Provas do caso Luanda Leaks podem ser nulas em Portugal

(dr) Mercado

A empresária Isabel dos Santos, filha mais velha do ex-Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos

A Constituição da República Portuguesa determina que as provas obtidas mediantes violação de correspondência são consideradas nulas. Desta forma, os documentos conseguidos por Rui Pinto no caso Luanda Leaks podem vir a ser nulas aos olhos da justiça portuguesa.

O bastonário da Ordem dos Advogados, Luís Menezes Leitão, alerta que as provas do caso Luanda Leaks poderão ser nulas em Portugal ao abrigo da Constituição da República Portuguesa que define que “são nulas todas as provas obtidas mediante violação de correspondência”.

“A nossa Constituição tem uma resposta muito clara, diz expressamente que são nulas todas as provas obtidas mediante violação de correspondência ou telecomunicações. Portanto, neste caso, essas provas não podem ser usadas”, disse Menezes Leitão em declarações à TSF.

Esta realidade é equacionada após, esta segunda-feira, os advogados do hacker português Rui Pinto assumir que é ele o responsável pela divulgação dos mais de 715 mil documentos que estão na origem do caso Luanda Leaks.

“Os advogados abaixo assinados declaram que o seu cliente, o Sr. Rui Pinto assume a responsabilidade de ter entregue, no final de 2018, à Plataforma de Proteção de Denunciantes na África (PPLAAF), um disco rígido contendo todos os dados relacionados com as recentes revelações sobre a fortuna de Isabel dos Santos, sua família e todos os indivíduos que podem estar envolvidos nas operações fraudulentas cometidas à custa do Estado angolano e, eventualmente, de outros países estrangeiros”, refere a nota divulgada.

Mesmo que as provas sejam agora conseguidas de outra forma qualquer, estas permanecerão nulas. O bastonário da Ordem dos Advogados diz que se trata doutrina dos frutos da árvore envenenada.

“Esta tese diz que se existe alguma intromissão abusiva, no início de uma investigação criminal, as provas são todas nulas, mesmo se recolhidas a partir daí. A única exceção que existe a essa doutrina é o caso de a descoberta ser inevitável. Seria a única hipótese em que uma prova que pudesse ser descoberta de outra maneira, de forma inevitável, pudesse ser utilizada. Fora esses casos, a prova é completamente nula”, explicou.

ZAP //

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

  1. sim, sim, o Retornado de Angola, no exercicio do seu “Poder” também mandar “queimar” as Escutas do Caso do Socrates.
    Um Covil de Malandros!

  2. Mas aqui não houve violação de correspondência ou telecomunicações… aqui houve mesmo foi uma entrada nos armazéns de informação dos corruptos… rssssssssssssssssssssssssssss

  3. É irrelevante saber se as provas têm validade em Portugal ou não. A questão é internacional e aí o entendimento é diferente. Trata-se de saber se são ou não fidedignas independentemente da forma como foram conseguidas. Para já, mesmo sem julgamento, já produziram efeitos.

  4. Extraditem a sanguessuga… Essa vigarista que enriqueceu porque o papá dela era um ditador devia ter sido presa e ter as contas congeladas assim que o papá deixou de ser Presidente… Sempre me enojou ver esta vigarista impunemente a realizar negócios em Portugal sabendo todos que ela só tinha dinheiro porque o pai o roubou aos Angolanos… Puro caso de nepotismo que devia ter sido CORRIGIDO assim que o pai deixou o poder… bem como ele devia ter sido ‘corrigido’, leia-se, enfiado na prisão para o resto da vida dele… esta complacência imoral e cúmplice com ditadores e respetiva prole beneficiária é asquerosa…

    • Então e “telhados de vidro”. Sabe o que são?
      Aparentemente o amigo Ricardo não os tem. Se os tivesse saberia o que são.
      Acho alguma graça aos virtuosos leitores / comentadores que são capazes e dar tiros do alto da sua montanha de moralidade e ética inquestionável.
      Nunca aceitou um favor de meios institucionais? Nunca passou à frente de ninguém para uma consulta? Nunca se livrou de uma multa de estacionamento porque o Sr. da EMEL toma café ao seu lado?
      Quem em Portugal pode falar de ‘nepotismo’?
      Os portugueses, na sua maioria, nem saberiam ‘funcionar’ num ambiente livre de nepotismo. (estou a falar de ‘NÓS’. Eu também sou português)

      • Caro Thomas… Comparar o facto de livrar alguém de uma multa de estacionamento com o que se passou/passa com Isabel dos Santos e respetivo pai é de bradar aos céus. Sem comentários.

