PS pode não dar indicação de voto nas presidenciais

SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

O presidente do PS, Carlos César

O presidente do PS, Carlos César

O presidente do PS, Carlos César, afirmou em entrevista à Antena 1 que se as eleições presidenciais fossem hoje votava em Sampaio da Nóvoa, mas admitiu que os socialistas poderão não dar indicação de voto.

“Imagine que três ou quatro dirigentes máximos do Partido Socialista resolviam candidatar-se à Presidência da República: não nos envolveríamos num processo fratricida“, afirmou, sublinhando que cada um tem a sua opinião sobre a matéria.

“Eu, se as eleições presidenciais fossem hoje, teria com certeza a minha opinião”, salientou Carlos César.

Questionado pela Antena 1 se a sua opção apontaria para os candidatos às presidenciais já anunciados, e se seria Sampaio da Nóvoa, Carlos César confirmou que “sim”.

Sobre as legislativas, referiu a “dinâmica inevitável de voto útil em torno” do PS, sublinhando que se vai perceber que é a “única alternativa à esquerda”.

A este propósito, apontou “a dispersão de votos que hoje existe pelo Partido Comunista Português, que se transformou no partido útil de direita”. “Dar um voto ao Partido Comunista é emprestar um voto à direita, o mesmo acontece com o Bloco de Esquerda”, sustentou.

Ou seja, para Carlos César, votar nos comunistas é “empatar o capital político da esquerda, porque o Partido Comunista se inutilizou no plano político”.

O Bloco de Esquerda teve um ataque de terror com as últimas sondagens, quando percebeu que havia uma situação de empate técnico entre o Partido Socialista e a coligação de direita, percebeu que essa dinâmica de voto útil era imparável e apressou-se a dizer o que não dizia há anos, que colaboraria ou se empenharia na existência de um Governo de esquerda”, acrescentou.

Sobre a detenção do antigo primeiro-ministro José Sócrates, Carlos César disse não achar normal as pessoas estarem detidas tanto tempo sem acusação, mas salientou que “não será o único caso” e sugeriu uma revisão à lei.

É necessário fixar prazos, haver uma indiciação, um grau de suspeita, que sejam proporcionais às medidas de coação, às medidas restritivas”, afirmou.

Na entrevista, o presidente do PS falou também sobre a crise na Grécia, salientando que o “problema da sustentabilidade da dívida deve ser colocado” e que se deve intervir, considerando que os maiores obstáculos ao fecho de um acordo foram os pequenos países, incluindo Portugal.

“Os responsáveis franceses acabaram de confirmar que os maiores obstáculos ao fecho de um acordo foram justamente os pequenos países, designadamente os que sofreram processos de ajustamento. O que o ministro francês quis dizer é que os invejosos não quiseram que este acordo fosse fechado”, concluiu.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se a UE e o FMI são terroristas não se entende como é que os responsáveis da Grécia andaram e continuam a pensar andar a negociar com terroristas… Também não se entende como é que a UE aceita falar sequer com quem apelida de criminosos e terroristas os seus credores… Pois é Oh Sr. socialista António Costa, parece que mais uma vez se confirma o ditado da sabedoria popular “Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és”… E a propósito da consulta no Domingo entre os gregos, se a democracia grega faz um referendo para saber se querem ficar na Europa, por que razão é que as outras democracias europeias da UE não fazem um referendo para saber se querem ou não que a Grécia fique na Europa?…

    • A.Costa escolhe causas… “Ou votam em mim e a austeridade acaba ou votam na direita e quem se senta no conselho europeu é P.Coelho a reivindicar mais austeridade para a Espanha, Irlanda, para a Grécia, para Itália e mais austeridade para Portugal”
      Depois de Sócrates, é fácil imaginar A.Costa no papel do syriza – que defente com unhas e dentes – a lidar com quem nos emprestou dinheiro no resgate dos devaneios do socratismo e do qual também fez parte…
      Política não é fazer jardins nem pavimentar estradas ou tiradas dispersas “mecanismo de indexação automática do ordenado mínimo nacional… Se fossemos governo há 4 anos já estaria em 525,00€”

RESPONDER

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …

Ex-responsável militar acusado de fazer compras pessoais e cobrar ao Exército

Um antigo responsável militar mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de 7.600 euros, feitas ao longo de seis meses. Um antigo responsável militar no Porto mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de …

American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados.  A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 …

Lei da Nacionalidade. PS deixa cair artigos que motivaram veto de Marcelo

A vice-presidente da bancada socialista Constança Urbano de Sousa disse à agência Lusa que o PS vai "atender plenamente" às objeções que estiveram na origem do veto do Presidente da República à revisão da Lei …

Promulgada lei que prolonga proteção de arrendatários até 31 de dezembro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta quinta-feira o diploma do Parlamento que prolonga a proteção de arrendatários até 31 de dezembro, por considerar que neste período "é necessária uma especial proteção …

Nuno Melo lança petição para retirar “o que é político” da disciplina de Cidadania

O eurodeputado centrista Nuno Melo lançou uma petição pública que pede a revisão dos conteúdos da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento ou o seu caráter opcional, numa tentativa de “expurgar” da disciplina “o que é …

Governo "não se pode queixar de falta de empenho da direita"

O presidente do CDS-PP considerou, esta quarta-feira, que o Governo “não se pode queixar de falta de empenho da direita” na construção do Orçamento do Estado, e recusou “especular uma crise artificial” entre os partidos …

Mais seis mortos e 854 casos de covid-19. Lisboa com 49% das novas infeções

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 854 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal …