“Toca a reunir” no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

Mário Cruz / Lusa

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos quanto ao assunto, havendo seis clínicos que admitem, num inquérito, já ter praticado eutanásia.

O Parlamento debate, nesta quinta-feira, 5 projectos de despenalização da eutanásia apresentados por PS, Bloco de Esquerda, PAN, PEV e Iniciativa Liberal. Contando os votos de todos estes partidos e ainda o voto previsivelmente favorável de Joacine Katar-Moreira, a aprovação da morte medicamente assistida está à vista, com uma maioria confortável de 135 deputados.

Espera-se também que alguns deputados do PSD votem a favor, mas há ainda deputados socialistas que podem votar contra. O Expresso conta 12 deputados do PS que se opõem à despenalização da eutanásia.

Desta forma, no PS “há um toca a reunir para o dia da votação”, com o apelo a deputados que estão em missão no estrangeiro para que voltem a tempo da votação no Parlamento, para que não haja surpresas e a despenalização da eutanásia avance mesmo, segundo destaca o semanário.

Em 2018, as propostas apresentadas no Parlamento não passaram por apenas 5 votos, numa votação nominal dos deputados, em que se manifestaram um a um, com PS e PSD a darem liberdade de voto. Os dois partidos devem manter essa liberdade de voto para a votação desta quinta-feira.

Deputados do PSD avançam com iniciativa de referendo

Um conjunto de deputados do PSD vai avançar com uma iniciativa de referendo sobre a despenalização da eutanásia. O primeiro subscritor da iniciativa é o ex-líder da JSD Pedro Rodrigues, o segundo subscritor é o líder da distrital do Porto, Alberto Machado, e o terceiro é Cristóvão Norte, numa iniciativa à qual já aderiram também o ex-líder da distrital de Lisboa Pedro Pinto, os deputados eleitos pela capital Carlos Silva e Sandra Pereira, bem como os parlamentares e líderes das distritais de Coimbra e Viseu, Paulo Leitão e Pedro Alves, respectivamente.

Pedro Rodrigues defende que não pode ser “uma maioria conjuntural” a decidir uma “questão civilizacional que divide a sociedade”, conforme nota enviada à Lusa.

Entretanto, os jovens ligados aos centros universitários da Companhia de Jesus vão entregar, nesta quarta-feira, uma carta aberta contra a eutanásia, com cerca de 2.000 assinaturas.

Intitulada “Prevenir o que não se pode remediar”, os jovens jesuítas, com idades entre os 16 e os 30 anos, consideram que aprovar a eutanásia é “um irremediável erro que ainda é possível prevenir” e reiteram o apelo aos deputados para que votem contra.

Seis médicos admitem já ter praticado eutanásia

Um estudo feito pelo director do serviço de cuidados paliativos do IPO do Porto, o oncologista José Ferraz Gonçalves, aponta que 51% dos 1148 médicos que responderam ao inquérito são favoráveis à legalização da eutanásia, 32% são contra e 17% não têm posição definida.

Neste inquérito realizado apenas a médicos inscritos no Norte e que é divulgado pelo Público, também houve seis médicos que, mantendo o anonimato previsto no estudo, admitiram que já praticaram eutanásia e outros dois que estiveram envolvidos em casos de suicídio assistido.

Quando questionados sobre se estariam dispostos a praticar eutanásia no caso da sua legalização, mais de um terço dos inquiridos admitem fazê-lo, enquanto 44% garantem que não o farão e 19% não sabe.

Comentando os resultados do inquérito, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considera que o estudo não é representativo, já que só “o Norte tem cerca de 20 mil médicos inscritos”, como refere ao Público.

Em declarações a este jornal, José Ferraz Gonçalves considera que “os médicos que têm maior contacto com doentes em fim de vida [que vêem mais de 30 pacientes nestas circunstâncias por ano] são mais frequentemente desfavoráveis a essas práticas do que os que têm menor ou nenhum contacto”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. O que aqui se esta a discutir não é nada sobre casos de pessoas que estão em situações deploráveis de vida e que eventualmente proporcionar-lhe um fim digno e humanamente aceitável poderia (ou não!) conduzir ao fim da sua vida de forma mais prematura (eutanásia).
    O que aqui se esta a debater é um meio, legal de se poder num futuro próximo, reduzir os custas do estado:

    -> tens dinheiro és tratado com ele e com todas as regalias possíveis
    -> não tens dinheiro, o estado arranja uma solução simples, sem dor e gratuita… EUTANÁSIA.

    Ou acreditam que o atual sistema económico esta pensado para uma sociedade com cidadãos com mais de 70/75 anos?
    É uma ilusão, pois quando o sistema atual colapsar (que infelizmente já faltou mais, basta ver as dívidas dos países e das suas populações sempre à aumentar), reformas, cuidados paleolíticos, etc serão cortados ao mínimo, levando inevitavelmente à “necessidade” de recorrer à eutanásia para controlar os custos.
    Este é o fim triste que espera a uma grande maioria das pessoas…

      • Desta vez até concordo com o Eu!.
        Ninguém falou em “abater” pessoas mas sim no direito de as pessoas desesperadas com as suas maleitas terem o direito de pedir o fim do sofrimento.
        Ninguém falou em obrigar os médicos a “matar” pessoas mas sim em lhes dar o direito de assistir a quem sente a vida insuportável sem que a justiça os condene.
        Este tipo de comentários apoiados em fantasias e mentiras só desvirtuam a verdade dos assuntos tratados, livrem-nos destes comentários nada sérios.

  2. Cuidados paleolíticos referem-se à pré história não é verdade? Ó Alves, e que tal falar do que sabe e não andar por aí a atropelar as palavras? Lembro ainda, que é de ficar doido c/ as pessoas que ao emitirem certos comentários, vão para defronte do espelho, depois, sabemos o que acontece.

RESPONDER

Facebook promete investir 90 milhões para apoiar o jornalismo

A rede social Facebook prometeu esta segunda-feira investir 100 milhões de dólares (90 milhões de euros) na indústria do jornalismo. “O setor das notícias está a trabalhar sob condições extraordinárias para manter as pessoas informadas durante …

Covid-19 já faz estragos na indústria espacial. Concorrente da Space X declara falência

A empresa de satélites OneWeb, que tinha como objetivo ligar os lugares mais remotos do mundo à Internet, declarou esta sexta-feira falência depois de ter perdido um importante investidor por causa da pandemia de covid-19. …

CR7, Bernardo, Mourinho, Lage e mais 22 personalidades do futebol doaram 150 mil máscaras ao Hospital de Santo António

O agente Jorge Mendes juntou 26 personalidade do futebol, que vão desde jogadores, treinador e amigos, com o objetivo de dotar unidades hospitalares com materiais para combater a Covid-19. A iniciativa, que contou com a …

Italiana de 102 anos recuperou da covid-19. "Chamamos-lhe imortal"

Uma italiana, de 102 anos, recuperou da covid-19, depois de ter passado mais de 20 dias no hospital. Os médicos que a acompanharam vão agora estudar o seu caso. "Chamamos-lhe Highlander, a imortal", contou à CNN …

China já lucra com a Covid-19 (mas se a economia não engrenar depressa, pode nascer uma tempestade)

A China já está em fase de recuperação da Covid-19 e a economia do país dá sinais de vida, embora ainda longe dos patamares pré-pandemia. E o facto de o contágio continuar a alastrar por …

Cientistas de todo o mundo trabalham em 20 vacinas e 30 potenciais medicamentos

Cientistas em todo o mundo estão a trabalhar num total de 20 vacinas e 30 possíveis medicamentos contra o Covid-19, alguns dos quais já estão na última fase de testes antes da aprovação definitiva. De acordo …

Há uma vila na Lombardia sem infetados por Covid-19

Em Ferrera Erbognone, uma vila da Lombardia com mil habitantes e uma média de idades de 60 anos, ainda não se registaram casos de Covid-19, embora esteja no epicentro do surto em Itália. De acordo com …

Rei da Tailândia isola-se em hotel de luxo na Alemanha com 20 mulheres e vários servos

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, decidiu isolar-se num hotel de luxo na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, com a sua comitiva, que inclui um "harém" de 20 mulheres e vários servos. De acordo com o …

Rendas podem ser suspensas durante estado de emergência e mês seguinte

Empresas e famílias vão poder suspender o pagamento da renda nos meses em que vigore o estado de emergência e mês subsequente, de acordo com a proposta que cria um regime excecional de proteção aos …

Mais 11 pessoas detidas por desobediência. Número total sobe para 81

A PSP e a GNR detiveram até esta segunda-feira 81 pessoas pelo crime de desobediência no âmbito do estado de emergência iniciado dia 22 e decretado devido à pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da …