O problema de África são “7 a 8 crianças por mulher”, acha Macron

Francois Mori / EPA

Emmanuel Macron toma posse como presidente da França

Emmanuel Macron toma posse como presidente da França

O presidente francês causou revolta e indignação esta semana depois de afirmar que o principal problema do continente africano é o facto de as mulheres terem muitos filhos. Tal avaliação gerou uma enxurrada de críticas nas redes sociais.

O polémico discurso de Emmanuel Macron aconteceu durante a Cimeira do G20 – o encontro das 20 maiores economias do mundo, que aconteceu a 7 e 8 de julho em Hamburgo, na Alemanha. O vídeo só foi divulgado nesta segunda-feira.

O presidente francês afirmou que os problemas daquele continente não eram económicos, ecológicos ou políticos, mas sim “demográficos”. “Quando num país, as mulheres ainda têm sete a oito filhos, podemos gastar milhões de euros com eles, mas não vamos conseguir estabilizar nada”, alegou.

Macron abordou várias questões relacionadas com África durante a Cimeira. Nas redes sociais, os principais comentários acusaram o presidente de França de culpar crianças inocentes, em vez de responsabilizar as companhias estrangeiras que “os roubam”.

“Aparentemente, o roubo de recursos pelas empresas ocidentais não faz parte dos problemas que África enfrenta. É culpa de 7 a 8 crianças por mulher“, escreveu um utilizador no Twitter, acrescentando que o problema demográfico é resultado do subdesenvolvimento e não a causa.

“Esqueceu-se dos países que estão a roubar os recursos naturais do continente”, escreveu outro. Algumas pessoas citaram o discurso de Macron como um exemplo de “racismo quotidiano”.

“Sete e oito crianças por mulher não é um problema de civilização”, disse uma pessoa, enquanto outra acrescentou: “Estamos em 2017 e França ainda partilha opiniões colonialistas e racistas em relação a África. Há coisas que não mudam”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Racismo? o homem está cheio de razão quantas mais crianças mais sofrimentos, pois os politicos africanos não querem saber do bem do povo para nada.

    • Puppet dos Rothschild, o que se esperava…Só pensam na porcaria do dinheiro.
      Vejam as condições que existem nesses países pobres e questionem o porquê das famílias terem muitos filhos.
      É que todos eles servem de mão de obra para trabalhar para sustentar a família, e mesmo assim sustentam muito mal, pois ganham uma miséria. E os pais querem ter alguém que cuide deles quando chegarem à velhice (se chegarem). E muitas dessas crianças nem chegam à idade adulta por conta da miséria em que vivem…

    • Socialismo e racismo não são compatíveis de forma alguma. Pense bem no significado de cada “opção”. Mas concordo consigo quando diz “Ele é um” (…) “colonialista e racista”

Responder a Enzo Cancelar resposta

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …

Polícias que prestam serviço no 112 não recebem subsídio desde setembro

Os agentes e militares que fazem a triagem das chamadas do 112 não auferem a gratificação mensal pelo serviço prestado ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) desde setembro do ano passado. Segundo o Jornal de Notícias, …

Contrariando ordem judicial, Malásia deportou mais de mil pessoas para Myanmar

A Malásia entregou 1086 cidadãos que tinham fugido de Myanmar aos militares que organizaram o golpe de Estado de 01 de fevereiro, estando entre esses requerentes de asilo já registados oficialmente junto da Organização das …

Assassino da jornalista Daphne Caruana Galizia condenado a 15 anos de prisão

Vincent Muscat, um dos três homens acusados do assassínio, em outubro de 2017, da jornalista anticorrupção de Malta Daphne Caruana Galizia, foi condenado a uma pena de 15 anos de prisão pelo tribunal da La …

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …