Primeiro-ministro da Moldávia demite-se por suspeitas de falsa licenciatura

eppofficial / Flickr

O ex-primeiro-ministro da Moldávia, Chiril Gaburici

O ex-primeiro-ministro da Moldávia, Chiril Gaburici

O primeiro-ministro da Moldávia, Chiril Gaburici, demitiu-se hoje do cargo após o Ministério Público o ter notificado no âmbito de uma investigação sobre a possível falsificação do seu diploma de licenciatura, divulga a agência noticiosa espanhola EFE.

“O Ministério Público convocou-me para prestar declarações acerca do caso do diploma de habilitações escolares. Apresento a minha demissão. Não sou um político, sou um gestor” – disse Chiril Gaburici aos órgãos de comunicação locais, sublinhando que não queria participar em jogos políticos e menos pretendia que a sua educação se convertesse num assunto de dimensão nacional.

O escândalo estalou em meados de abril quando um jornal local denunciou que o primeiro-ministro não tinha estudos superiores e tinha falsificado o seu diploma.

Subsequentemente, deputados do Partido Liberal afastados do Governo europeísta dirigido por Chiril Gaburici exigiram ao Ministério do Interior que investigasse as alegações.

O ministro do Interior, Oleg Balan,acabou por pôr em dúvida a autenticidade do diploma das habilitações escolares do primeiro-ministro, indicando que “o selo e a assinatura do diretor” da instituição constantes no documento podiam ser falsos.

Por sua vez, e no âmbito da investigação a decorrer contra si, Chiril Gaburici exigiu a demissão de diversos altos funcionários por obstruírem a luta contra a corrupção e de privarem o seu Governo de instrumentos para a combater.

Entre outras exigências, o governante pediu ainda a renúncia de funcionários do Ministério Público, do Banco Nacional e da Comissão Nacional do Mercado de Valores, os quais acusou de corrupção.

O país está corroído pela corrupção, o sistema financeiro desagrega-se, e esse preço é pago pelos cidadãos no lugar dos culpados”, disse o primeiro-ministro no Parlamento durante uma recente intervenção onde produziu uma avaliação sobre os seus primeiros 100 dias de Governo.

Chiril Gaburici, de 38 anos, foi eleito como líder de um governo europeísta no passado dia 18 de fevereiro, com o apoio do Partido Liberal-Democrata (PLD), do Partido Democrata e do Partido Comunista, representando 60 dos 101 assentos parlamentares do fragmentado Parlamento moldavo.

Durante quatro anos liderou uma empresa de telemóveis, o que conquistou o apoio do Partido Comunista, cujos membros haviam advertido que só apoiariam a candidatura a primeiro-ministro de um homem de negócios que estivesse à margem da política.

Por outro lado, o líder socialista, Ígor Dodón, aliado direto do Kremlin e que defende a entrada da Moldávia na União Euroasiática, liderada pela Rússia, deixou o prognóstico ao novo Governo de que o mesmo não duraria “mais de três ou quatro meses”.

/Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

RESPONDER

PS alarga vantagem sobre PSD. Chega recupera terceiro lugar (mas apenas 1% das mulheres apoia o partido)

Segundo uma sondagem da Pitagórica para o Observador e para a TVI, se as eleições legislativas fossem hoje, o PS teria a preferência de 42,6% dos portugueses. O partido de António Costa continua com grande …

Caso de nova variante é de uma pessoa sul-africana residente em Lisboa

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul detetado ontem em Portugal é de uma pessoa sul-africana, residente em Lisboa, anunciaram as autoridades de saúde “O caso reporta-se a uma pessoa …

Na Rússia, dezenas de pessoas foram presas durante manifestações de apoio a Navalny

Dezenas de pessoas foram presas hoje durante manifestações organizadas na Rússia para exigir a libertação do opositor Alexei Navalny, que está em prisão preventiva, apesar das múltiplas ameaças das autoridades contra os protestos. De Moscovo a …

Arqueólogos egípcios encontram cópia de capítulo do "Livro dos Mortos"

Arqueólogos egípcios encontraram, em Sacara, uma cópia do Capítulo 17 do "Livro dos Mortos" numa zona de túmulos próximos da pirâmide do faraó Teti. De acordo com o site Live Science, que cita um comunicado do …

Senado avalia processo de destituição de Trump na semana de 8 de fevereiro

O Senado norte-americano irá ouvir na semana de 8 de fevereiro os argumentos iniciais do processo de destituição de Donald Trump por incitamento dos recentes motins do Capitólio, anunciou o senador democrata Chuck Schumer. "Todos queremos …

Portugal é o país do mundo com mais mortes. Vacinas da AstraZeneca vão chegar com atraso

Pela primeira vez, desde o início da pandemia da covid-19, Portugal é o país com maior número de vítimas mortais e mais casos de infeção por milhão de habitantes em todo o mundo. Más notícias, …

Fóssil de dinossauro dá novas pistas sobre como estes animais acasalavam

É verdade que já sabemos muitas coisas sobre dinossauros – como eram, o que comiam e a causa da sua extinção. Mas nenhum fóssil nos permitiu ainda perceber coisas tão simples como, por exemplo, em que …

Itália bloqueia TikTok após morte de menina de 10 anos em desafio na rede social

A rede social TikTok foi hoje bloqueada temporariamente em Itália, para utilizadores cuja idade não está confirmada, na sequência da morte de uma menina de 10 anos que participava num desafio naquela plataforma. A Autoridade para …

Infetados ocupam mais de metade das camas das UCI. Hospital de campanha de Lisboa recebe primeiros doentes

Os dados são do boletim divulgado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, mas reportam-se às 24 horas anteriores, nos cuidados intensivos estavam internados 715 doentes com covid. O hospital de campanha de Lisboa está pronto …

Circular entre concelhos, só para ir votar. A partir de hoje deixa de haver missas

As medidas decretadas pelo Governo para travar o avanço da pandemia em Portugal têm novas diretrizes. Num fim de semana de eleições presidenciais existem exceções para ir votar. Desde as 20h de ontem, e até às …