Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

FAP - Força Aérea Portuguesa

Caça Lockheed Martin F-16 da Força Aérea Portugesa

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros.

“Com este processo estamos, não só alienar aeronaves, como a estabelecer um relacionamento muito estreito de colaboração com a Força Aérea romena, com os pilotos e toda a equipa de manutenção”, salientou o ministro da Defesa português, João Gomes Cravinho.

Em declarações aos jornalistas, após uma curta cerimónia protocolar em que esteve o ministro da Defesa da Roménia, o governante português salientou que os caças alienados estavam ao serviço, mas que de acordo com a análise que é feita no sistema nacional de forças “podem ser alienadas”.

Segundo João Gomes Cravinho, as aeronaves vão ser alvo de um processo de modernização e atualização nas Oficinas Governamentais de Manutenção e Aviação (OGMA) e as primeiras duas serão entregues em junho.

De acordo com o ministro, em outubro serão entregues mais duas e a quinta será no início de 2021.

O negócio de 130 milhões de euros inclui, além dos caças F-16, a reconversão técnica para as especificações romenas e o trabalho da Força Aérea portuguesa na Roménia para transmissão de informações e manutenção.

O ministro da Defesa Nacional adiantou ainda que os dois países vão trabalhar em conjunto no âmbito da NATO e União Europeia e que está a ser estudada o reforço de cooperação com a Roménia num conjunto de áreas.

“A Roménia está interessada na nossa indústria têxtil, que têm fornecido as nossas Forças Armadas, e falámos também da possibilidade de trabalho conjunto no GEOMETOC – Centro de excelência da Nato em Portugal, do centro de excelência da Roménia sobre inteligência humana, que interessa a Portugal, e de colaboração no âmbito do espaço”, referiu.

O governante referiu também que os dois países sentem necessidade “de reforçar as suas capacidades navais, com construção de navios em Portugal e na Roménia”.

Sobre a possibilidade da Base Área de Monte Real ser aberta à aviação civil, tema que foi debatido na discussão do Orçamento de Estado, João Gomes Cravinho não adiantou pormenores.

No entanto, disse que o ministério da Defesa está aberto a discutir a matéria, “que vai muito além da dimensão estrita de Monte Real ou Força Aérea, porque tem a ver com o dispositivo de grandes infraestruturas e aeroportos a nível nacional”.

“Obviamente que as necessidades militares têm de estar sempre em primeiro lugar e devidamente acauteladas, bem como toda a parte relativa à infraestruturação de Monte Real, que precisaria de ser revista, mas como disse isto tem de ser equacionado num contexto muito mais amplo”, sublinhou.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O que nos vale ainda é a Roménia. Caso contrário eramos o cu desta Europa. Por falar nisso já cá vem parar toda a m$%&# da Europa.

RESPONDER

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …