A próxima pandemia pode ser planeada por terroristas

Etienne Laurent / EPA

Os especialistas consideram que a covid-19 surgiu naturalmente em vez de ser criada em laboratório. Porém, de acordo com Vivek Wadhwa, da Universidade de Harvard, isso não significa que a próxima pandemia não envolverá um vírus mortal projetado por um adversário.

De acordo com um artigo publicado no Foreign Policy, Vivek Wadhwa, da Universidade de Harvard, acredita que a próxima pandemia pode ser criada por terroristas.

“Agora é tarde demais para impedir a disseminação global destes tecnologias – o génio está fora da garrafa”, escreveu Wadhwa. “Devemos tratar a pandemia de coronavírus como um ensaio geral do que está por vir – infelizmente, isso inclui não só os vírus que irrompem da natureza, mas também aqueles que serão deliberadamente desenvolvidos por humanos.”

Isto deve-se principalmente a uma revolução tecnológica na engenharia genética, segundo Wadhwa, que acredita que dará aos biohackers as ferramentas de que precisam para criar patógenos mortais. E não só dentro de um caro laboratório corporativo – mas de uma instalação simples e barata.

Os avanços no sequenciamento genético e edição de genes permitiram-nos criar e editar genes individuais, reorganizando-os à vontade, dando-nos o controlo sobre um processo que a natureza demorou milhares de anos a tratar.

Investigadores chineses até começaram a editar o genoma de embriões humanos, em alguns casos para torná-los resistentes à infeção pelo VIH. Apesar da reação internacional, o cientista chinês He Jiankui começou experiências com “bebés CRISPR”, cujos genomas foram editados antes do nascimento.

A tecnologia por trás da edição de genes tornou-se extremamente barata e relativamente simples. O ADN por correspondência permitiu até que os investigadores revivessem um parente extinto do vírus da varíola, como aponta Wadhwa.

Em maio de 2018, o Centro Johns Hopkins para Segurança Sanitária (CHS) testou um cenário fictício em que ex-políticos dos Estados Unidos foram solicitados a responder a tal situação, de acordo com a Vox. Os resultados não foram bons: 150 milhões de mortos mais de um ano depois.

“Se se está a tentar deliberadamente criar um patógeno mortal, que se espalha facilmente e que não temos medidas de saúde pública adequadas para mitigar, essa coisa que se cria está entre as coisas mais perigosas do planeta” disse Piers Millett , especialista em política científica e segurança internacional, ao Instituto Future of Life numa entrevista de 2018.

Estas novas investigações poderiam realmente levar a uma pandemia planeada por terroristas? Provavelmente ainda não, mas a tecnologia está sempre a melhorar e o potencial de danos é enorme.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …

Tel Aviv vai ter estradas elétricas que recarregam autocarros em movimento

Tel Aviv, em Israel, está a trabalhar na criação de estradas elétricas sem fios para carregar e fornecer energia aos transportes públicos da cidade. As estradas elétricas são parte de um programa piloto liderado pelo município …

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …