Preço das casas continua a subir. Amadora e Porto batem recordes

Embora a um ritmo mais lento, o preço das casas continua a subir. Lisboa continua a ser a cidade onde comprar casa sai mais caro, mas foi na Amadora e no Porto que o preço mediano registou o crescimento homólogo mais significativo entre o primeiro trimestre de 2018 e o de 2019.

O preço mediano de venda de habitação em Portugal aumentou para 1.011 euros por metro quadrado no primeiro trimestre deste ano, revelou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE), destacando o crescimento registado nos concelhos da Amadora e Porto.

Apesar de Lisboa continuar a registar os preços mais elevados do país, na ordem dos 3.111 euros por metro quadrado (Euro/m2), “Amadora (+22,7%) e Porto (+22,0%) registaram as taxas de crescimento homólogo mais elevadas entre as cidades com mais de 100 mil habitantes”, segundo as estatísticas de preços da habitação ao nível local, relativas ao primeiro trimestre deste ano.

De acordo com os dados do INE, o preço mediano de venda de habitação em Portugal foi de 1.011 Euro/m2 no primeiro trimestre deste ano, o que representa “um aumento de +1,5% relativamente ao trimestre anterior e +6,4% relativamente ao trimestre homólogo”.

Durante o período em análise, 46 municípios portugueses, localizados no Algarve (1.562 Euro/m2), na Área Metropolitana de Lisboa (1.355 Euro/m2) e na Região Autónoma da Madeira (1.197 Euro/m2), apresentaram um preço mediano de venda de habitação superior ao valor nacional.

Depois de Lisboa (3.111 Euro/m2), os concelhos com o preço mediano de vendas de habitação mais elevado do país, com valores acima de 1.500 Euro/m2, são Cascais (2.389 Euro/m2), Oeiras (2.062 Euro/m2), Loulé (1.983 Euro/m2), Lagos (1.800 Euro/m2), Albufeira (1.761 Euro/m2), Porto (1.682 Euro/m2), Tavira (1.669 Euro/m2), Odivelas (1.563 Euro/m2), Lagoa (1.544 Euro/m2), Funchal (1.542 Euro/m2) e Vila Real de Santo António (1.534 Euro/m2).

No concelho de Lisboa, três das 24 freguesias lisboetas verificaram “preços superiores a 4.000 Euro/m2“, designadamente Santo António, Santa Maria Maior e Misericórdia, apurou o INE.

Em relação ao Porto, entre as sete freguesias da cidade, a União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde foi a que registou o preço mediano dos alojamentos vendidos mais elevado (2.324 Euro/m2).

As estatísticas de preços da habitação ao nível local em Portugal têm periodicidade trimestral, analisando os alojamentos familiares transacionados por venda no território nacional, através do aproveitamento de fontes administrativas, nomeadamente dos dados fiscais anonimizados obtidos da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), relativos ao Imposto Municipal sobre as Transações Onerosas de Imóveis (IMT) e ao Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI).

E se os preços das habitações no Porto e em Lisboa estão exorbitantes, há alguns municípios em que os valores são bem mais razoáveis. Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística apontam Sernancelhe, em Viseu, como o mais barato — com um valor de 185 euros por metro quadrado.

Freixo de Espada à Cinta (189 euros/m2) e Oleiros (201 euros/m2) completam o pódio dos municípios mais baratos para comprar casa. Com preços abaixo dos 250 euros por metro quadrado destacam-se ainda Almeida, Penamacor, Vila Velha de Ródão, Monforte, Pinhel, Torre de Moncorvo, Mértola, Vimioso e Trancoso.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …