/

Promessa eleitoral de Costa em Coimbra arranca um aviso da CNE. Rio ficou “chocado”

14

Hugo Delgado / Lusa

António Costa tem estado activo na campanha eleitoral, ao lado dos candidatos do PS às autárquicas, e até sacou da cartola uma maternidade em Coimbra. Uma promessa que deixou Rui Rio “chocado” e que leva a Comissão Nacional de Eleições a notar que pode ser uma violação da lei.

As verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a “bazuca” europeia, têm sido uma referência constante na campanha eleitoral dos candidatos socialistas às eleições autárquicas de 26 de Setembro.

Vários dos candidatos do PS têm mesmo referido as boas relações com o Governo como um factor de vantagem para atrair as verbas da “bazuca” para os seus municípios. Inês de Medeiros chegou a notar que “se o PRR resultar, o drama da habitação em Almada acaba em dez anos”.

Mas um dos momentos mais marcantes da campanha, até agora, no capítulo das promessas eleitorais, foi protagonizado pelo próprio António Costa em Coimbra, quando garantiu, ao lado do presidente de Câmara e recandidato do PS ao cargo, que a maternidade há tanto tempo esperada na cidade vai finalmente avançar.

Note-se que o autarca de Coimbra, Manuel Machado, tem aparecido empatado com o candidato do PSD nas sondagens.

Esta situação leva uma fonte oficial da Comissão Nacional de Eleições (CNE) a notar que António Costa pode ter violado a lei, considerando que a promessa em Coimbra “poderia enquadrar-se no âmbito dos deveres de neutralidade e imparcialidade dos titulares de cargos públicos”, conforme declarações de João Tiago Machado, porta-voz da CNE, ao Expresso.

Contudo, a CNE só pode actuar se receber queixas e não terá ainda recebido qualquer participação neste âmbito.

Rio nunca viu “um descaramento” tão grande

A promessa de Costa deixou o presidente do PSD “chocado”, uma vez que esta é uma reivindicação antiga da cidade.

“Em 2015 quando António Costa foi primeiro-ministro já existia [a reivindicação], a doutora Marta Temido foi candidata por Coimbra, promete a maternidade e não realiza maternidade nenhuma, e agora vêm falar em três semanas? Podia parafrasear António Costa e dizer: macacos me mordam se isto é verdade. Eu acho que os macacos vão mesmo morder”, criticou Rio durante uma acção de campanha.

Para o líder do PSD, esta nova promessa do PS para Coimbra pode estar relacionada com o projecto-lei dos sociais-democratas para deslocalizar o Tribunal Constitucional para esta cidade, mas salientou que este já tem um ano.

Rio lamentou ainda que Costa tenha dado a entender que se “se está a prometer mais para o lado do PS, é apenas porque os autarcas do PS são melhores”.

“Não tenho memória de ter visto, numa eleição, recente um desplante e um descaramento desta ordem, a prometer, a prometer a prometer”, apontou ainda.

Rio também concordou com a ideia já veiculada pelo eurodeputado do PSD Paulo Rangel que disse que o PS se tem estado a aproveitar do PRR na campanha eleitoral.

“O primeiro-ministro e o PS não têm feito outra coisa que não chegar aos diversos concelhos e dizer que têm não sei quantos milhões para ali”, afirmou, notando, contudo, que confia que, após “tantas eleições depois do 25 de Abril”, os portugueses já não acreditarão nestas promessas.

  ZAP // Lusa

14 Comments

  1. Mas que pouca vergonha é esta?
    Afinal o dinheiro é do PS?
    Pensei sempre que era do Estado Português e dos Portugueses.
    Tipico. Assim sendo, vamos todos votar PS, tal como na China…
    Tenham respeito…

  2. O PS aos poucos vai-seconfundindo com o Estado, eles são os novos donos disto tudo, onde começa a existir uma impunidade ensurdecedora. Temos um primeiro ministro que foi o n.º 2 do Eng José Sócrates, temos o caso do ministro Cabrita a quem tudo é permitido sem qualquer consequência, temos o caso do Sr. presidente da Assembleia da Republica envolvido num escândalo de pedofilia, não chegou a ir a julgamento, mas li alguns artigos que dizem que foi porque prescreveu, ou mesmo que seja porque o MP não arranjou provas suficientes, a verdade é que algumas vitimas o identificaram , não foi julgado nem condenado, mas por uma questão de decoro devia-se ter evitado nomear para tal cargo, as consequências têm-se visto nos ultimos dias, agora temos promessas eleitorais com dinheiros da EU, a falta de vergonha ultrapassou todos os limites e o pior de tudo é que todos vamos alegremente cantando como se nada fosse enquanto estamos cada vez mais na cauda da Europa , ultrapassados económicamente por tudo e todos, enquanto a corupção e impunidade grassam no nosso país, banqueiros que nunca são julgados ou cumprem pena de prisão .

