Portugueses criam puxador de porta que dispensa usar as mãos

A Shapetek, uma empresa de metalomecânica de Pombal, irá produzir um dispositivo para abrir portas sem mãos, evitando assim o contágio de Covid-19, cujo protótipo já foi desenvolvido pelo Instituto Superior de Engenharia de Coimbra — ISEC.

Com o nome “COVID – Doors Openers”, o mecanismo permitirá a abertura de portas sem usar as mãos, sendo a sua aplicação destinada a locais de grande afluência de pessoas como centros de saúde, hospitais, zonas comerciais, escolas, centros de dia ou lares de idosos, explicou à Lusa Luís Roseiro, responsável pelo Laboratório de Biomecânica do ISEC e coordenador do projeto.

“É um projeto em consórcio que envolve a empresa Shapetek, o Centimfe [Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos], a ESEC [Escola Superior de Educação de Coimbra] e a Lux Casa, com vista à comercialização do dispositivo”, adiantou o investigador.

Luís Roseiro adianta que o produto assenta “num mecanismo que seja multifuncional, que possa ser adaptado a qualquer tipo de porta e de abertura, que se traduza de forma harmoniosa no meio onde vai ser introduzido e que convide à utilização por parte do utilizador”.

O dispositivo, que ainda está numa fase embrionária, possui uma “componente dinâmica e ergonómica que se traduzirá no conforto da utilização por parte de quem vai usar esse sistema, não recorrendo à mão, mas a outras partes do corpo, que por norma não entram em contacto com o rosto, o que vai diminuir o risco de contágio”.

“No seguimento da pandemia deparámo-nos com algumas dificuldades: Como é que vamos abrir as portas sem utilizar as mãos? São aquelas superfícies em que estamos constantemente em contacto”, revelou a gestora de projetos de investigação e desenvolvimento da Shapetek, Nicole Lourenço, ao afirmar que a empresa desafiou a academia a desenvolver o produto.

Segundo esta responsável, a empresa pretende que o dispositivo se “diferencie de tudo o que já existe” e foi uma “oportunidade” para a Shapetek se “expandir para outras áreas de negócio”.

A ergonomia do produto foi desenvolvida para “se adaptar a pessoas com necessidades especiais”.

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, visitou esta terça-feira a Shapetek, depois de passar pela Socém, em Alcobaça, e pela Sensing Evolution, em Leiria.

“Durante a pandemia abrimos avisos em duas áreas: inovação produtiva e de investigação e desenvolvimento. A ideia foi estimular a produção ou o desenvolvimento de produtos ou soluções tecnológicas que nos estavam a fazer muita falta durante a pandemia e dos quais estávamos dependentes do exterior. Até ao momento já aprovámos cerca de 600 candidaturas que envolvem cerca de 115 milhões de euros de FEDER, o que deve rondar, em termos de investimento, 150 a 200 milhões de euros em projetos muito variados”, afirmou a ministra.

A governante manifestou-se “muito satisfeita” com os “três excelentes exemplos” que viu e salientou que “uma das condições era que estes projetos continuassem a ser válidos no período pós-pandemia e que ajudassem estas empresas a serem mais competitivas internacionalmente”.

“Pude ver in loco onde estamos a aplicar o dinheiro dos contribuintes europeus e verificámos como é que três empresas em pleno período de pandemia aproveitaram para diversificar o seu negócio, pois passam a ter outro tipo de produtos e de serviços”, frisou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ramalho desculpabiliza Vítor Fernandes e nega "relação especial" com Vieira

António Ramalho diz que as decisões sobre o crédito da Imosteps foram tomadas de forma colegial, descartando influência direta de Vítor Fernandes. Numa carta enviada aos deputados da comissão parlamentar de inquérito ao Novo Banco, António …

Ao contrário do que se pensava, os cães sabem quando mentimos

Um novo estudo revela que, contrariamente ao que acontece com as crianças, os cães tendem a ignorar afirmações de pessoas que estão a mentir. Estas conclusões trazem uma nova luz sobre a forma como os …

Marques Mendes revela que especialistas vão propor fim das restrições horárias

No seu comentário semanal habitual, Luís Marques Mendes, deixou um alerta aos líderes políticos do país e fez uma revelação sobre o processo de desconfinamento - que deverá ganhar novas proporções esta semana. No Jornal da …

Governo assina hoje acordos de financiamento e empréstimo com a Comissão Europeia

O ministro do Planeamento, Nelson de Souza, e o ministro de Estado e das Finanças, João Leão, assinam esta segunda-feira os acordos de financiamento e de empréstimo, relativos ao Mecanismo de Recuperação e Resiliência, entre …

Agosto pode ser o mês do alívio das restrições

Com metade da população com a vacinação completa, há espaço para rever as limitações atualmente em vigor. Em agosto podem ser ajustadas algumas medidas, como a limitação de horários no comércio e restauração. Raquel Duarte, pneumologista …

Café pode reduzir a probabilidade de apanhar covid-19

Uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos sugere que, além de dar energia, o café pode fornecer alguma proteção contra a covid-19. Um novo estudo da Northwestern University, em Chicago, nos Estados Unidos, investigou …

Com a espessura de um só átomo, nasceu o íman mais fino do mundo

O íman não perde o magnetismo quando exposto à temperatura ambiente. A descoberta pode ser a chave para o aumento da capacidade dos dispositivos de memória e para o desenvolvimento da física quântica. Há uma nova …

Revelada formação estelar nunca vista na Via Láctea

Um estudo que utilizou dados de dois dos radiotelescópios mais poderosos do mundo revelou traçadores nunca antes vistos da formação de estrelas massivas. No comunicado da norte-americana National Radio Astronomy Observatory (NRAO), é possível ler que …

Novo método permite que painéis solares produzam mil vezes mais energia

Um novo método permite que os painéis solares produzam mais energia do que é habitual. A técnica passa pelo uso de cristais ferroelétricos, em vez de silício. Os investigadores da Martin Luther University Halle-Wittenberg (MLU) descobriram …

"Solo ciborgue" revela a metrópole microbiana secreta debaixo dos nossos pés

Uma equipa de investigadores criou um "solo ciborgue" para poder estudar como é que é a vida dos micoorganismos no solo debaixo dos nossos pés. Cave uma colher de chá do solo mais próximo e o …