Príncipe Ernesto de Hanoover vendeu o castelo da família por um euro

O príncipe Ernesto Augusto de Hannover entregou o Castelo de Marienburg, residência oficial da Casa de Guelfo, pelo preço simbólico de um euro ao Estado da Baixa Saxónia, no norte da Alemanha.

Depois de se tornar chefe de uma das dinastias europeias mais distintas em 2004, Ernesto passou os últimos sete anos em negociações para vender o edifício de maneira a não gastar mais dinheiro na sua conservação.

Isto porque, a partir de 2020, as dispendiosas obras de renovação do castelo começarão – são mais de 27 milhões de euros para evitar a queda do monumento histórico da realeza alemã. “Não podemos garantir que o montante seja suficiente”, reconheceu o ministro regional da Cultura, Björn Thümler, admitindo um aumento do orçamento no decorrer da renovação, de acordo com o El Español.

Em 1857, Jorge V de Hannover levou Maria de Saxe-Altemburgo ao topo de uma colina com 135 metros de altura, em Pattensen, anunciando que ali iria construir um castelo em sua honra e a seu gosto, em homenagem aos 14 anos de casamento e aos três filhos em comum.

As obras começaram no ano seguinte. O castelo era constituído por 140 quartos distribuídos por cinco andares. No entanto, Jorge V nunca chegou a ver o castelo devido à cegueira e Maria viveu apenas alguns anos na residência antes de acompanhar o rei para um exílio em 1867, depois do exército prussiano ter ocupado Hannover. Ao todo, o custo das obras seriam de 50 milhões de euros atualmente.

“Foi uma decisão de grande importância para a minha família”, admitiu o príncipe Ernesto Augusto quando deu a conhecer a venda do palácio. “Encontrámos uma boa solução que permitirá que o palácio e o seu inventário possam conservar-se para o público.” O edifício alberga diversas obras de artes e mais de 1.700 peças de interesse histórico. É possível que o castelo se converta num museu ou hotel.

O jovem de 35 anos iniciou o processo de venda às autoridades de Hannover em 2011 mas os problemas financeiros foram herdados pelo seu pai, o príncipe Ernesto Augusto. Em 2005, o chefe da Casa de Guelfo já tinha sido obrigado a vender tesouros artísticos do palácio, que geraram uma receita de 44 milhões de euros. Com o dinheiro, o príncipe renovou uma torre do Castelo de Marienburg que estava a cair aos pedaços.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Hospital da Luz em Lisboa limita acesso a urgências pediátricas no verão

O acesso dos clientes ao Atendimento Urgente de Pediatria "será limitado temporariamente" devido a obras de expansão do hospital. Condicionamento vai durar de 1 de julho a 15 de setembro. O Hospital da Luz, em Lisboa, …

Português entre as vítimas mortais em incêndio em Paris

Um cidadão português é uma das três vítimas mortais do incêndio ocorrido no sábado num prédio no centro de Paris, França, disse esta terça-feira à Lusa fonte oficial do Governo. Uma fonte oficial do gabinete do …

Restaurante de Avillez entre os 50 melhores do mundo

O restaurante Belcanto, do chef José Avillez, entrou pela primeira vez para a lista dos melhores 50 melhores restaurantes do mundo, para a 42ª posição. No ano passado, o restaurante, situado no Largo de São Carlos, …

Sevilha terá recusado contratar João Félix por 1,5 milhões. Era "muito dinheiro"

Reforço já garantido pelo Atlético Madrid para a próxima temporada, João Félix poderia por estes dias já andar na Liga espanhola, ao serviço do Sevilha, clube que no arranque da temporada 2018/19 terá recusado contratar …

Carrossel internacional do IVA. 15 empresários detidos em megaoperação da PJ

A Polícia Judiciária (PJ) deteve nesta terça-feira 15 empresários por suspeitas de fraude fiscal e de branqueamento de capitais no âmbito de um esquema conhecido por carrossel internacional do IVA. Está em causa um tipo de …

Portugal é “campeão” dos atrasos na aplicação de medidas anti-corrupção

Portugal foi o país com a maior proporção (73%) de recomendações não implementadas do Grupo de Estados Contra a Corrupção (GRECO), seguido da Turquia (70%), indica o relatório de 2018 deste órgão de monitorização anti …

"Cansado da insolência dos europeus", Irão renuncia a dois compromissos do acordo nuclear

O Irão libertar-se-á “resolutamente” de dois outros dos seus compromissos no quadro do acordo internacional sobre o seu programa nuclear “a partir de 7 de julho”, noticiou esta terça-feira a agência iraniana Fars, citando um …

Héctor Herrera já terá data de apresentação definida no Atlético de Madrid

O internacional mexicano Héctor Herrera vai ser reforço do Atlético de Madrid para as próximas épocas a partir do próximo dia 1 de julho. De acordo com o que escreve esta terça-feira o jornal catalão Mundo …

Ferro Rodrigues escreveu a Itália: "Miguel Duarte agiu por razões humanitárias"

O presidente da Assembleia da República transmitiu ao homólogo italiano a apreensão do parlamento com o processo de Miguel Duarte, investigado em Itália por suspeita de ajuda à imigração ilegal, defendendo que o jovem português …

Últimos moradores do prédio Coutinho ficam sem gás

Os últimos 11 moradores do prédio Coutinho, no centro de Viana do Castelo, ficam esta terça-feira sem fornecimento de gás, afirmou Agostinho Correia, residente que admite ser "difícil" continuar a "fazer vida" no edifício já …