Presidente da República tem de levar a sério os princípios do trabalho na Constituição, diz João Ferreira

theleft_eu / Flickr

O candidato presidencial apoiado pelo Partido Comunista Português (PCP), João Ferreira

O Presidente da República deve levar a sério o juramento sobre a Constituição, tendo de ter “outra atenção, uma outra sensibilidade e uma outra intervenção” em várias questões, referiu, esta terça-feira, o candidato presidencial João Ferreira.

Esta terça-feira, em Setúbal, o candidato presidencial apoiado pelo PCP, João Ferreira, defendeu que o Presidente da República tem de levar a sério o juramento que faz sobre os princípios inscritos na Constituição, de valorização dos trabalhadores e do trabalho.

“Aquele que jura defender, cumprir e fazer cumprir a Constituição, tem, do meu ponto de vista, de ter uma outra atenção, uma outra sensibilidade e uma outra intervenção em torno destas questões, tem de levar a sério o juramento que faz e contribuir de facto para que aquilo que são princípios inscritos na Constituição, de valorização dos trabalhadores e valorização do trabalho, sejam uma realidade efetiva, vivida, na vida de todos”, disse.

O candidato presidencial, que falava à Lusa no final de uma ação de pré-campanha em que contactou com trabalhadores dos estaleiros da Lisnave e visitou o Convento de Jesus e o Museu do Trabalho, fez esta afirmação após uma reunião informal com dirigentes sindicais, que lhe entregaram um documento sobre os problemas laborais e sociais no distrito.

“Nós temos uma Constituição que defende o direito ao trabalho, o direito ao trabalho com direitos, o direito dos trabalhadores à estabilidade, o direito a poderem compatibilizar a vida profissional com a vida familiar, o direito a uma valorização dos seus salários. Tudo isto são princípios inscritos nas páginas da Constituição, mas não são uma realidade vivida por estes trabalhadores no seu dia-a-dia”, lembrou João Ferreira.

Segundo o candidato do PCP, o documento que lhe foi entregue pela União de Sindicatos de Setúbal (USS) retrata a situação social do distrito, “muito marcada pelos impactos económicos e sociais da pandemia”, e apresenta uma “descrição de várias situações de despedimentos, de trabalho precário, inclusivamente no setor da saúde”.

“Esteve aqui uma representante do Sindicato dos Enfermeiros que deu conta, precisamente, desta dimensão que atinge, aqui no distrito, a precariedade, numa área tão sensível quanto é a da saúde. E mesmo com o reforço [do Serviço Nacional de Saúde], que foi garantido já durante a pandemia, os trabalhadores, neste caso muitos enfermeiros, estão na iminência de não continuar, não vão continuar para o ano que vem”, contou.

“Depois há todas as situações relacionadas com empresas que receberam apoios e que, não obstante, despediram trabalhadores, algumas recorrendo ao lay-off, mas não deixando de distribuir dividendos aos seus acionistas”, sublinhou.

Para João Ferreira, o documento da USS vem confirmar aquilo que já se sabia, que os apoios que foram mobilizados para fazer face aos impactos económicos e sociais da pandemia, “acabaram por aproveitar a grandes empresas, nuns casos a grandes grupos económicos, e não tanto para defender os rendimentos das famílias, os rendimentos dos trabalhadores”, que considerou serem “essenciais para sustentar o próprio mercado interno”.

As eleições presidenciais realizam-se a 24 de janeiro.

  // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Diz o comuna por interesse, que até é contra a união europeia, mas aceita de bom grado o tachinho de eurodeputado. Se são contra, recusem o lugar, o ordenado e regalias, deixem-no vazio como manifesto. Hipócritas.

    • havíamos de ter era mais deputados europeus como este; este não anda lá a servir café à Ursula. Este defende mesmo os interesses de Portugal

RESPONDER

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …

Mudar de telemóvel pode ser um rombo nas poupanças a longo prazo, mais do que se pensa

Especialistas em finanças ouvidos pelo The New York Times consideram que mudar de telemóvel anualmente, dando o dispositivo anterior para retoma (quando este ainda tem um valor elevado), não é uma boa aposta, sobretudo a …

Costa confessa a "enorme frustração pessoal" com a morte da geringonça e admite governar em duodécimos

O debate deixou tudo em águas de bacalhau e nem a esquerda nem o governo dão sinais de ceder. Costa admite que o fim da parceria com o PCP e o Bloco é uma derrota …

Koeman: "O que se passou comigo é um problema social"

Treinador do Barcelona teve dificuldades em sair do Camp Nou, depois de perder frente ao Real Madrid. A contestação à volta de Ronald Koeman em Barcelona já se verifica há algum tempo (começou em alguns momentos …

Mais de 100 mil doentes podem ter covid longa e sobrecarregar o SNS

Com o crescimento do número de pacientes que reportam sintomas de covid prolongada, os especialistas receiam que o Serviço Nacional de Saúde não tenha capacidade de resposta. Segundo avança o Expresso, os directores e coordenadores de …

O serial killer John Wayne Gacy

Vítima de serial killer identificada 40 anos depois através do ADN de um dente

Os restos mortais de Francis Wayne Alexander foram encontrados há mais de 40 anos na casa do infame serial killer John Wayne Gacy. Mas só agora se conseguiu verificar a sua identidade. Segundo conta a cadeia …

Nem Salah, nem Mané: "Vão escrever livros sobre o Firmino"

Elogios públicos de Jürgen Klopp, depois da goleada do Liverpool contra o Manchester United. O Liverpool silenciou Old Trafford ao vencer por 5-0 na casa do rival Manchester United, graças aos golos de Keïta, Diogo Jota …

Psicólogo holandês diz ter vendido "pó suicida" a mais de 100 pacientes

Wim van Dijk não está preocupado com uma possível pena de prisão. A intenção do psicólogo holandês é alimentar o debate sobre a morte assistida. O psicólogo holandês Wim van Dijk disse ter vendido um "pó …