Preços da TAP entre a Madeira e continente são “inaceitáveis” e “vergonhosos”

Os deputados do PSD eleitos pela Madeira classificaram este domingo como “vergonhosos” e “inaceitáveis” os preços das viagens aéreas que a TAP está a praticar na Páscoa entre a ilha e o continente português.

Numa iniciativa junto ao Aeroporto Internacional da Madeira – Cristiano Ronaldo, o deputado Paulo Alves adiantou que o objetivo da ação partidária era “denunciar a vergonha dos preços que estão a ser praticados” nas viagens aéreas.

As viagens para a Madeira têm, nesta altura, custos na ordem dos 600 euros quando habitualmente ficam na ordem dos 100 euros.

Na opinião do deputado social-democrata, esta é “uma situação absolutamente inaceitável”, sublinhando que “o Governo e a TAP estão a atingir o limite da decência e, os madeirenses, estão a atingir o limite da paciência” nesta matéria.

O parlamentar recordou que o partido “tem denunciado” esta situação dos altos preços e do sistema de apoio social de mobilidade nos últimos quatro anos, mas “o Governo da República não tem feito nada para alterar quer os preços, quer o sistema”.

Para Pulo Neves, a responsabilidade deve ser atribuída ao primeiro-ministro e aos partidos que apoiam o executivo nacional (BE e PCP) pelo “arrastar” desta situação. Salientou que o executivo madeirense “tem feito tudo para minimizar” o problema, adiantando o subsídio de mobilidade e facilitando a burocracia.

O deputado ainda indicou que o partido entregou na Assembleia da República duas perguntas regimentais dirigidas ao Governo. Na primeira destas perguntas, questionam se o Governo da República” tem consciência dos preços que estão a ser praticados, nesta linha, concretamente agora, na altura da Páscoa”, perguntando na outra o que “tenciona fazer” sobre o assunto.

Os deputados sociais-democratas da Madeira realça que a situação das ligações fica ainda agravada, “de forma inaceitável”, porque a TAP “decidiu não reforçar, este ano, o seu número de voos para a Madeira nesta quadra, ao contrário do que sucede sempre que existem alturas especiais”.

Governo quer regime de 86 euros para residentes

Também neste domingo, o presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou que o seu Executivo quer adotar um regime que permita aos residentes no arquipélago comprar voos para o continente a preço máximo de 86 euros.

“O que nós vamos fazer é avançar rapidamente para ver se, antes do Verão, conseguimos montar um sistema semelhante àquele que montámos para os estudantes, no sentido de os madeirenses só pagarem 86 euros”, afirmou Miguel Albuquerque.

O líder do Governo da Madeira adiantou que o montante necessário para pagar o restante até ao teto máximo de 400 euros será feito “através de um fundo”.

Em declarações ao grupo RTP Madeira, à margem da Festa do Limão, que se realiza na freguesia da Ilha, no norte da Madeira, Miguel Albuquerque reconheceu, no entanto, que tem receio do que o Governo da República possa decidir, já que a região precisa de uma autorização do executivo de António Costa e da colaboração dos CTT.

“O que nós receamos é que nós precisamos da colaboração dos Correios para o fazer e precisamos de uma autorização do Governo da República e, portanto, vamos avançar com o sistema e vamos tentar antes do Verão concretizá-lo. E a única coisa que o pode impedir é a autorização do Governo da República ou a influência que o Governo da República pode ter nos CTT”, disse Albuquerque.

Desde novembro de 2018 que o executivo tem o programa “Estudante Insular” que permite quatro viagens de ida e quatro de volta aos estudantes madeirenses no continente português por 65 euros, pagando a região o remanescente, até ao máximo de 400 euros.

Miguel Albuquerque voltou a criticar os preços da TAP, afirmando estar “em rédea livre” e “a praticar preços inqualificáveis”, classificando o que se passa em termos de valores “como um desaforo aos madeirense e à economia regional”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Olha, olha… os gajos que privatizaram a TAP acordaram agora!…
    Então não eram a favor do mercado “livre”?!
    Aí está!!!

  2. O governo da Madeira que dê facilidades às companhias Low Cost, em vez de favorecer os interesses da TAP. O preço Low Cost deverá rondar os 40 euros.

    • Pois… mas há várias low-cost a voar para a Madeira!!
      A EasyJet, a Transavia, etc voam para o Funchal – mas não é por 40€…

  3. Os preços da TAP são vergonhosos em toda a linha.
    Exemplos:
    Numa viagem transatlântica (Portugal-Brasil), fazem-nos o favor de nos deixar levar SÓ a bagagem de mão.
    Agora eu pergunto. Quem é que vai para o outro lado do mar só com um par de cuecas na bagagem? Queres dar-te ao luxo de levar mais uma malinha de porão, pagas por isso mais cem ou duzentos euros em cima de uma passagem que custa 500 euros.
    Ah… e se partires de Faro, ou Porto fazendo conexão em Lisboa, pagas quase trezentos euros a mais (!!!), em cima dos 500 euros base, e da bagagem extra. Estranha politica de preços, quando um bilhete normal para este trajeto custará cerca de noventa euros. Ou seja, viajar de Faro para Lisboa, custará mais caro que um voo de Londres ou Frankfurt para Nova Iorque.
    Ah… e se for época alta, só não nos arrepelam o couro e cabelo porque não podem.
    Pena é não haver concorrência nalguns percursos onde parecem ter o monopólio. Porque quando ha outras opções estão lixados. Depois choramingam que perdem dinheiro e reputação.

  4. nao sei porque os deputados estao indignados
    se fosse eu era de admirar, mas eles ate têm um subsidio para deslocaçoes, logo a viagem fica uma bagatela.
    para quem so faz corpo presente na AR, ate ganham para essas viagens

RESPONDER

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …