/

Privados sem disponibilidade para receber doentes covid em Lisboa

3

Caroline Blumberg / EPA

Os hospitais privados da região de Lisboa e Vale do Tejo garantem não ter disponibilidade para receber doentes covid do Serviço Nacional de Saúde. Em causa estariam entre 20 a 30 camas que poderiam vir a ser utilizadas em caso de necessidade.

Nesta fase da pandemia, em que o número de casos diários continua a aumentar, o Governo procura a ajuda dos hospitais privados para lidar com o crescente número de pacientes. No entanto, os planos de António Costa podem sair furados, pelo menos no que toca à região de Lisboa e Vale do Tejo.

Os hospitais privados comunicaram à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) que não têm disponibilidade para receber doentes covid nesta região, escreve o jornal Público.

O presidente da ARSLVT, o presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada e representantes dos principais grupos privados da zona de Lisboa reuniram-se esta quarta-feira para perceber qual a disponibilidade destas unidades para apoiar os hospitais do Serviço Nacional de Saúde com os doentes infetados com covid-19.

“Foi uma sondagem, uma conversa com o dr. Óscar Gaspar [presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada] e representantes dos principais grupos privados de Lisboa, porque é nossa obrigação ter as coisas preparadas”, expôs o presidente da ARSLVT, Luís Pisco.

Luís Pisco adiantou que os hospitais privados garantiram não ter disponibilidade para receber estes doentes.

“Têm uma atividade programada, fizeram os seus planos e não contaram com isso. Têm o mesmo problema que nós, se colocarem um doente covid numa enfermaria, essa enfermaria tem de ficar dedicada à covid”, explicou.

Embora os privados tenham prometido colaborar com o SNS caso fosse necessário, Pisco adianta que “não pareceu que situação vá mudar a curto médio prazo”. Em causa estariam entre 20 a 30 camas de enfermaria que poderiam vir a ser contratualizadas em caso de necessidade, escreve o Público.

  ZAP //

3 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE