulatura do Quadrado, na TVI24, Pacheco Pereira, ex-líder parlamentar do PSD, classificou a decisão da direção do partido como “um erro, como foi o acordo dos Açores, que se vai voltar contra o PSD”. “O problema está na linguagem. A linguagem é a do Chega e a linguagem do Chega é a do populismo dos nossos dias”, afirmou, citado pelo Sol.

Já no programa Sem Moderação, no Canal Q e TSF, o ex-deputado do PSD José Eduardo Martins apontou contradições nas escolhas de Rui Rio. “A soma destas coisas todas dá uma pessoa que me parece um bocadinho desnorteada à procura de um qualquer critério para sobreviver à noite das eleições autárquicas”, disse.

O ex-deputado do PSD considerou ainda que Rio “joga a sobrevivência na liderança do PSD nas próximas autárquicas e por esta altura já só contam os votos”.

Por outro lado, em entrevista ao Observador, o líder da distrital do PSD/Lisboa Ângelo Pereira disse que “Suzana Garcia é uma candidata combativa, inteligente, determinada, ciente dos problemas sociais da Amadora” e “tem um perfil de autarca, tem um perfil de fazer coisas, de resolver coisas”.

“Suzana Garcia é a candidata perfeita para romper com a indiferença. É uma candidata de rutura de 42 anos de gestão de esquerda que tem apresentado índices grandes de criminalidade e de abandono escolar superiores à Área Metropolitana de Lisboa. Suzana Garcia tem o perfil ideal”, concluiu.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Real Madrid goleia em Granada e continua a sonhar com o título

Os madrilenos golearam em casa do Granada (4-1), esta quinta-feira, em jogo da 36.ª jornada, o que lhes permite continuar a sonhar com a conquista do campeonato. Os golos foram marcados por Modric (aos 17 minutos), …

PS e PAN avançam com direito ao esquecimento para quem sobreviveu ao cancro

O Parlamento vai aprovar esta sexta-feira, na generalidade, projetos-lei para acabar com a discriminação de pessoas que tiveram cancro no acesso a seguros de vida. O PS apresenta esta sexta-feira uma proposta no parlamento para quem …

Estudo mostra que é seguro misturar vacinas, mas DGS quer mais detalhes

O novo estudo dá indicações sobre a segurança da administração de vacinas de marcas diferentes – uma das opções possíveis em Portugal para o meio milhão de pessoas com menos de 60 anos que receberam …

Romualda Fernandes - PS

"Erro" ou "canalhice"? PS exige desculpas da Lusa pela forma como identificou deputada

A Lusa está no olho do furacão depois de um jornalista da casa ter identificado a deputada do PS Romualda Fernandes como "Preta" numa peça que acabou por ser replicada em vários jornais online. O …

Estudo mostra que o navio Mary Rose tinha uma tripulação multiétnica

A análise dos restos mortais de parte da tripulação do navio de guerra Mary Rose, o favorito do rei Henrique VIII de Inglaterra, mostra a diversidade que já existia no período Tudor. O navio de guerra …

Hulk marcou num jogo que foi interrompido... cinco vezes

Muitas pausas na partida entre América de Cali e Atlético Mineiro. Protestos na Colômbia também afetaram o jogo Atlético Nacional-Nacional. Grupo H da Taça Libertadores, quarta jornada. Em Barranquilla, América de Cali e Atlético Mineiro entraram …

Festa leonina, OE e política. Marcelo poupa Cabrita, mas não põe de lado uma remodelação

Em entrevista à RTP, a primeira deste mandato, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, poupou Cabrita, culpou os adeptos pelo que se passou nos festejos do Sporting, sublinhou que acredita que o Orçamento …

Governo prometeu a Bruxelas reforma de serviços do Estado. Sindicatos não sabiam

O Governo prometeu a Bruxelas arrancar com uma “reforma funcional e orgânica da administração pública (AP)” sob pena de não receber os cheques da bazuca europeia. “A reforma iniciar-se-á no segundo trimestre de 2021, com a …

Implante neural permite que pessoas paralisadas escrevam. Basta imaginar as letras

Pela primeira vez, uma equipa de investigadores descodificou os sinais neurais associados à escrita de letras e, em seguida, exibiu versões digitadas dessas letras em tempo real. Quando uma lesão ou doença priva uma pessoa da …

Presidente do PSD Oeiras demite-se depois de Rio rejeitar apoiar Isaltino Morais

O presidente da Comissão Política do PSD de Oeiras, estrutura que declarou apoio à candidatura do independente Isaltino Morais à liderança do município, demitiu-se, conforme anunciou esta quinta-feira o próprio, depois de a Comissão Política …