Príncipe Ernesto de Hanoover vendeu o castelo da família por um euro

O príncipe Ernesto Augusto de Hannover entregou o Castelo de Marienburg, residência oficial da Casa de Guelfo, pelo preço simbólico de um euro ao Estado da Baixa Saxónia, no norte da Alemanha.

Depois de se tornar chefe de uma das dinastias europeias mais distintas em 2004, Ernesto passou os últimos sete anos em negociações para vender o edifício de maneira a não gastar mais dinheiro na sua conservação.

Isto porque, a partir de 2020, as dispendiosas obras de renovação do castelo começarão – são mais de 27 milhões de euros para evitar a queda do monumento histórico da realeza alemã. “Não podemos garantir que o montante seja suficiente”, reconheceu o ministro regional da Cultura, Björn Thümler, admitindo um aumento do orçamento no decorrer da renovação, de acordo com o El Español.

Em 1857, Jorge V de Hannover levou Maria de Saxe-Altemburgo ao topo de uma colina com 135 metros de altura, em Pattensen, anunciando que ali iria construir um castelo em sua honra e a seu gosto, em homenagem aos 14 anos de casamento e aos três filhos em comum.

As obras começaram no ano seguinte. O castelo era constituído por 140 quartos distribuídos por cinco andares. No entanto, Jorge V nunca chegou a ver o castelo devido à cegueira e Maria viveu apenas alguns anos na residência antes de acompanhar o rei para um exílio em 1867, depois do exército prussiano ter ocupado Hannover. Ao todo, o custo das obras seriam de 50 milhões de euros atualmente.

“Foi uma decisão de grande importância para a minha família”, admitiu o príncipe Ernesto Augusto quando deu a conhecer a venda do palácio. “Encontrámos uma boa solução que permitirá que o palácio e o seu inventário possam conservar-se para o público.” O edifício alberga diversas obras de artes e mais de 1.700 peças de interesse histórico. É possível que o castelo se converta num museu ou hotel.

O jovem de 35 anos iniciou o processo de venda às autoridades de Hannover em 2011 mas os problemas financeiros foram herdados pelo seu pai, o príncipe Ernesto Augusto. Em 2005, o chefe da Casa de Guelfo já tinha sido obrigado a vender tesouros artísticos do palácio, que geraram uma receita de 44 milhões de euros. Com o dinheiro, o príncipe renovou uma torre do Castelo de Marienburg que estava a cair aos pedaços.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …

Vaticano acusado de conhecer má conduta de bispo argentino desde 2015

O Vaticano recebeu informações entre 2015 e 2017 de que um bispo argentino próximo do papa exibia um comportamento "obsceno" e foi acusado de má conduta com seminaristas, segundo um religioso citado pela Associated Press. As …