/

PS continua a valer mais do que toda a direita junta. PSD desce a mínimos de um ano

8

Francisco Seco / EPA

O PS soma mais intenções de voto (39%) do que todos os partidos de direita juntos (35%), revela uma sondagem do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS) e do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE) para o semanário Expresso e para a SIC.

A pesquisa de opinião, esta sexta-feira publicada, revela que o PS de António Costa continua a ganhar terreno nas intenções de voto dos portugueses, ao contrário do PSD de Rui Rio, que perdeu dois pontos percentuais relativamente a outubro.

Nas legislativas de 2019, a diferença entre PS e PSD foi de 8,5 pontos percentuais.

Os sociais-democratas somam 25% das intenções de voto, ficando a 14 pontos dos socialistas, sendo este o pior resultado do PSD desde o início de setembro de 2019.

Em terceiro surge o Bloco de Esquerda (8%), acima do Chega do deputado único e candidato presidencial André Ventura (7%), que manteve as intenções de voto comparativamente ao último barómetro e que se encontra empatado com a CDU (7%).

Seguem-se depois o CDS e o PAN, com 2% das intenções de voto dos portugueses, tendo o partido Pessoas–Animais–Natureza caído dois pontos face à última sondagem.

A Iniciativa Liberal cai de 2% para 1%.

A sondagem dá ainda conta de que a avaliação de Rui Rio desceu, ao contrário da de António Costa: o líder do PSD passou, numa escala de 1 a 10, de 4,8 para 4,3; o secretário-geral do PSD subiu de 5,7 para 6 pontos na média das avaliações dos inquiridos.

A sondagem foi levada a cabo entre os dias 11 e 25 de novembro de 2020, ainda antes da aprovação do Orçamento do Estado para 2021 e da polémica morte de um cidadão ucraniano às mãos do Estado, nas instalações do SEF do Aeroporto de Lisboa, que culminou na demissão da diretora desta entidade, Cristina Gatões, e deixou o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, sob pressão.

Foram conseguidas 802 entrevistas válidas entre maiores de 18 anos residentes em Portugal, sendo o erro máximo associado à amostra de +/- 3,5%, com um nível de confiança de 95%.

  Sara Silva Alves, ZAP //

8 Comments

  1. FP é você ó tretas, e quanto à sondagem, fico perplexo é pelo facto de os valores do Sr. PM e do PS serem ainda assim baixos, independentemente das falhas que se lhes reconhecem,(por exemplo, o ministro da AI e não só já devia ter sido demitido), este governo e sobretudo este PM têm feito um trabalho a todos os títulos louvável.
    Não sou político, não tenho qualquer filiação partidária (não sou cartilheiro), nem tenho qualquer tacho a defender, sou apenas um cidadão trabalhador que procura estar atento e informado, fazendo depois os devidos juízos de valor.

    • louvável é ainda haver tanto burro neste pasto chamado Portugal. E claro que você é FP, senão pensava de forma bem diferente. Este Governo é dar aos FP, porque são tantos, que assim garantem os votos. Nós, os privados, cá pagamos a fatura. As medidas que têm sido tomadas em relação ao covid mostram bem a garotada corrupta que é este governo de esquerda. Depois lá virá um governo de direita tirar aos FP e lambões o que estes andam a dar e compor a porcaria que fizeram.

    • “…este governo e sobretudo este PM têm feito um trabalho a todos os títulos louvável.”
      Em quê mais concretamente? Consegue especificar?

  2. O problema está na passividade dos partidos de direita e na agressividade dos de esquerda, depois temos ainda a cumplicidade da comunicação social em que ser de extrema-esquerda (comunismo, etc) é-se democrata, ser de extrema-direita é forçosamente ser fascista. Cabe apenas ao povo saber distinguir os valores e os seus interesses e votar em conformidade.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.