        • Claro, está a comparar a “Estrada da Beira, c/a beira da estrada” ou vice-versa!!! Não tem desculpa, nem comparação e/ou salvação possível! Gosta tanto, mas TANTO do povo angolano que fez o que fez e continua a fazer! “Não foi o meu Pai, foi o Governo!” – dizia na entrevista à BBC; então e o Pai não era o Chefe máximo do Governo?!?!?!?! Mas isto está tudo feito, como dizem os brasileiros “crime de colarinho branco”!!! Antes q/me venham acusar de esquerdista ou pior (o que não me aquece nem arrefece), não sou contra o enriquecimento de quem merece, de quem para isso trabalha e produz, de forma honesta, sem pisar/prejudicar ninguém; pois esse é um dos pináculos da DEMOCRACIA! Agora isto?! Não podem continuar a haver lacunas/meandros/esquinas e voltinhas na Lei para ISTO, até porque como já disseram DEVERIA ser encarado como um processo internacional… o problema é que muito provavelmente nunca o será! Fosse um de nós, o comum dos mortais, que pagasse a um advogado modesto ou até tivesse um nomeado pelo Estado que já lá estávamos dentro, presos e bem presos…

  5. A maravilhosa justiça portuguesa a trabalhar para os criminosos como sempre!
    Só não criam uma excepção se não quiserem!
    Agora veremos se continuam a proteger os criminoso de uma forma tão descarada!

  6. Pois a n/ constituição protege quem é Ladrão, Corrupto, Vigarista. Não protege quem é cumpridor c/ o dever de cidadão. Infelizmente é a INJUSTIÇA que temos porque de justiça NADA TEM.

    • Se eu cometer um crime sobre outro criminoso, estou inocente ?

      Imagine que vai na autoestrada a 132 Km/hora e eu vou detrás de si na mesma velocidade.

      Entretanto sou parado pela policia que seguia detrás de mim numa viatura descaracterizada, e sou autuado.
      Eu como tenho uma câmara no meu carro que grava tudo o que tenho na frente, guarda também informação da velocidade entre outros dados.
      Perante a sua filosofia, eu devo ter um dever cívico de o acusar a si respondendo ao policia que eu transgredi a velocidade para gravar a sua transgressão.

      Fique a saber que eu seria autuado, e a lei a portuguesa protege-o a si, mas se não esta de acordo, mude-se para a vizinha Espanha onde na situação a cima, você poderia ser também autuado se o policia assim o entender. Se não veja o caso do indivíduo que foi autuado por excesso de velocidade por uma publicação que fez no instagram (as autoridades espanholas multaram sem verificar a veracidade da imagem)

      É cómico ver como so se julga na praça publica sem sequer perceberem a proteção diária que a constituição portuguesa lhes dá.

      • Lá vem o velho do Restelo falar sobre os direitos dele…. acho piada para estes gajos que no nosso país estão mais preocupados com eles do que com o bem estar de todos… a corrupção deve ser combatida dentro de todos os meios…. nem que para isso tenha se de usar métodos menos legitimos, a justiça portuguesa é corrupta e a unica maneira de combater injustiça é com injustiça, sejam crescidos e deixem de borrar as quecas sempre que alguem fala em apertar o cerco a corrupção… se és pessoa de bem não tens nada com que te preocupar, paga os teus impostos e se feliz por haver gente interessada em salvar isto, coisa que muita gente nem para ir a uma manifestação é capaz.

      • Ó excelentíssimo conhecedor e defensor da treta da justiça portuguesa. Então diz-me lá o que seria justo neste seguinte caso:
        – Um filho da mãe qualquer assassina um familiar teu, dentro de tua casa. Eu, que tinha entrado/pirateado a tua rede informática, consegui gravar o ato através de uma das tuas câmaras de vigilância (que supostamente não estava ligadas, eu é que gravei no meu computador enquanto “cuscava” indevidamente a tua casa). Como gravei tudo e enviei anonimamente (ou não, não), será justo que não possas utilizar essa gravação para apanhar o filho da mãe?
        Desde que existam provas, várias provas, comprovadas provas… acho muito bem que as utilizem para colocar atrás das grades um filho da mãe, seja ele quem for.
        Mas este seria um grande problema para a maioria dos grandes poderosos deste país.

        • Precisamente…
          O problema é que nunca foi, é ou será “seja lá quem for”….
          Muito bem dito/explicado.
          Cumprimentos e um bom dia para si.

  7. Estou perfeitamente de acordo com o VIAJANTE, pois dá a sensação nítida que a Constituição da República Portuguesa protege os criminosos e quejandos, não haja dúvida! Quer dizer que não há excepções e a impunidade é o pao nosso de cada dia. Se houvesse tantas preocupações com a lei fundamental deviam ter previsto as tais excepções à regra. País de bananeiras!!!!!

  8. O povo é manso e os politiqueiros sabem disso. Se fosse num país desenvolvido a esta hora estava tudo a pedir a demissão do presidente da república, primeiro-ministro, governador do banco de portugal, presidente da cmvm,… estavam sentados no tribunal os azevedos, os amorins e por aí fora. Mas como comecei por dizer o povo é manso.

  9. A Constituição Portuguesa de 1976 resultou de um acto sexual não consentido por ambss as partes. Por isso, vale o mesmo que todas as outras anteriores desde a Constituição de 1928 Estado Novo, até à Carta Constitucional. Vejam onde foram para todos os principios constitucionais desde 1976 até agora em quase todos os casos mediáticos desde o Fax de Macau até ao Caso Manuel Vicente, passando pela Dupla Tributação à Burla da Segurança Social.

  10. claro, que vai ser tudo anulado, não interressa á classe corrupta (politicos) era tudo descoberto ou seja os politicos quase todos iam para a prisão, acham? quando saimos para a rua em protesto á corrupcção em portugal?

RESPONDER

“Uma desgraça completa”. Ex-ministro do PSD arrasa atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia

O antigo governante do PSD Fernando Leal da Costa acusou esta quarta-feira o Ministério da Saúde de “falta de liderança” na gestão da pandemia de covid-19, e falou até de “uma desgraça completa” do ponto …

Ministro defende que investimento nas Forças Armadas “é tão relevante” como na saúde

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, destacou o papel das Forças Armadas no combate à pandemia de covid-19 e defendeu que o investimento público nesta área “é tão relevante” quanto na saúde ou …

Giro. João "Rosa" Almeida segura liderança da geral

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) manteve esta quarta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, numa 17.ª etapa ganha pelo australiano Ben O'Connor (NTT). O'Connor, de 24 anos, cumpriu os 203 quilómetros entre Bassano del …

Investimento público atinge máximo de uma década em 2021

Dados do relatório do Orçamento do Estado mostram que o Governo conta terminar 2020 com um investimento público de 4.884 milhões de euros (75 milhões de euros a menos do que a previsão do Orçamento …

Audições urgentes pedidas pelo PS sobre StayAway Covid são por escrito ou em dezembro

O Parlamento aprovou, esta terça-feira, a audição de entidades e personalidades sobre a obrigatoriedade da aplicação Stayaway Covid, proposta pelo PS, "com caráter de urgência", por escrito ou em dezembro, após o debate do Orçamento …

Taxa de nascimentos de linces no Vale do Guadiana é a mais alta da Península Ibérica

A taxa de nascimentos na população de linces ibéricos no Vale do Guadiana é a mais elevada da Península Ibérica, segundo os resultados dos censos 2019 divulgados hoje pelo Instituto da Conservação da Natureza e …

Pai de aluna teria ligações ao assassino do professor decapitado em França

Os investigadores encontraram uma possível ligação entre o assassino do professor francês Samuel Paty, decapitado em Paris, e o pai de uma aluna. Em declarações à AFP, citadas pelo Diário de Notícias, uma fonte próxima do …

Nove anos de prisão efetiva para a mãe que abandonou bebé no contentor do lixo

A mulher que abandonou o filho recém-nascido num caixote do lixo na zona de Santa Apolónia, em Lisboa, em novembro de 2019, foi esta quarta-feira condenada a nove anos de prisão efetiva, por tentativa de …

Mais 16 mortes e 2.535 novos casos. País vive "momento grande preocupação"

Portugal contabiliza esta quarta-feira mais 16 mortos relacionados com a covid-19 e 2.535 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim hoje …

"Falso histórico". Depois do Ambiente, Cultura chumba palácio de Berardo na Arrábida

Depois do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a Direção Geral do Património Cultural (DGPC) chumbou as obras ilegais levadas a cabo pela Bacalhôa Vinhos de Portugal, empresa de Joe Berardo. Há cerca …