“Toca a reunir” no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

Mário Cruz / Lusa

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos quanto ao assunto, havendo seis clínicos que admitem, num inquérito, já ter praticado eutanásia.

O Parlamento debate, nesta quinta-feira, 5 projectos de despenalização da eutanásia apresentados por PS, Bloco de Esquerda, PAN, PEV e Iniciativa Liberal. Contando os votos de todos estes partidos e ainda o voto previsivelmente favorável de Joacine Katar-Moreira, a aprovação da morte medicamente assistida está à vista, com uma maioria confortável de 135 deputados.

Espera-se também que alguns deputados do PSD votem a favor, mas há ainda deputados socialistas que podem votar contra. O Expresso conta 12 deputados do PS que se opõem à despenalização da eutanásia.

Desta forma, no PS “há um toca a reunir para o dia da votação”, com o apelo a deputados que estão em missão no estrangeiro para que voltem a tempo da votação no Parlamento, para que não haja surpresas e a despenalização da eutanásia avance mesmo, segundo destaca o semanário.

Em 2018, as propostas apresentadas no Parlamento não passaram por apenas 5 votos, numa votação nominal dos deputados, em que se manifestaram um a um, com PS e PSD a darem liberdade de voto. Os dois partidos devem manter essa liberdade de voto para a votação desta quinta-feira.

Deputados do PSD avançam com iniciativa de referendo

Um conjunto de deputados do PSD vai avançar com uma iniciativa de referendo sobre a despenalização da eutanásia. O primeiro subscritor da iniciativa é o ex-líder da JSD Pedro Rodrigues, o segundo subscritor é o líder da distrital do Porto, Alberto Machado, e o terceiro é Cristóvão Norte, numa iniciativa à qual já aderiram também o ex-líder da distrital de Lisboa Pedro Pinto, os deputados eleitos pela capital Carlos Silva e Sandra Pereira, bem como os parlamentares e líderes das distritais de Coimbra e Viseu, Paulo Leitão e Pedro Alves, respectivamente.

Pedro Rodrigues defende que não pode ser “uma maioria conjuntural” a decidir uma “questão civilizacional que divide a sociedade”, conforme nota enviada à Lusa.

Entretanto, os jovens ligados aos centros universitários da Companhia de Jesus vão entregar, nesta quarta-feira, uma carta aberta contra a eutanásia, com cerca de 2.000 assinaturas.

Intitulada “Prevenir o que não se pode remediar”, os jovens jesuítas, com idades entre os 16 e os 30 anos, consideram que aprovar a eutanásia é “um irremediável erro que ainda é possível prevenir” e reiteram o apelo aos deputados para que votem contra.

Seis médicos admitem já ter praticado eutanásia

Um estudo feito pelo director do serviço de cuidados paliativos do IPO do Porto, o oncologista José Ferraz Gonçalves, aponta que 51% dos 1148 médicos que responderam ao inquérito são favoráveis à legalização da eutanásia, 32% são contra e 17% não têm posição definida.

Neste inquérito realizado apenas a médicos inscritos no Norte e que é divulgado pelo Público, também houve seis médicos que, mantendo o anonimato previsto no estudo, admitiram que já praticaram eutanásia e outros dois que estiveram envolvidos em casos de suicídio assistido.

Quando questionados sobre se estariam dispostos a praticar eutanásia no caso da sua legalização, mais de um terço dos inquiridos admitem fazê-lo, enquanto 44% garantem que não o farão e 19% não sabe.

Comentando os resultados do inquérito, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considera que o estudo não é representativo, já que só “o Norte tem cerca de 20 mil médicos inscritos”, como refere ao Público.

Em declarações a este jornal, José Ferraz Gonçalves considera que “os médicos que têm maior contacto com doentes em fim de vida [que vêem mais de 30 pacientes nestas circunstâncias por ano] são mais frequentemente desfavoráveis a essas práticas do que os que têm menor ou nenhum contacto”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. O que aqui se esta a discutir não é nada sobre casos de pessoas que estão em situações deploráveis de vida e que eventualmente proporcionar-lhe um fim digno e humanamente aceitável poderia (ou não!) conduzir ao fim da sua vida de forma mais prematura (eutanásia).
    O que aqui se esta a debater é um meio, legal de se poder num futuro próximo, reduzir os custas do estado:

    -> tens dinheiro és tratado com ele e com todas as regalias possíveis
    -> não tens dinheiro, o estado arranja uma solução simples, sem dor e gratuita… EUTANÁSIA.

    Ou acreditam que o atual sistema económico esta pensado para uma sociedade com cidadãos com mais de 70/75 anos?
    É uma ilusão, pois quando o sistema atual colapsar (que infelizmente já faltou mais, basta ver as dívidas dos países e das suas populações sempre à aumentar), reformas, cuidados paleolíticos, etc serão cortados ao mínimo, levando inevitavelmente à “necessidade” de recorrer à eutanásia para controlar os custos.
    Este é o fim triste que espera a uma grande maioria das pessoas…

      • Desta vez até concordo com o Eu!.
        Ninguém falou em “abater” pessoas mas sim no direito de as pessoas desesperadas com as suas maleitas terem o direito de pedir o fim do sofrimento.
        Ninguém falou em obrigar os médicos a “matar” pessoas mas sim em lhes dar o direito de assistir a quem sente a vida insuportável sem que a justiça os condene.
        Este tipo de comentários apoiados em fantasias e mentiras só desvirtuam a verdade dos assuntos tratados, livrem-nos destes comentários nada sérios.

  2. Cuidados paleolíticos referem-se à pré história não é verdade? Ó Alves, e que tal falar do que sabe e não andar por aí a atropelar as palavras? Lembro ainda, que é de ficar doido c/ as pessoas que ao emitirem certos comentários, vão para defronte do espelho, depois, sabemos o que acontece.

RESPONDER

Novas linhas ferroviárias de alta velocidade. Porto-Lisboa vai fazer-se em 1h15 (e Porto-Vigo em apenas 1h)

O Governo anunciou, esta quinta-feira, o Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030, que tem como um dos principais focos uma nova linha ferroviária de alta velocidade para ligar Lisboa-Porto num hora e 15 minutos. O jornal …

Arqueólogos descobrem esqueleto que acreditam pertencer a guerreiro anglo-saxão

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um esqueleto que parece ter pertencido a um guerreiro anglo-saxão. Os especialistas dizem que a descoberta lança uma nova luz sobre a ascensão e queda das tribos locais. O esqueleto foi …

Ana Rita Cavaco ataca plano de inverno (e duvida que Marcelo "tenha ficado mais sossegado")

Ana Rita Cavaco reuniu-se com Marcelo Rebelo de Sousa, mas duvida que o Presidente tenha ficado mais tranquilo após ter ouvido os representantes do setor da Saúde, no Palácio de Belém. Ana Rita Cavaco, presidente da …

Nuno Mendes, "hábil como Ronaldinho"

  Portal conceituado destaca o jovem lateral do Sporting e cita Cristiano Ronaldo... várias vezes. Gigantes europeus atentos à evolução do jogador. Nuno Mendes é o foco de um artigo do portal Goal, embora Ronaldo (e Ronaldinho) …

Irão e Rússia estarão a tentar interferir nas presidenciais dos EUA

O diretor nacional dos serviços de informação dos Estados Unidos disse na quarta-feira que Irão e Rússia obtiveram informações dos eleitores norte-americanos e que estão a tentar interferir nas eleições presidenciais de 3 de novembro. "Queremos …

Cientistas revertem a doença de Parkinson em ratos

Uma equipa de cientistas conseguiu reverter totalmente a doença de Parkinson em ratos. Os animais deixaram de apresentar sintomas e recuperaram neurónios. A doença de Parkinson resulta da redução dos níveis de uma substância que funciona …

Entrevista a Carlos Cueva, autor de estudo inédito sobre os jogos à porta fechada

Carlos Cueva, 34 anos e professor na Universidade de Alicante há seis anos. Estudou em Inglaterra, onde completou um doutoramento em Economia. O ensino e a investigação ocupam o seu tempo. É especialista em investigação …

Ministro da Saúde do Brasil infetado com covid-19

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde brasileiro, está infetado. Também esta quarta-feira, o governante foi admoestado por Jair Bolsonaro, que negou haver intenção do Brasil comprar 46 milhões de doses de vacina chinesa. O ministro da Saúde …

PSD vai votar contra o OE2021. PS acusa Rio de abandonar defesa do "interesse nacional"

O secretário-geral adjunto socialista disse esta quarta-feira que não surpreende o voto contra do PSD à proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), considerando, no entanto, que Rui Rio “deixou cair” o valor do …

As vacas preferem interagir cara a cara com as pessoas. Ficam mais relaxadas

Um novo estudo descobriu que as vacas preferem interagir com os seres humanos cara a cara e que ficam os animais ficam mais relaxados com este tipo de interação do que quando ouvem uma voz …