Portugueses estão a beber cada vez menos cerveja

Little Visuals

-

Em Portugal, o consumo de cerveja per capita estabilizou nos 46 litros em 2015, depois de se observar uma redução desde 2005, quando o consumo era de 61 litros.

Entre 2005 e 2014, o consumo de cerveja caiu de 61 litros per capita para 46 litros – menos 15 litros por pessoa.

No entanto, após anos consecutivos de redução, observou-se uma estagnação do mercado em 2015 com os valores de consumo de cerveja iguais aos do ano anterior, destacou o Público.

“O consumo de cerveja por habitante caiu 22% de 2010 a 2015. Em consequência, a produção de cerveja no mercado interno caiu 11% no mesmo período. Não desceu tanto como o consumo porque há uma compensação com as exportações”, afirmou Rui Lopes Ferreira, presidente da Associação Portuguesa de Produtores de Cerveja (APCV).

“Todavia, a contribuição fiscal do sector nestes cinco anos aumentou 28%”, destacou, referindo-se ao Imposto sobre Álcool e Bebidas Alcoólicas – que deverá aumentar, de acordo com a proposta do Orçamento de Estado para 2017.

Rui Lopes Ferreira sustenta que os portugueses colocaram um travão nos gastos e deixaram de ir tanto a restaurantes, optando por cozinhar em casa.

E, como é na restauração, cafés e bares que se vende 63% da cerveja em Portugal, o presidente da APCV diz que não é de estranhar que esta alteração de comportamento tenha tido impacto direto nas vendas.

Os portugueses viram ainda o IVA da restauração aumentar de 13% para 23% em 2012, um agravamento que foi anulado em Julho pelo atual Governo.

O diretor de comunicação e relações institucionais da Sociedade Central de Cervejas (SCC, dona da Sagres e 100% detida pela Heineken), Nuno Pinto de Magalhães, explica que o recuo das vendas de cerveja foi provocado pela recessão económica e pelas condições climatéricas – porque quanto mais calor estiver, maior é o consumo de cerveja.

Em 2015, o mercado nacional “teve um ligeiro comportamento positivo em volume de cerca de 1%, refletindo as boas condições climatéricas do ano, o incremento do turismo e alguns sinais de recuperação económica”, afirmou ao Público.

Ainda assim, Nuno Magalhães destaca que as sidras e as cervejas premium registaram um aumento significativo no volume de vendas, tal como as inovações lançadas, que representaram 7% das vendas globais da empresa.

Já a Unicer, que detém a Super Bock, acredita que as cervejas têm superado os obstáculos e estão a recuperar graças à restauração, ao aumento do turismo em Portugal e aos investimentos que têm sido feitos para “diversificar a oferta”.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …

É responsabilidade a mais. Médicos não querem integrar Brigadas Rápidas dos lares

Está a ser difícil contratar médicos para as Brigadas de Intervenção Rápida dos lares que foram anunciadas pelo Governo. Mesmo a receberem acima da tabela de pagamentos, os médicos receiam a falta de condições e …