PS pode não dar indicação de voto nas presidenciais

SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

O presidente do PS, Carlos César

O presidente do PS, Carlos César

O presidente do PS, Carlos César, afirmou em entrevista à Antena 1 que se as eleições presidenciais fossem hoje votava em Sampaio da Nóvoa, mas admitiu que os socialistas poderão não dar indicação de voto.

“Imagine que três ou quatro dirigentes máximos do Partido Socialista resolviam candidatar-se à Presidência da República: não nos envolveríamos num processo fratricida“, afirmou, sublinhando que cada um tem a sua opinião sobre a matéria.

“Eu, se as eleições presidenciais fossem hoje, teria com certeza a minha opinião”, salientou Carlos César.

Questionado pela Antena 1 se a sua opção apontaria para os candidatos às presidenciais já anunciados, e se seria Sampaio da Nóvoa, Carlos César confirmou que “sim”.

Sobre as legislativas, referiu a “dinâmica inevitável de voto útil em torno” do PS, sublinhando que se vai perceber que é a “única alternativa à esquerda”.

A este propósito, apontou “a dispersão de votos que hoje existe pelo Partido Comunista Português, que se transformou no partido útil de direita”. “Dar um voto ao Partido Comunista é emprestar um voto à direita, o mesmo acontece com o Bloco de Esquerda”, sustentou.

Ou seja, para Carlos César, votar nos comunistas é “empatar o capital político da esquerda, porque o Partido Comunista se inutilizou no plano político”.

O Bloco de Esquerda teve um ataque de terror com as últimas sondagens, quando percebeu que havia uma situação de empate técnico entre o Partido Socialista e a coligação de direita, percebeu que essa dinâmica de voto útil era imparável e apressou-se a dizer o que não dizia há anos, que colaboraria ou se empenharia na existência de um Governo de esquerda”, acrescentou.

Sobre a detenção do antigo primeiro-ministro José Sócrates, Carlos César disse não achar normal as pessoas estarem detidas tanto tempo sem acusação, mas salientou que “não será o único caso” e sugeriu uma revisão à lei.

É necessário fixar prazos, haver uma indiciação, um grau de suspeita, que sejam proporcionais às medidas de coação, às medidas restritivas”, afirmou.

Na entrevista, o presidente do PS falou também sobre a crise na Grécia, salientando que o “problema da sustentabilidade da dívida deve ser colocado” e que se deve intervir, considerando que os maiores obstáculos ao fecho de um acordo foram os pequenos países, incluindo Portugal.

“Os responsáveis franceses acabaram de confirmar que os maiores obstáculos ao fecho de um acordo foram justamente os pequenos países, designadamente os que sofreram processos de ajustamento. O que o ministro francês quis dizer é que os invejosos não quiseram que este acordo fosse fechado”, concluiu.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se a UE e o FMI são terroristas não se entende como é que os responsáveis da Grécia andaram e continuam a pensar andar a negociar com terroristas… Também não se entende como é que a UE aceita falar sequer com quem apelida de criminosos e terroristas os seus credores… Pois é Oh Sr. socialista António Costa, parece que mais uma vez se confirma o ditado da sabedoria popular “Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és”… E a propósito da consulta no Domingo entre os gregos, se a democracia grega faz um referendo para saber se querem ficar na Europa, por que razão é que as outras democracias europeias da UE não fazem um referendo para saber se querem ou não que a Grécia fique na Europa?…

    • A.Costa escolhe causas… “Ou votam em mim e a austeridade acaba ou votam na direita e quem se senta no conselho europeu é P.Coelho a reivindicar mais austeridade para a Espanha, Irlanda, para a Grécia, para Itália e mais austeridade para Portugal”
      Depois de Sócrates, é fácil imaginar A.Costa no papel do syriza – que defente com unhas e dentes – a lidar com quem nos emprestou dinheiro no resgate dos devaneios do socratismo e do qual também fez parte…
      Política não é fazer jardins nem pavimentar estradas ou tiradas dispersas “mecanismo de indexação automática do ordenado mínimo nacional… Se fossemos governo há 4 anos já estaria em 525,00€”

RESPONDER

Cavaco acusa Governo de Costa de continuar a alimentar "monstro" da despesa pública

Cavaco Silva volta a criticar o Governo de Costa, desta vez por criar “impostos adicionais” sobre “tudo o que mexe” para alimentar “o monstro” da despesa pública. O ex-primeiro-ministro e antigo Presidente da República Aníbal Cavaco …

Dívidas de Vieira investigadas. Com falência à vista, grupo do líder do Benfica pagou viagens de luxo

Afinal, o Fundo de Resolução nunca aceitou a reestruturação das dívidas do grupo empresarial de Luís Filipe Vieira, ao contrário do que foi dito aos deputados na Comissão Parlamentar de Inquérito aos grandes devedores do …

João Rendeiro condenado a 10 anos de prisão

João Rendeiro, antigo presidente do Banco Privado Português (BPP), foi condenado a 10 anos de prisão efetiva esta sexta-feira. O tribunal condenou o ex-presidente do Banco Privado Português (BPP), João Rendeiro, a 10 anos de prisão …

Bloqueio de migrantes. Salvini não vai a julgamento

Matteo Salvini, líder do Liga, não vai a julgamento na sequência do bloqueio do desembarque de migrantes a bordo do navio da Guarda Costeira italiana "Gregoretti", em julho de 2019. Esta sexta-feira, um tribunal italiano decidiu …

Promulgado diploma sobre acesso às praias (com alerta para novo regime de multas)

O "regime contraordenacional, que está previsto para o não cumprimento de um conjunto de regras que temos na área covid, também é aplicado" às regras relativas às praias. O Presidente da República promulgou, esta sexta-feira, o …

PCP vai votar contra reforma das Forças Armadas

Os comunistas consideram tratar-se de uma "alteração significativa" da estrutura de comando, sem dar resposta "a problemas que persistem há largos anos" na instituição militar". O PCP vai votar contra as propostas do Governo para a …

Biden diz que ataque a oleoduto veio da Rússia. Mas exclui envolvimento do Kremlin

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, afirmou na quinta-feira que o ciberataque que paralisou durante vários dias a maior rede de oleodutos do país foi proveniente da Rússia, mas exclui envolvimento do Governo …

Máscaras vieram para ficar. Mas pode haver exceções

A máscara de proteção individual vai continuar a fazer parte do nosso dia-a-dia. No entanto, pode haver exceções para os já vacinados contra a covid-19. O Governo convidou os especialistas a criarem um novo plano e …

Chega quer que agentes da PSP e GNR usem câmaras de vídeo nas lapelas e nas viaturas

O deputado único do Chega entregou esta quinta-feira um projeto de resolução no Parlamento que recomenda a colocação de câmaras de vídeo nas lapelas das fardas e nas viaturas das forças de segurança, a fim …

Em dia sem registo de mortes, Portugal contabiliza 450 novos casos

Esta sexta-feira, Portugal não regista qualquer óbito. Nas últimas 24 horas, houve 450 novos casos positivos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Não morreu ninguém infetado com o novo …