Primeira-dama da Síria pode perder cidadania britânica devido a acusações de terrorismo

President's Secretariat / Wikimedia

O Presidente da Síria, Bashar al-Assad, e a sua esposa Asma al-Assad, ao centro

A esposa do Presidente da Síria pode perder a cidadania britânica devido a uma investigação preliminar instaurada pela polícia metropolitana de Londres, na qual Asma al-Assad é acusada de incitar, encorajar e ajudar em crimes de guerra cometidos pelas forças do governo sírio.

Asma al-Assad, de 45 anos, que nasceu e cresceu em Londres antes de se tornar primeira-dama da Síria, em 2000, está a ser investigada em resposta a queixas nas quais é acusada de apoiar o exército sírio na execução de crimes – incluindo o uso de armas químicas – durante os seus discursos e aparições públicas, noticiou no domingo o Guardian.

Dez anos após o início da guerra civil na Síria, os militares foram acusados ​​de atacar deliberadamente civis, usando a fome como arma de guerra e sujeitando as populações à violência e violações, entre outros crimes. Duas comissões da Organização das Nações Unidas (ONU) concluíram que o regime utilizou repetidamente armas químicas contra civis.

De acordo com o jornal britânico, a unidade de crimes de guerra da polícia metropolitana de Londres – Guernica 37 International Justice Chambers – terá começado as investigações sobre Asma al-Assad no início de 2021, analisando se existem evidências suficientes para uma investigação completa.

Além da perda da cidadania britânica, a primeira-dama da Síria – que já é alvo de sanções financeiras por parte do Reino Unido, Estados Unidos e União Europeia -, pode ser submetida a um mandado de prisão internacional caso a investigação prossiga.

Quando os protestos sírios iniciaram, em 2011, os militares começaram a matar manifestantes. Processos apresentados pelo Guernica 37 citam discursos nos quais Asma al-Assad elogiava as mães de soldados sírios assassinados, apresentam filmagens onde esta cumprimentava as tropas femininas e entrevistas nas quais afirmava apoiar o marido por convicção pessoal, enaltecendo os militares por defenderem a pátria.

“As evidências compiladas, em termos legais, excedem em muito o que pode ser considerado como comentário razoável ou mera propaganda e equivalem ao incitamento, incentivo e/ou auxílio e cumplicidade em crimes de guerra e crimes contra a humanidade”, disse Toby Cadman, um dos responsáveis do Guernica 37.

“Devido ao fato de a investigação estar em andamento, e para não afetar a integridade do processo e respeitar o dever de proporcionar à primeira-dama um julgamento justo, uma vez acusada, não seria apropriado comentar sobre evidências específicas, exceto para confirmar que vêm de uma série de fontes e que, na nossa opinião, são suficientemente fortes para justificar a instauração de processos criminais“, acrescentou.

Asma al-Assad foi tratada a um cancro de mama em 2018. Na semana passada, anunciou que, juntamente com o marido, contraiu a covid-19, tendo ambos sintomas leves.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Em 2020, nasceram em casa o dobro dos bebés do ano anterior. Mas não existe regulamentação

No último ano, os partos em casa aumentaram para quase o dobro em Portugal. No entanto, esta é uma realidade ainda sem regulamentação e que as seguradoras recusam financiar. Mais de 1100 mulheres optaram por …

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …

PSD/Porto diz que escolha de António Oliveira para Gaia foi "erro de casting"

O presidente do PSD/Porto disse esta segunda-feira que a escolha de António Oliveira para encabeçar a candidatura à Câmara de Vila Nova de Gaia foi “um erro de casting”, pelo que encara a desistência deste …

Há mais três mortos e 756 novos casos de covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas registaram-se mais 756 casos de infeção por covid-19 e três pessoas morreram. A região de Lisboa e Vale do Tejo regista …

Mensagem em garrafa atravessou o Atlântico e foi encontrada nos Açores

Três anos depois de ter sido lançada ao mar, uma mensagem numa garrafa uniu dois adolescentes separados pelo Oceano Atlântico. Em 2018, durante um feriado (25 de novembro) no estado norte-americano de Rhode Island, no leste …