Prince morreu de overdose

(dr) Herb Ritts

-

Um oficial de justiça confirmou esta quinta-feira que os testes da autópsia ao corpo de Prince revelaram que o cantor morreu devido a uma overdose de opiáceos.

O oficial próximo da investigação explicou à Associated Press que os resultados tornados agora públicos referem-se à autópsia feita ainda em abril ao corpo de Prince Rogers Nelson.

Confirma-se, tal como foi avançado na altura pela imprensa internacional, que o cantor morreu com uma overdose de fentanil, um analgésico que pode ser usado por pacientes de cancro. Os opiáceos são fármacos derivados do ópio usados como analgésicos para dores crónicas ou como drogas recreativas.

O músico, que tinha 57 anos, foi encontrado sem vida a dia 21 de abril no elevador de casa, em Paisley Park, Minneapolis (EUA). No decurso da investigação, a polícia efetuou buscas à residência do músico e apreendeu documentos médicos e receitas de analgésicos.

De acordo com o Washington Post, o relatório ressalva que a causa da morte foi acidental, resultado da auto-administração do opiácio sintético, que é 50 a 100 vezes mais poderoso do que a morfina.

A polícia local não encontrou sinais óbvios de trauma no corpo de Prince, e não havia razões para acreditar que a morte tenha sido por suicídio.

De acordo com uma fonte oficial da polícia, citada pela agência Associated Press, Prince foi vítima dos medicamentos que tomava para aliviar as dores, hipótese desde sempre considerada pelas autoridades que chegaram até a investigar o médico que lhe receitou os analgésicos dias antes da sua morte.

A reforçar a tese havia a informação de que o artista pop tinha contactado um especialista para o ajudar a lidar com o vício, aumentando as suspeitas agora atestadas por fonte oficial.

O site TMZ, que noticiou a morte do músico, escreve que o seu internamento, seis dias antes da morte, em Moline, no Illinois, se deveu a uma overdose de Percocet, um analgésico opióide, que definiu como uma combinação de oxicodona e acetaminofeno.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a mucki Cancelar resposta

Jornalistas insultados e ameaçados em jantar-comício de Ventura (sem distanciamento)

Jornalistas foram vaiados, insultados e até ameaçados num jantar-comício do Chega, este domingo. O evento não cumpriu o distanciamento social, reunindo 170 pessoas num sala com 450 metros quadrados. No domingo, no Campo de São Mamede, …

Athletic Bilbao vence Barcelona e conquista Supertaça. Messi expulso após agressão

O Athletic Bilbao ergueu a sua terceira Supertaça de futebol de Espanha, ao vencer 3-2 no prolongamento o FC Barcelona, após 2-2 no final do tempo regulamentar, na final disputada no Estádio Olímpico de Sevilha. Depois …

Regionalização, um "poema de um calceteiro" e (mais) críticas a Marcelo. O último debate presidencial

Os candidatos presidenciais juntaram-se em mais um debate conjunto antes das eleições. Falou-se da ausência de Ventura, regionalização, justiça e até jardinagem. O primeiro tema a marcar o debate das rádios foram as medidas de confinamento …

Em plena pandemia, houve cinco setores que conseguiram faturar mais do que em 2019

Apesar de a pandemia ter levado muitos setores da economia para os piores resultados de sempre, nem todos perderam faturação durante os meses de março a novembro da crise sanitária, algum conseguiram mesmo aumentar. Neste sentido, …

Pesadelo de Özil no Arsenal chega ao fim com transferência para o Fenerbahçe

O futebolista alemão Mesut Özil, dos ingleses do Arsenal, confirmou que vai assinar pelos turcos do Fenerbahçe, depois de vários meses sem jogar pelos 'gunners'. "Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado …

Palácio mais antigo da China é descoberto perto de antiga capital. Tem mais de 5000 anos

Um Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas da China, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem atualmente cerca de 5.300 …

"Há exceções a mais". Marques Mendes defende que Governo deve reavaliar medidas de confinamento

No seu habitual espaço de comentário na SIC, no domingo à noite, Luís Marques Mendes falou sobre as novas medidas de confinanento e das eleições presidenciais. Depois de uma semana a bater recordes em números de …

O cenário "é de guerra" e o medo é de a perder. Temido admite que "estamos muito próximos do limite"

Após uma visita ao Hospital Garcia de Orta, que alertava no sábado para um "cenário de pré-catástrofe", Marta Temido admitiu que o Serviço Nacional de Saúde, os operadores sociais e privados estão em "extremo sobreesforço". Marta …

Discutir sobre temas controversos requer mais atividade cerebral do que concordar

Uma nova investigação da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, confirmou aquilo que o senso comum já vaticinava: discutir sobre temas controversos requer muito mais atividade cerebral do que simplesmente concordar. De acordo com a nova …

Estado de emergência vai manter-se até março. Marcelo admite confinar mais o país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve este domingo no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde admitiu confinar mais o país devido à pressão nos hospitais. Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa, …