Professora agredida “a soco e pontapé” à porta de uma escola no Porto

Clonny / Flickr

Uma professora da Escola Básica da Torrinha, no Porto, foi agredida “a soco e pontapé” à porta daquele estabelecimento de ensino, por uma encarregada de educação, revelou esta quinta-feira à Lusa fonte da PSP.

De acordo com a mesma fonte, o incidente ocorreu quarta-feira e a PSP foi chamada ao local cerca das 10:50, tendo a vítima apresentado queixa junto daquela força policial.

A professora, de 45 anos, também se dirigiu ao hospital de Santo António, no Porto, para receber assistência médica. As causas que poderão ter motivado esta agressão ainda não são conhecidas, mas fonte da PSP explicou à Lusa que a vítima “não é professora” do educando da alegada agressora.

A adjunta da diretora do agrupamento de escolas Rodrigues de Freitas, Carla Lopes, do qual a Escola da Torrinha faz parte, disse à Lusa que a direção tomou “conhecimento da situação”, tendo ouvido a vítima. Explicou que apenas tem “poder sobre alunos e não sobre adultos que atuam na via pública”.

Questionada pela Lusa, Carla Lopes disse que “foi a primeira vez” que este tipo de situação ocorreu e explicou que “o caso está entregue à polícia”, uma vez que ocorreu à porta da escola. O caso foi entregue à PSP que se encontra em investigações.

// Lusa

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É este o resultado que dá quando se protegem os alunos e os pais e se retira por completo a autoridade do professor!A educação está uma vergonha e já pouco falta para serem os pais a ditarem as notas que querem para os filhos!

    • Concordo, o proteccionismo exagerado da “classe desfavorecida”, ou seja, dos alunos e encarregados de educação, dá este tipo de resultados. E está muito longe de ser caso único. Também culpo os professores e restante pessoal do ensino por permitirem serem vítimas da falta de respeito crescente por parte dos educandos e seus representantes. Eu nunca aceitaria a humilhação de ser tratado da maneira como os educadores têm sido (des)tratados nas escolas.

      • Eles(os professores) até têm medo de agir. O status quo em Portugal é a bagunça generalizada – os agentes de autoridade, por vezes nem sabem como hão-de de agir ou agem por impulsos, dada a falta de apoio (por vezes abandono) dos governantes. Estes, o que os move é o tacticismo político. Por-se do lado dos que lhes podem fornecer mais votos, é a sua estratégia sub-reptícia.

    • Pagam-lhes mal e ainda estão sujeitos a estas agressões miseráveis (terceiro-mundistas). Para onde caminha este pobre país ?

    • O Sr. não sabe a história toda, por isso não tome conclusões precipitadas. Ainda não sabemos se a professora tem alguma culpa do que lhe aconteceu ou não, não sabemos se a criança da encarregada de educação foi agredida ou não. Os professores escapam impunes à vários anos de violência física e verbal a crianças por todo o país. Falo disso com conhecimento de causa, por isso aguardemos pelo desenrolar da história.

  2. Depois do magnífico trabalho efectuado pela “vaca” do ministério da educação e pelo vigarista 1º ministro que desgovernou este pântano e nos colocou na miséria, já tardavam o conhecimento de situações como esta. Pois elas existem em maior quantidade, pese embora não sejam do conhecimento público em geral. Os orgãos de informação deviam perguntar aos Conselhos Directivos das Escolas ou Agrupamentos o porquê de silenciarem estas ocorrências…
    A mentira tem perna curta…

RESPONDER

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …