Portugueses estão a beber cada vez menos cerveja

Little Visuals

-

Em Portugal, o consumo de cerveja per capita estabilizou nos 46 litros em 2015, depois de se observar uma redução desde 2005, quando o consumo era de 61 litros.

Entre 2005 e 2014, o consumo de cerveja caiu de 61 litros per capita para 46 litros – menos 15 litros por pessoa.

No entanto, após anos consecutivos de redução, observou-se uma estagnação do mercado em 2015 com os valores de consumo de cerveja iguais aos do ano anterior, destacou o Público.

“O consumo de cerveja por habitante caiu 22% de 2010 a 2015. Em consequência, a produção de cerveja no mercado interno caiu 11% no mesmo período. Não desceu tanto como o consumo porque há uma compensação com as exportações”, afirmou Rui Lopes Ferreira, presidente da Associação Portuguesa de Produtores de Cerveja (APCV).

“Todavia, a contribuição fiscal do sector nestes cinco anos aumentou 28%”, destacou, referindo-se ao Imposto sobre Álcool e Bebidas Alcoólicas – que deverá aumentar, de acordo com a proposta do Orçamento de Estado para 2017.

Rui Lopes Ferreira sustenta que os portugueses colocaram um travão nos gastos e deixaram de ir tanto a restaurantes, optando por cozinhar em casa.

E, como é na restauração, cafés e bares que se vende 63% da cerveja em Portugal, o presidente da APCV diz que não é de estranhar que esta alteração de comportamento tenha tido impacto direto nas vendas.

Os portugueses viram ainda o IVA da restauração aumentar de 13% para 23% em 2012, um agravamento que foi anulado em Julho pelo atual Governo.

O diretor de comunicação e relações institucionais da Sociedade Central de Cervejas (SCC, dona da Sagres e 100% detida pela Heineken), Nuno Pinto de Magalhães, explica que o recuo das vendas de cerveja foi provocado pela recessão económica e pelas condições climatéricas – porque quanto mais calor estiver, maior é o consumo de cerveja.

Em 2015, o mercado nacional “teve um ligeiro comportamento positivo em volume de cerca de 1%, refletindo as boas condições climatéricas do ano, o incremento do turismo e alguns sinais de recuperação económica”, afirmou ao Público.

Ainda assim, Nuno Magalhães destaca que as sidras e as cervejas premium registaram um aumento significativo no volume de vendas, tal como as inovações lançadas, que representaram 7% das vendas globais da empresa.

Já a Unicer, que detém a Super Bock, acredita que as cervejas têm superado os obstáculos e estão a recuperar graças à restauração, ao aumento do turismo em Portugal e aos investimentos que têm sido feitos para “diversificar a oferta”.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …

Em França, Portugal é destacado como bom exemplo (mas também pela sorte da sua geografia)

Portugal tem "11 vezes menos mortes" do que Espanha, em proporção das respectivas populações, e parece estar a lidar melhor com a pandemia de Covid-19 do que o país vizinho. Esta é a conclusão de …

Do confinamento alargado aos limites nos despedimentos. O que pode mudar com o "novo" estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, propôs esta quarta-feira ao Parlamento a renovação do estado de emergência em Portugal por novo período de 15 de quinze dias para permitir medidas de contenção da …

Chefe do principal hospital russo responsável por tratar Covid-19 infetado depois de apertar mão a Putin

O chefe do principal hospital de tratamento ao coronavírus de Moscovo, que se reuniu com o Presidente Vladimir Putin há uma semana, divulgou na terça-feira que testou positivo à doença, depois de o Kremlin anunciar …

Contribuintes devem estar “tranquilos” sobre reembolso do IRS

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais disse que até meio da manhã já foram entregues mais de 270 mil declarações de IRS e afirmou que os portugueses podem “estar tranquilos” relativamente ao reembolso. “Estamos em …

Torneiro de Wimbledon cancelado. É a primeira vez desde a II Guerra Mundial

O torneio de ténis de Wimbledon, o mais antigo ‘Grand Slam' do mundo, foi cancelado pela primeira vez desde a II Guerra Mundial, devido à pandemia de covid-19, anunciou o All England Club, entidade organizadora …