  3. Tudo uma VERGONHA descarada. Realmente o PS e seus acólitos não têm VERGONHA nenhuma, desde as nomeações descaradas de quem deveria estar preso até à manutenção de ministros mentirosos e sem vergonha nem carácter.

  4. É vergonhoso mas nada a que já não estejamos habituados. O PS tomou conta do Estado. O nosso dinheiro é o dinheiro deles. Fazem o que bem entendem e não prestam contas a ninguém. Esta campanha tem sido do terceiro mundo. Um primeiro ministro a chantagear o povo com o aceno da bazuca… Votem em nós e este será um concelho próspero! Vergonha! Depois queixem-se que algumas franjas mais alucinadas do povo enveredem por meios mais violentos de protesto. Na realidade, vivemos uma falsa democracia. Apenas podemos escolher entre aqueles que as máquinas partidárias nos põem à frente. Estes, depois de eleitos alimentam a máquina do partido. É o pantanal que o Guterres referiu.
    Estou convicto que no futuro teremos cada vez mais fenómenos CHEGA e profundos alucinados como os negacionistas.
    Na realidade o povo, democraticamente, não vale nada. Essa é que é a realidade. É usado de 4 em 4 anos e depois rapidamente descartado. A consideração que os políticos nacionais têm pelo povo roça o zero.
    A democracia está seriamente doente e precisa de uma intervenção cirúrgica urgente. Os nossos responsáveis deveriam pensar seriamente nisto. Penso que ninguém deseja mais alucinados ou Chegas.

  5. Tu deves votar nos centristas não??? Se dizes mal do PS e chamas alucinados a partidos como CHEGA…só podes ser amigo do Chicão.

    Coitado, se não fosse o chega e estes partidos de olhos abertos para a realidade (e não esta porcaria de esquerdistas que só tem amigos e ajudam as minorias corruptas e ladroagem) se não fosse o CHEGA ninguém saberia os milhões que são desviados dos PORTUGUESES para estas minorias se governarem. É uma vergonha é ter que levar com partidos que só querem ficar bem vistos no parlamento europeu. Ponto final.

  6. O António Costa, esse “artista”, esqueceu-se, ou fez-se esquecido (já estamos habituados), que a maternidade é para Coimbra e não para o PS e muito menos para o atual presidente da câmara (seu amigo e correligionário).
    Portanto, se a maternidade é mesmo necessária a promessa vai ter de ser cumprida qualquer que seja o presidente da câmara.
    Espero mesmo que seja outro para esse “espécime” provar do veneno que semeia.

  7. Só há uma razão objectiva para o Costa continuar a ser governo e essa razão já foi explicada pelo “papagaio-mór” do reino. Se não vier de imediato o eurito de Bruxelas, no dia seguinte não há dinheiro para pagar à função pública! Seja sob a a forma de bazooka ou de várias fisgas.

  8. O Costa parece estar a pretender dizer que o dinheiro da bazuka é do PS na tentativa de pressionar os mais desatentos a votarem no seu partido, triste figura! É lamentável também que sempre se safa à custa da chantagem e dessa forma ludibriar os pategos!

  9. Se é vendedor de banha da cobra, vá para as feiras!

    Se é primeiro-ministro tome as decisões de que o país necessita!
    Em 6 anos limitou-se a engonhar em tudo o que não fosse arranjar emprego aos amigos e familiares!…

  10. É nojenta esta atitude e só demonstra a falta de ética política e não só … desta pessoa, que está a governar o destino de Portugal e cuja fatura vamos todos pagar…

  11. É vergonhoso prometer a injeção de capitais que são de todos os Portugueses e não do PS e das autarquias que querem manter ou ganhar.
    Prometem mundos e fundos mas……
    A CNE tem de estar atenta a estas promessas do conto do vigário.

  12. Costa, vai-te a eles e demite o CNE! Onde já se viu um qualquer CNE a chatear o nosso querido líder Costa!?
    Só em Portugal é que um Costa qualquer não pode fazer o que lhe apetece, mesmo continuando a aldrabar os portugueses. Ah! Ah! Ah!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.