“A profissionalização é fundamental”. Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Rodrigo Antunes / Lusa

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais.

Como noticiou o Expresso na terça-feira, o bombeiro Carlos Carvalho, de 40 anos, voluntário de Cuba, no Baixo Alentejo, foi apanhado a 13 de julho num incêndio em Castro Verde, no qual mais quatro colegas ficaram feridos. Ficou com queimaduras em mais de 90% do corpo, acabando por morrer.

Este ano já morreram outros três bombeiros, todos voluntários: um no combate ao fogo, um num acidente de automóvel durante as operações e outro que se sentiu mal durante um fogo. Já nos fogos de 2017 em Pedrógão e na região centro morreram dois bombeiros.

“É difícil responder sem os resultados dos inquéritos que já foram abertos pelas autoridades”, disse o presidente da Associação Portuguesa de Bombeiros Voluntários, João Marques. “Às vezes é simplesmente azar, outras vezes excesso de confiança ou má preparação. Não quero estar a avançar com uma explicação sem saber em concreto o que aconteceu”, acrescentou.

João Marques indicou que “os números são, de facto, surpreendentes” e que não têm uma explicação óbvia. “Espero que fiquem por aqui. Para nós o desejável é que não morresse um único bombeiro. Estamos obviamente preocupados e já enviámos um ofício à secretária de Estado, juntamente com os bombeiros profissionais, para discutirmos o tema, mas ainda não tivemos resposta”.

“A profissionalização é fundamental”, admitiu João Marques. “Apesar de eu ser presidente de uma associação que representa os bombeiros voluntários, defendo que os profissionais têm de ser a primeira resposta no combate aos incêndios ou em outras emergências. As situações mais difíceis exigem mais treino, e um voluntário que tem outra profissão não tem a disponibilidade e o treino de um profissional”.

“A excelência atinge-se com mais treino e mais formação. O contrário é que seria de estranhar”, concluiu João Marques.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. E a profissionalização cria algum escudo protector aos bombeiros? Já fizeram contas, com a profissionalização quantos bombeiros são precisos? Sempre houve e continuará a haver grandes incêndios, e não é com a profissionalização que deixam de haver. Alterem o dispositivo de combate, onde seja o bombeiro que vai ao encontro do fogo, e não, o bombeiro ficar na estrada à espera que o fogo aí chegue.

  2. E porque não acabar com os incendiários?. Aumentar as penas para 25 anos de prisão efectiva?.
    Aposto que se acabarem com os incendiários, não haverá mais mortes.
    Experimentem.

  3. E a prevenção musculada onde está, os incendiários quem os, ataca a sério, por que razão as nossas tropas não fazem vigia por todo o país durante os meses críticos, por que razão não se organiza a floresta de uma vez por todas, por que razão continuamos a viver de promessas e mentiras, por que razão, governos e Assembleia da República não atuam em conformidade com a gravidade da situação? CHEGA!

RESPONDER

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Cimeira Social cheia de boas intenções deixa factura de um milhão de euros (e "erro" na comida da PSP)

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia comprometeram-se, na Cimeira Social do Porto, a "trabalhar em prol de uma Europa social". Mas o evento deixa uma polémica com as refeições distribuídas aos …

Alfredo Casimiro contrata Banco Nomura para vender 50,1% da Groundforce

O principal acionista da Groundforce anunciou este sábado, em comunicado, ter contratado o banco Nomura para assessorar a venda da participação de 50,1% da Pasogal na empresa de handling Groundforce, e pediu "especial atenção" ao …

Transferência para o Wolves. Diogo Jota recorda palavras de Jorge Mendes: "Vês como eu tinha razão?"

Diogo Jota, atual avançado do Liverpool, recuou no tempo e enfatizou a importância de Jorge Mendes na progressão da sua carreira. O avançado internacional português, que se transferiu esta temporada para o Liverpool, trocou o Atlético …

Um total de 19.359 agregados pagaram adicional de solidariedade do IRS

Entre o Continente e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira são 19.359 os agregados com rendimento coletável acima dos 80 mil euros e que, por esse motivo, foram chamados a pagar taxa adicional …

Resort Zmar

Imigrantes já começaram a ser retirados do Zmar (e os donos de casas podem ter de as desmontar)

Os primeiros imigrantes realojados no empreendimento turístico Zmar, em Odemira (Beja), já começaram a ser retirados do local, após a decisão do tribunal contra a requisição civil do Governo. E enquanto se pede a demissão …

Índia ultrapassa quatro mil mortos num só dia. Cuba vai imunizar população com vacinas nacionais

A Índia registou mais de quatro mil mortes associadas à covid-19 num só dia e o Brasil contabilizou 2.165 óbitos nas últimas 24 horas. Em contraste, Cuba vai começar a vacinar a população contra a …

Boris Johnson diz que não haverá novo referendo de independência na Escócia

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, recusou hoje qualquer possibilidade de realizar um novo referendo de independência na Escócia, mesmo que o Partido Nacional Escocês (SNP) obtenha maioria absoluta no parlamento regional. “Acho que um referendo no …

Associação dos Árbitros apresenta queixa contra Benfica, Jesus, Grimaldo e Otamendi

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) apresentou uma queixa contra o Benfica, Jorge Jesus, Grimaldo e Otamendi, por causa das declarações proferidas após o jogo com o FC Porto. A notícia de que a …

Um milhão de pessoas já foram imunizadas. Faixa etária dos 50 anos começou a ser vacinada em alguns locais

Em alguns locais do país, já há pessoas na faixa etária dos 50 anos a receber a primeira dose da vacina contra a covid-19. Fonte da task force responsável pelo plano nacional de vacinação disse, este …

GNR inicia operação para dar segurança nas celebrações e peregrinação a Fátima

A GNR promove a partir de hoje uma operação de segurança em todo o território nacional, com maior incidência em Fátima e nas principais vias de acesso, para garantir segurança durante o deslocamento dos peregrinos …