Bebés geneticamente modificados por cientista chinês podem morrer mais cedo

Quando um cientistas chinês anunciou que usou a tecnologia CRISPR para editar os genes de bebés gémeos para os fazer resistentes ao VIH, foi criticado pelo ato ser anti-ético e potencialmente perigoso para as crianças.

Agora, um novo estudo sublinha ainda mais estas preocupações. Os resultados sugerem que a mutação genética que foi feita nos bebés poderá está ligada a um risco maior de uma morte precoce.

Especificamente, o estudo descobriu que esta mutação – que é conhecida como CCR5-delta32 e que ocorre naturalmente numa pequena percentagem de pessoas – está vinculada a um aumento de 20% no risco de morte antes dos 76 anos.

“Além das muitas questões éticas envolvidas com os bebés CRISPR, ainda é muito perigoso tentar introduzir mutações sem conhecer todos os efeitos daquelas mutações”, disse o autor Rasmus Nielsen, professor de biologia integrativa da Universidade da Califórnia em comunicado. No caso da mutação CCR5-delta 32, “não é uma mutação que a maioria das pessoas gostaria de ter. Poderá estar, na verdade, em pior situação, ao ter isso.”

CCR5 é uma proteína que se localiza na superfície de algumas células imunes. O VIH usa esta proteína como uma porta para entrar nessas células. Cerca de 10% das pessoas com descendência europeia tem uma mutação no gene CCR5 que altera esta proteína e protege contra a infeção por VIH.

O cientista chinês He Jiankui queria introduzir essa mutação nos genomas dos bebés gémeos usando a tecnologia de edição de genes CRISPR-Cas9. A evidência disponível sugere que não conseguiu replicar exatamente a mutação natural, mas o cientista introduziu uma mutação semelhante que efetivamente teria o mesmo resultado: uma proteína CCR5 inativada.

Alguns estudos anteriores sugeriram que, embora a mutação do CCR5 proteja contra o VIH, poderia ter efeitos adicionais prejudiciais, como uma maior suscetibilidade à morte por gripe. No novo estudo, publicado na revista Nature Medicine, os investigadores analisaram informações de mais de 400 mil pessoas com idades entre 41 e 78 anos no Reino Unido, cujos registos de saúde e dados genómicos são parte de um banco de dados conhecido como o Reino Unido Biobank.

Os cientistas procuraram por pessoas que eram “homozigotas” para a mutação CCR5, o que significa que ambas as cópias do gene CCR5 da pessoa tinham uma mutação. Estas pessoas tinham 20% menos probabilidades de atingir a idade de 76 anos, em comparação com aquelas que tinham uma cópia com mutação ou nenhuma.

Além disso, os cientistas descobriram que menos pessoas do que o esperado que tinham essa mutação foram inscritos no banco de dados, sugerindo que esses indivíduos morreram mais jovens numa taxa maior do que a população em geral.

A nova descoberta “ressalta a ideia de que a introdução de mutações novas ou derivadas em humanos usando tecnologia CRISPR, ou outros métodos para engenharia genética, vem com riscos consideráveis, mesmo se as mutações fornecerem uma vantagem percebida”, escreveram os investigadores. “Neste caso, o custo da resistência ao VIH pode ser maior suscetibilidade a outras doenças – e talvez mais comuns”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …