Programa de computador prevê os gostos de arte das pessoas

p0ps / Flickr

O quadro “Warrior” (“Guerreiro”), de Jean-Michel Basquiat.

Um programa de computador criado por uma equipa de investigadores conseguiu prever com precisão os gostos de arte das pessoas.

Gostos não se discutem. Seja a cor preferida, o carro que conduz ou o género de música que ouve, não há nada que invalide as preferências das pessoas. Na arte, são os diferentes gostos que permitem criar um público para todas as formas de expressão. Não há forma de saber o que as pessoas vão ou não gostar — ou, pelo menos, não havia.

Uma equipa de investigadores criou um programa de computador capaz de prever com precisão quais pinturas uma pessoa vai gostar. Os autores do estudo publicado na revista Nature Human Behavior pediram a 1.500 voluntários que avaliassem quadros de diferentes correntes artísticas: impressionismo, cubismo, arte abstrata e color fieldum estilo de pintura abstrata.

As respostas dos voluntários foram inseridas no programa, que através de machine learning, foi capaz de prever as preferências artísticas dos participantes.

“Eu costumava pensar que a avaliação da arte era pessoal e subjetiva, por isso fiquei surpreendido com este resultado”, disse o autor principal, Kiyohito Iigaya, num comunicado citado pela Europa Press.

“O ponto principal é que estamos a ter uma ideia do mecanismo que as pessoas usam para fazer julgamentos estéticos”, disse John O’Doherty, professor de psicologia no Caltech. “As pessoas parecem usar recursos de imagem elementares e combiná-los. Este é o primeiro passo para entender como é que o processo funciona”.

O programa divide os atributos visuais de uma pintura em duas categorias: as de baixo nível, em que são tidas em conta características como contraste, saturação e matiz; e as de alto nível, em que, por exemplo, é avaliado se a pintura é dinâmica ou estática.

“O programa de computador calcula o quanto uma característica específica é tida em consideração ao tomar uma decisão sobre o quanto uma determinada obra de arte é apreciada”, explica Kiyohito Iigaya. “As de baixo e alto nível são combinadas ao tomar estas decisões”.

Desta forma, o computador consegue calcular com sucesso o gosto de uma pessoa por outra obra de arte nunca antes vista.

Noutra parte do estudo, os investigadores também mostraram que o seu programa, que já tinha sido treinado nas preferências artísticas, poderia prever com precisão quais fotografias os voluntários gostariam. Eles mostraram aos participantes fotos de piscinas, comida e outras coisas, e viram resultados semelhantes aos que envolviam pinturas.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …

Defesa de Salgado alega diagnóstico preliminar de Alzheimer do ex-banqueiro

A defesa do antigo presidente do BES, que está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança no âmbito da Operação Marquês, pediu ao tribunal uma perícia médica devido ao seu diagnóstico preliminar …

Três norte-americanos emitem carbono suficiente para matar uma pessoa, revela estudo

O estilo de vida de três norte-americanos leva a uma emissão de carbono suficiente para matar uma pessoa, revelou um novo artigo, concluindo ainda que as emissões de uma única usina a carvão podem causar …

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …