Presidente da ERC diz que cobertura de eleições pelos media diz respeito aos diretores

AmilcarMCG / Wikimedia

Carlos Magno, presidente da ERC

Carlos Magno, presidente da ERC

O presidente da ERC afirmou esta terça-feira que a cobertura das eleições diz “respeito aos diretores dos jornais, mais do que aos seus patrões” e desafiou o comentador Marcelo Rebelo de Sousa a “esboçar” uma lei sobre a matéria.

Carlos Magno falava aos jornalistas à margem da apresentação do estudo encomendado pela ERC – Entidade Reguladora para a Comunicação Social denominado “Públicos e consumos de media”, que analisa o consumo de notícias e as plataformas digitais em Portugal e em mais dez países, que hoje foi divulgado em Lisboa.

“Acho que os grupos de media, nomeadamente a Plataforma dos Meios de Comunicação, fez muito bem em se envolver nisto, e os administradores têm aqui uma palavra-chave a dizer”, afirmou, referindo-se à lei sobre a cobertura das eleições pelos órgãos de comunicação social.

No entanto, “para que a ERC mantenha o seu espaço de diálogo sobre esta matéria e para que percebamos do que estamos a falar é fundamental que sejam os diretores de comunicação social a ser ouvidos” pelos deputados.

Apesar de esta ser uma questão também política, Carlos Magno sublinhou que “é sobretudo uma questão que diz respeito aos diretores dos jornais, mais do que aos seus administradores e aos seus patrões”.

O presidente do regulador dos media disse não ter dados novos sobre anteprojeto sobre a cobertura das eleições.

“Vi o professor Marcelo [Rebelo de Sousa, comentador da TVI] a fazer uma sugestão e estava à espera que o professor Marcelo, já disse ao José Alberto [Carvalho, diretor-geral da TVI], pegasse num papel e uma caneta e ele próprio começasse a esboçar a lei em pleno programa televisivo”, disse.

“Seria um contributo muito válido, uma vez que ele é jurista”, apontou.

Carlos Magno sugeriu ainda que o ponto de partida poderia ser o documento trabalhado entre a ERC e os diretores de informação.

Recentemente, um anteprojeto da iniciativa do PSD, CDS-PP e PS, que previa a obrigação de todos os órgãos de comunicação social apresentarem previamente os “planos de cobertura” das eleições a uma comissão mista composta por membros da Comissão Nacional de Eleições (CNE) e da ERC, acabou por cair por terra, face às críticas ao documento.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Áustria corrige Trump. Os seus cidadãos não vivem em florestas

O Governo austríaco decidiu corrigir a afirmação do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que afirmou que as pessoas naquele país europeu vivem em "cidades da floresta". Trump referiu recentemente a Áustria e outros países europeu …

UE em rota de colisão com a Polónia. Em causa estão os crimes de ódio

A relação entre a União Europeia e a Polónia está cada vez mais comprometida. As duas partes têm chocado no que toca à discussão dos crimes de ódio. No seu primeiro discurso sobre o estado de …

Leixões nega ter colocado adeptos na bancada a ver um jogo

Episódio aconteceu numa partida de voleibol em Gondomar. Presidente garante que jovens pertencem aos órgãos sociais do clube, Federação não confirma a identidade à entrada. A Supertaça de voleibol começou, no Grupo B, com o duelo …

Ventura quer ser Sá Carneiro do século XXI e ter juventude partidária

O presidente do Chega vai apresentar-se este fim de semana em Évora para a II Convenção Nacional do partido populista de direita como “o principal continuador em Portugal” de Sá Carneiro, o falecido líder fundador …

Alemanha tem provas materiais de que Maddie está morta

As autoridades alemãs têm provas materiais de que Madeleine McCann está morta, garante o porta-voz da Procuradoria de Braunschweig, Hans Christian Wolters, à RTP. Apenas está por provar o envolvimento de Christian Brueckner no homicídio …

BE quer que direito das grávidas a acompanhante seja respeitado

O Bloco de Esquerda (BE) quer que as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre gravidez e parto no âmbito da covid-19 sejam revistas para que o direito das mulheres grávidas a estarem acompanhadas seja …

Proposta do PCP para passar Novo Banco para esfera pública foi chumbada

A recomendação ao Governo proposta pelo PCP para reverter da venda do Novo Banco, transferindo-o para a esfera pública, foi hoje chumbada no parlamento com os votos contra de PS, PSD, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal …

Trump ataca voto por correspondência. Resultados podem não ser "determinados de forma precisa"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou na quinta-feira no Twitter os ataques ao voto por correspondência nas eleições de novembro, ao que a rede social reagiu ligando duas das suas mensagens a informação verificada …

Quatro candidatos disputarão sucessão de Santana no Aliança

O novo líder do Aliança, que sucederá ao fundador do partido, Pedro Santana Lopes, vai ser escolhido entre quatro candidatos no próximo congresso nacional, agendado para 26 e 27 de setembro em Torres Vedras. Segundo noticiou esta …

Recomendação do PS para tarifa social de Internet sem oposição (mas partidos querem mais)

A recomendação do PS ao Governo para que crie uma tarifa social de acesso à Internet não mereceu esta quinta-feira oposição de nenhuma bancada, mas foram vários os partidos que defenderam a necessidade de “ir …