Produção total de petróleo da Arábia Saudita retomada até final do mês

statephotos / Flickr

O rei saudita Salman bin Abdulaziz Al Saud

Até ao final do mês, a capacidade de produção diária do país será de 11 milhões de barris, quando antes do ataque a cifra se situava em 9,6 milhões, informou Abdulaziz bin Salman.

O ministro da Energia da Arábia Saudita, Abdulaziz bin Salman, disse esta quarta-feira em conferência de imprensa que a produção total de petróleo no país será retomada até ao final de setembro. O ministro saudita adiantou também que 50% da produção de petróleo cortada devido a um ataque ao maior campo petrolífero do país, no sábado, já foi restabelecida.

O ministro adiantou também que, até ao final do mês, a capacidade de produção diária do país será de 11 milhões de barris, quando antes do ataque a cifra se situava em 9,6 milhões. Abdulaziz bin Salman manifestou também a vontade de que a produção chegue aos 12 milhões de barris por dia até novembro.

O ministro afirmou ainda que a Aramco, empresa afetada, conseguiu “controlar os danos” e compensar a diminuição de produção nas estruturas afetadas através de aumentos de produção noutros campos petrolíferos. “As exportações do reino não vão diminuir”, assegurou o ministro Abdulaziz bin Salman, também membro da família real saudita.

Na mesma conferência de imprensa, o presidente executivo da Aramco, Amin al Nasser, disse também que o campo de Abqaiq, afetado pelos ataques, continuou a produzir diariamente dois milhões de barris de crude.

Yassir al-Roumayyan, outro responsável da Aramco, referiu ainda que os planos de entrada da empresa em bolsa se irão manter.

O ataque de sábado ao maior campo petrolífero do mundo, na Arábia Saudita, reivindicado pelos rebeldes Huthis do Iémen, atingiu a produção de 5,7 milhões de barris de petróleo por dia no país, o equivalente a 5% da produção diária mundial.

Preço do barril de Brent desce 6,33% para 64,65 dólares

O preço do barril de petróleo Brent para entrega em novembro encerrou no mercado de futuros de Londres a baixar 6,33%, para 64,65 dólares, após ter subido 14,59%, devido aos ataques às instalações de uma petrolífera saudita.

O crude do mar do Norte, de referência na Europa, concluiu a sessão no International Exchange Futures a cotar 4,37 dólares abaixo dos 69,02 dólares com que fechou as transações na segunda-feira.

O preço do barril de petróleo Brent recuou depois de a Arábia Saudita anunciar que recuperou mais da metade da produção afetada por dois ataques de drone’, que ocorreram no sábado.

Na segunda-feira, o preço do Brent tinha subido 14,59%, para 69,02 dólares, após os ataques reivindicados pelos rebeldes Houthis do Iémen contra instalações de uma petrolífera saudita.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Porsche lança Taycan "low cost" para competir com a Tesla

https://vimeo.com/367293637 A Porsche lançou uma versão económica do Taycan de forma a competir com o Model S da Tesla. O veículo elétrico está disponível a partir de janeiro e custará cerca de 105 mil euros. A batalha …

Quartel da Graça vai ser um hotel de luxo

A concessão do Quartel da Graça, em Lisboa, vai ser entregue ao grupo Sana, no âmbito do programa Revive, estando previsto um investimento de 30 milhões de euros, para a instalação de um hotel, foi …

Infarmed retira do mercado protetor solar infantil

O Infarmed disse esta sexta-feira que está acompanhar as precauções da agência espanhola do medicamento em relação aos produtos de proteção solar ISDIN, indicando que em novos testes detetou variabilidade e inconsistência no fator de …

Com 13 anos, herdeira da Coroa de Espanha discursa pela primeira vez

O rei Filipe VI transmitiu esta sexta-feira à princesa Leonor o compromisso "pessoal e institucional" que possui como herdeira da Coroa na entrega dos Prémios Princesa de Astúrias 2019, cerimónia acompanhada no exterior por uma …

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …

Adepto do Nápoles acusado da morte de apoiante do Inter

  O adepto do Nápoles tem antecedentes criminais e, segundo a investigação, poderá estar ligado à camorra, uma organização criminosa italiana. Um adepto radical do Nápoles foi esta sexta-feira detido sob a acusação de homicídio de um …

As temperaturas no Qatar estão tão altas que já há ar condicionado nas ruas

As temperaturas no Qatar, um dos lugares mais quentes do planeta, aumentaram tanto que as autoridades estão a instalar equipamentos de ar condicionado no exterior dos edifícios, nas ruas e nos mercados. O país, onde as …