Príncipe Ernesto de Hanoover vendeu o castelo da família por um euro

O príncipe Ernesto Augusto de Hannover entregou o Castelo de Marienburg, residência oficial da Casa de Guelfo, pelo preço simbólico de um euro ao Estado da Baixa Saxónia, no norte da Alemanha.

Depois de se tornar chefe de uma das dinastias europeias mais distintas em 2004, Ernesto passou os últimos sete anos em negociações para vender o edifício de maneira a não gastar mais dinheiro na sua conservação.

Isto porque, a partir de 2020, as dispendiosas obras de renovação do castelo começarão – são mais de 27 milhões de euros para evitar a queda do monumento histórico da realeza alemã. “Não podemos garantir que o montante seja suficiente”, reconheceu o ministro regional da Cultura, Björn Thümler, admitindo um aumento do orçamento no decorrer da renovação, de acordo com o El Español.

Em 1857, Jorge V de Hannover levou Maria de Saxe-Altemburgo ao topo de uma colina com 135 metros de altura, em Pattensen, anunciando que ali iria construir um castelo em sua honra e a seu gosto, em homenagem aos 14 anos de casamento e aos três filhos em comum.

As obras começaram no ano seguinte. O castelo era constituído por 140 quartos distribuídos por cinco andares. No entanto, Jorge V nunca chegou a ver o castelo devido à cegueira e Maria viveu apenas alguns anos na residência antes de acompanhar o rei para um exílio em 1867, depois do exército prussiano ter ocupado Hannover. Ao todo, o custo das obras seriam de 50 milhões de euros atualmente.

“Foi uma decisão de grande importância para a minha família”, admitiu o príncipe Ernesto Augusto quando deu a conhecer a venda do palácio. “Encontrámos uma boa solução que permitirá que o palácio e o seu inventário possam conservar-se para o público.” O edifício alberga diversas obras de artes e mais de 1.700 peças de interesse histórico. É possível que o castelo se converta num museu ou hotel.

O jovem de 35 anos iniciou o processo de venda às autoridades de Hannover em 2011 mas os problemas financeiros foram herdados pelo seu pai, o príncipe Ernesto Augusto. Em 2005, o chefe da Casa de Guelfo já tinha sido obrigado a vender tesouros artísticos do palácio, que geraram uma receita de 44 milhões de euros. Com o dinheiro, o príncipe renovou uma torre do Castelo de Marienburg que estava a cair aos pedaços.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Minicérebro criado em laboratório consegue contrair músculos

Cientistas criaram em laboratório um minicérebro que se conectou espontaneamente à medula espinal de uma cobaia. O organóide foi também o primeiro da história a iniciar o movimento muscular. Composto por cerca de dois milhões de …

Orangotango sedado encontrado na bagagem de passageiro russo

Um turista russo que tentava traficar um orangotango foi detido em Bali, Indonésia, na sexta-feira. Andrei Zhestkov queria levar o animal para a Rússia e transformá-lo num animal de estimação. As autoridades do aeroporto indonésio decidiram …

Freddie Mercury quis que Mary Austin escondesse as suas cinzas (e já se sabe porquê)

Freddie Mercury é um dos ícones inquestionáveis da história da música. A sua maneira de entender o rock, a sua voz e a sua maneira de se mover no palco fizeram dele um dos melhores …

Fotógrafo pessoal de King Jong-un foi despedido. Estava demasiado perto

O fotógrafo pessoal do governante norte-coreano Kim Jong-un foi despedido do seu cargo e expulso do Partido Trabalhista por violar a "regra dos dois metros", ao tirar fotografias do líder supremo a uma distância muito …

Suplementos alimentares não previnem a depressão

A toma de suplementos alimentares mostrou-se incapaz de prevenir a depressão, segundo um estudo realizado em mais de mil pessoas de quatro países europeus. Os investigadores quiseram testar se a toma de suplementos nutricionais ou alimentares, …

A Wikipédia esteve em baixo (e foi de propósito)

Quatro linguagens da Wikipédia estiveram em baixo na quinta-feira: alemão, eslovaco, checo e dinamarquês - e não foi um erro técnico. Foi um protesto contra a nova lei que provavelmente será aprovada pelo Parlamento Europeu na próxima …

Cruzeiro à deriva na Noruega. Mais de 1300 pessoas resgatadas de helicóptero

Um navio de cruzeiro com cerca de 1.300 passageiros a bordo encontra-se, este sábado, à deriva na costa norueguesa, enfrentando um estado de tempo adverso, com vento forte. "O navio de cruzeiro Viking Sky lançou um …

“Coletes amarelos” passam despercebidos em Paris

Com os locais habituais de manifestação interditos e reforço militar junto às principais instituições francesas, os “coletes amarelos” são ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre turistas e parisienses. A manhã na capital …

Número de mortos em Moçambique sobe para 417

O número de mortos em Moçambique devido à passagem do ciclone Idai subiu para 417, anunciou este sábado o ministro do Ambiente moçambicano, Celso Correia, citado pela agência Reuters. O governante acrescentou que a situação …

Criação de novo centro orientado para as smart cities em debate numa conferência em Lisboa

Representantes de empresas ligadas à inovação e ao setor público vão participar num debate, na terça-feira, em Lisboa, para debater a importância das cidades inteligentes e a possibilidade de criação de um novo centro de …